Tipos de chinelos (nomes e diferenças explicadas)

Chinelos são itens domésticos comuns que servem a um propósito específico. Proporcionam conforto e proteção para os pés ao caminhar dentro de casa. Ao lado das sandálias, os chinelos são o tipo de sapato mais antigo que ainda existe.

Como os confortos das criaturas evoluíram ao longo dos últimos séculos, os chinelos também evoluíram. Embora muitos tipos abastados tenham comprado ou mesmo personalizado chinelos quase como parte da decoração da casa, a verdade é que muitas pessoas menos abastadas gostaram de chinelos para relaxar em casa.

Graças à produção em massa, os chinelos agora são bastante comuns em todo o mundo, com muitos estilos e designs diferentes.

Para quem está comprando chinelos, existem muitos tipos de calçados que apresentam semelhanças, mas também diferenças consideráveis.

Entender o que são chinelos, como funcionam e suas diferenças em relação a outros calçados ajudará você a tomar a decisão mais bem informada sobre qual tipo atenderá às suas necessidades e à sua carteira.

Um chinelo é considerado um calçado leve, projetado para ser usado em ambientes internos, especialmente para uso doméstico. Eles são feitos de materiais macios, têm uma sola dura e um tecido que envolve o pé para ajudar a manter o chinelo no lugar.

Até recentemente, os chinelos eram feitos principalmente à mão, muitas vezes pela pessoa que os usava, ou talvez eles tivessem alguma ajuda. Nesses casos, os chinelos eram geralmente feitos com os materiais disponíveis. A principal função era manter os pés aquecidos e fornecer alguma proteção também. Um bom par de chinelos foi apreciado, especialmente nas noites frias.

Os chinelos podem ser identificados por seus traços de design específicos que começam com o próprio nome. O chinelo é projetado para ser facilmente “deslizado” no pé. Isso significa que eles são projetados com o seguinte em mente.

  • Tecido confortável e elástico que se ajusta ao pé
  • Sola dura
  • Projetado para respirabilidade e conforto
  • Muitas vezes usa desenhos ou padrões coloridos

Claro, existem variações de chinelos que incluem materiais mais duros ao redor do dedo do pé. E alguns também podem ser usados ​​ao ar livre, embora de maneira limitada. Os chinelos têm uma sola dura caso você precise sair para pegar o papel, por exemplo. Caso contrário, eles são projetados principalmente para serem usados ​​​​no interior.

Os chinelos também são geralmente planos com pouco suporte de arco. No entanto, existem certos designs que incluem mais suporte para os arcos ou inserções que podem ser usadas. Mas dito isso, os chinelos não são projetados para caminhar. Eles são projetados para caber confortavelmente enquanto você está de pé, sentado ou deitado.

Entender as diferenças entre chinelos e outros tipos de calçados começa com um dos itens mais populares, os sliders.

Chinelos de casa

Isso é mais ao longo das linhas de uma categoria e não de um tipo específico. Todos os chinelos são projetados para uso interno. Mas alguns chinelos podem ser usados ​​ao ar livre porque têm solas duras que os protegem do chão, da areia ou do pavimento, com a notável exceção dos chinelos. Chinelos internos são projetados para serem usados ​​principalmente em ambientes fechados e geralmente denotam conforto e estilo em oposição à durabilidade.

Os chinelos internos podem ser feitos de qualquer material associado ao calçado, mas geralmente têm solas macias, em oposição às endurecidas, como borracha ou plástico. Eles geralmente são bastante elegantes e projetados para a aparência tanto quanto para o conforto.

Chinelos ao ar livre

Uma categoria geral de chinelos em vez de um tipo específico, os chinelos ao ar livre são projetados como o nome sugere para serem usados ​​ao ar livre. Eles terão uma sola dura que é flexível, mas projetada para ambientes externos. Eles geralmente envolvem os pés e são feitos para excursões de curta distância, como pegar o jornal da manhã, recuperar cartas da caixa de correio e dar uma curta caminhada para visitar o vizinho.

Mas eles não são projetados para caminhadas de longa distância, pois isso se enquadra na categoria de sapato. Chinelos ao ar livre abrangem diferentes tipos, como mocassins, chinelos e sliders.

O que se segue são os dois tipos básicos de chinelos, salto fechado e salto aberto. Cada tipo terá vários estilos diferentes de chinelo que têm um salto aberto ou fechado.

Chinelos de salto fechado

Um chinelo fechado é sem dúvida o tipo mais comum de chinelo. Estes são chinelos que envolvem totalmente o pé dos dedos dos pés ao calcanhar. Eles são normalmente feitos de materiais flexíveis, como tecido, plástico ou outra substância. A diferença entre chinelos fechados e sapatos é de propósito. Um chinelo fechado é projetado para ser usado dentro de casa.

Chinelos fechados geralmente são simples, mas muitos terão padrões decorativos ou esquemas de cores. Eles geralmente têm solas de plástico duro que fazem barulho em pisos de madeira ou cerâmica.

Sapatilhas de balé

Pode-se argumentar que as sapatilhas de balé são mais como meias. Eles são feitos de material muito macio e projetados para envolver os pés como uma meia ou mocassim. A diferença é que o próprio material é projetado para o propósito específico do balé.

Um sapatinho de balé envolve o calcanhar, embora pouco, e terá tiras macias que prendem o sapatinho ao tornozelo. O chinelo em si é projetado para apresentação, e é por isso que está associado ao balé. No entanto, também pode ser usado para ocasiões elegantes.

Chinelos

São chinelos que imitam a forma de botas sem salto ou botinhas como costumam ser chamadas. As botas são mais associadas a bebês que escorregam e envolvem totalmente os pés até o tornozelo. O tamanho e o peso do chinelo o mantêm nos pés, mas não é um ajuste apertado.

Os chinelos são geralmente feitos de couro com forro de lã ou pele para aquecimento extra. Alguns chinelos se assemelham ao “Beatle Boots”, que é o calçado que ficou famoso pelos Beatles na década de 1960.

Tamancos de chinelo

Este tipo de chinelo se assemelha a tamancos comuns na Holanda. Um tamanco é um sapato ou chinelo totalmente fechado feito de materiais duros ou materiais macios. São chinelos fechados, mas apenas um pouco como o salto é bastante baixo.

As pantufas normalmente são feitas de tecidos com forro de lã. A sola é flexível e o próprio chinelo é feito para o conforto. No entanto, eles não são adequados para caminhadas prolongadas por causa do salto baixo.

Chinelos de noite

Este é um chinelo decorativo que muitas vezes é chamado de “Príncipe Albert”. Isso se refere a Albert, Príncipe Consorte que tornou este tipo de chinelo famoso. No entanto, chinelos noturnos é o termo mais familiar.

O chinelo em si é feito de veludo e possui um laço de gorgurão. Muitas vezes você pode encontrar as iniciais da pessoa que possui os chinelos no topo. Além disso, as solas são feitas de couro. Este tipo de chinelo deve ser mais caro, mas oferece um conforto considerável combinado com seu estilo para fazer uma declaração.

Mocassins

Este é um chinelo que é feito inteiramente de couro macio. O termo “mocassim” é uma palavra algonquina que se aplica a todos os calçados semelhantes criados por nativos americanos. O termo pegou porque a tribo algonquiana foi a primeira encontrada pelos colonos europeus.

Não há calcanhar separado e envolve o pé para proteção. Usando uma costura simples, o mocassim pode ser usado ao ar livre como foi projetado, embora o couro macio se desgaste rapidamente ao caminhar em superfícies duras.

Chinelos de dedo

Novamente, esta é mais uma categoria geral do que um tipo específico de design de chinelo. Como o nome sugere, são chinelos projetados principalmente para escorregar nos pés. Eles têm uma aparência semelhante aos sapatos Oxford, mas sem os cadarços. O tecido macio e flexível que normalmente compõe o slip-on abraça o calcanhar do pé.

Projetado principalmente para o conforto, o slip-on geralmente é simples no design de cores e também não possui padrões. No entanto, eles são bastante populares, especialmente no Reino Unido.

Botas de chinelo

Estes são chinelos projetados para aparecer como botas. Na maioria dos casos, as botas de chinelo imitam as botas de pele de carneiro que costumam ser usadas em climas mais frios. Esse tipo de calçado geralmente é feito de lã e tem um forro macio, mas com uma sola dura de plástico ou material similar.

As botas de chinelo são usadas principalmente por mulheres e podem ser usadas ao ar livre para proteger os pés em distâncias curtas. Mas eles não devem ser confundidos com botas padrão.

Chinelos de salto aberto

Aberto: Como o nome sugere, são chinelos que deixam o calcanhar aberto, para que você possa deslizar o pé para dentro e para fora com facilidade. A camada sobre os dedos e a frente do pé é normalmente feita de tecido, embora possa ser de qualquer material. Esse tipo de chinelo é comumente associado aos abastados e muitas vezes possui padrões decorativos.

Chinelos de salto aberto são comumente distribuídos por hotéis cinco estrelas. A desvantagem do chinelo de salto aberto é que ele não tem suporte para o calcanhar, por isso não foi projetado para caminhar distâncias apreciáveis.

Sandálias de dedo

Possível a versão mais reconhecível de chinelos de salto aberto, os chinelos são abertos e de salto alto e encontrados principalmente na praia. No entanto, os chinelos podem ser usados ​​ao ar livre quando as temperaturas estão quentes.

Os chinelos se assemelham a controles deslizantes, mas existem duas diferenças. Os chinelos geralmente são feitos de material macio e flexível, em oposição aos controles deslizantes rígidos. E os chinelos têm uma alça que cobre os dedos dos pés e se prende entre o dedão do pé e o segundo dedo do pé.

O próprio nome vem do som de tapa quando se flexiona quando você anda. Os chinelos costumam ser bastante simples em cor ou padrão, pois são projetados principalmente para conforto e não para aparência.

A principal diferença entre sandálias e chinelos é que as sandálias usam tiras para prender as solas e envolver o tornozelo, e os chinelos usam alça em forma de Y para segurar as solas, mas não têm alça para prender o tornozelo.

Chinelos de sandália

Este é um tipo de chinelo projetado para imitar uma sandália. As sandálias são essencialmente uma sola com tiras que as prendem ao pé. A sandália é o tipo de calçado mais antigo. Os chinelos de sandália funcionam da mesma maneira que as sandálias tradicionais, mas devem ser usados ​​em ambientes fechados. Este tipo de chinelo é aberto e geralmente é feito de couro ou outro material flexível.

Os chinelos de sandália não devem ser usados ​​em climas mais frios, mas protegem a parte inferior dos pés. Eles vêm em cores diferentes, mas o estilo geral é aproximadamente o mesmo.

Chinelos desgastados

Este é outro termo usado para chinelos de salto aberto. O nome scuff vem do som que o chinelo faz ao caminhar. Como o calcanhar é aberto, permite que o chinelo bata ou arranhe a superfície fazendo um barulho distinto. Os chinelos Scuff podem ser feitos de couro, plástico ou tecidos e vêm em uma ampla variedade de cores e padrões.

Sliders: Um slider é um chinelo de calcanhar aberto que também é aberto. Eles são feitos de um material rígido e são projetados para fácil acesso, daí o nome. Ao contrário dos chinelos tradicionais, os chinelos são projetados para serem usados ​​ao ar livre ao caminhar na areia quente. Eles não são projetados para caminhadas prolongadas devido à natureza do calcanhar aberto do calçado.

Meias de chinelos

As meias de chinelo ocupam uma categoria única de chinelos porque são apenas meias. Eles têm nós de borracha ou plástico que proporcionam uma superfície antiderrapante, para que você possa andar com as meias sem que o tecido toque o chão. As meias não seriam confortáveis ​​de usar dentro de um sapato.

As meias de chinelo não são exatamente chinelos, mas funcionam da mesma maneira. Eles são bastante práticos, pois as meias podem ser enroladas e transportadas mais facilmente em comparação com os chinelos padrão.

Também deve-se notar que certos tipos de sapatos podem se enquadrar na categoria de chinelos com base principalmente no uso em ambientes fechados. No entanto, existem diferenças definidas entre sapatos e chinelos, portanto, a escolha do calçado certo começará com a finalidade do próprio calçado.

Diferenças entre chinelos e sapatos domésticos

Deve-se notar que sapatos domésticos é um termo genérico usado para descrever uma ampla gama de sapatos projetados principalmente para serem usados ​​em casa. Embora o mesmo possa ser dito dos chinelos, os sapatos da casa incorporam estilos de sapatos além dos chinelos em seu contexto.

Indiscutivelmente, a principal diferença é que os chinelos são projetados para serem “escorregados” no pé. Os sapatos da casa incorporam designs diferentes que podem não incluir esse recurso. Muitas vezes, os sapatos de casa são um velho par de sapatos padrão que foram usados ​​para outros fins. Um velho par de tênis, um par de sapatos casuais ou até mesmo outro tipo de calçado interno que tenha um design diferente em relação aos chinelos.

De um modo geral, os sapatos de casa podem incluir a família dos chinelos, mas não são chinelos pela definição clássica. Considere isso quando estiver procurando por calçados confortáveis ​​para dentro de casa.

Diferenças entre chinelos e chinelos

Os chinelos podem ser um dos itens de calçados mais comuns do mundo. Uma variação da sandália, os chinelos são fáceis de usar, confortáveis ​​e podem ser usados ​​tanto em ambientes internos quanto externos. O nome deriva do som de tapa que eles fazem ao caminhar.

Estão mais associados à praia graças ao seu enchimento de espuma espessa para proteger os pés da areia quente. Eles também não exigem meias. O tipo mais comum de meia não funcionaria ao usar um chinelo graças à forma como eles são construídos.

O design simples é a única conexão entre chinelos e a maioria dos chinelos. As diferenças são consideráveis.

  • Os chinelos não têm costas
  • Os chinelos prendem a alça à sola entre o dedão e o segundo dedo do pé
  • Os chinelos são feitos para conforto, enquanto os chinelos são feitos para serem práticos

Os chinelos são mais notáveis ​​​​pelas solas de espuma grossas que são projetadas para proteção prática na praia. Eles também são bastante coloridos e são feitos para serem vistos apenas para encontrá-los facilmente antes de colocá-los.

Os chinelos são semelhantes aos slides ou sliders, pois não têm suporte. Mas são diferentes na forma como a alça se prende à sola. Isso é o que os mantém no pé com a pressão aplicada pelos dedos dos pés para encaixar os chinelos no lugar.

Como os chinelos não têm apoio para as costas, eles não são feitos para serem usados ​​em caminhadas de longa distância. Eles funcionam bem na areia, são fáceis de limpar e, com um pouco de cuidado, podem durar bastante tempo. No entanto, eles também são bastante baratos, então a maioria das pessoas simplesmente joga fora seu par velho e desgastado por um novo.

Diferenças entre chinelos e sandálias

As sandálias são o tipo de sapato mais antigo do mundo. Eles são anteriores ao registro histórico e versões primitivas de sandálias foram usadas dezenas de milhares de anos atrás. A sandália é a forma mais básica de sapato. Eles são feitos de materiais macios e naturais, como couro, que deslizam sobre os pés. Eles têm uma alça traseira que se encaixa abaixo do tornozelo que os prende no lugar.

Curiosamente, as sandálias mais antigas já encontradas estavam localizadas em Oregon, EUA. A datação por radiocarbono das sandálias graças à casca de artemísia usada para criá-las lista sua idade em pelo menos 10.000 anos.

Embora muitas sandálias prendam as tiras na sola, o ponto de conexão geralmente não é entre os dedos dos pés como um chinelo. Em vez disso, é usada uma alça que se encaixa nos dedos e na parte superior do pé de um lado para o outro. Hoje, as sandálias ainda são bastante populares. Muitas vezes feitos de materiais modernos, eles vêm em diferentes estilos e usos.

Existem algumas semelhanças visuais entre chinelos e sandálias. Mas a principal diferença é que as sandálias são feitas principalmente para o ar livre, enquanto os chinelos são principalmente para uso interno. Embora as sandálias típicas não durem tanto quanto os sapatos convencionais, algumas podem ser bastante duráveis ​​quando feitas de materiais resistentes e com os devidos cuidados.

Outra diferença é que as sandálias tendem a ser abertas, permitindo que os pés respirem e fiquem frescos. Enquanto os chinelos tendem a ser quentes e aconchegantes. As diferenças entre chinelos e sandálias são bastante perceptíveis, especialmente se você estiver comprando um sapato interno.

Diferença entre chinelos e Chappals

Chappals são essencialmente sandálias feitas na Índia. O povo da Índia usa chappals há muitos séculos.

  • Construção em couro
  • Solas duráveis
  • Usado para calçados internos e externos

No entanto, a principal diferença entre chappals e chinelos é que os chinelos não são usados ​​principalmente ao ar livre. Na verdade, os chinelos são feitos apenas para uso interno. Isso significa que eles não têm solas duras em comparação com os chappals. Enquanto você pode usar chappals como chinelos, você não pode usar chinelos como chappals para uso ao ar livre.

Diferença entre chinelos e mules

Embora muitos possam considerar as mulas um desenvolvimento relativamente recente no calçado, elas realmente remontam a vários séculos. Eles são mais conhecidos por serem criados durante o auge do Império Romano.

Eles desempenhavam uma função semelhante aos chinelos, pois deveriam ser usados ​​em ambientes fechados. Apesar do nome ser uma raça equina, mulas vem do latim, que significa sapato sem encosto ou chinelo. As mulas são caracterizadas pelo seguinte.

  • Sem volta
  • Salto curto
  • Materiais duráveis ​​e duros

Embora os chinelos e as mulas sejam projetados para uso interno, as principais diferenças são que as mulas geralmente são feitas de materiais mais duros e não têm costas. Enquanto os chinelos usam materiais mais macios projetados para deslizar confortavelmente ao redor dos pés, os mules usam materiais mais densos nos quais os pés deslizam para serem usados.

Diferença entre chinelos e flutuadores

Os flutuadores são um tipo de calçado aberto que pode parecer semelhante a tangas ou chinelos. Geralmente são feitos com materiais duros, principalmente a sola e projetados para uso externo. As características dos flutuadores são definidas a seguir.

  • Dedo do pé aberto
  • Cinta ao redor do peito do pé e tornozelo
  • Sola sólida, geralmente feita de borracha ou plástico endurecido

É a tira ao redor do tornozelo que fornece suporte extra em comparação com as tangas, mules ou sliders, o que torna os flutuadores mais fáceis de andar. As principais diferenças entre flutuadores e chinelos começam com seu uso. Os flutuadores são feitos para situações ao ar livre, principalmente na praia ou ao longo da água. Além disso, os flutuadores são projetados para serem resistentes e robustos, enquanto os chinelos são projetados principalmente para serem macios e confortáveis.

Diferença entre chinelos e tangas

Em algumas partes do mundo, as tangas são mais conhecidas como chinelos graças ao som que fazem ao bater na sola dos pés ao caminhar. As tangas são calçados muito populares que ganharam destaque na década de 1960, principalmente nas praias. Este tipo de calçado é definido por estes 3 modelos:

  1. Correia de ligação à sola entre os dedos
  2. Materiais macios
  3. À prova d’água

A maioria das tangas é feita de materiais baratos, embora duráveis, projetados para esticar e “cair” ao caminhar. Graças ao ponto de conexão entre os dedos, é mais fácil caminhar por distâncias maiores em tangas do que em mulas.

No entanto, eles são realmente projetados para proteger as solas dos pés das areias quentes encontradas nas praias ou nas curtas distâncias. As principais diferenças entre tangas e chinelos são as seguintes.

  • As tangas são feitas principalmente para uso externo
  • As tangas não se encaixam nos pés
  • Os chinelos não têm uma tira de conexão que é grampeada na sola como uma tanga.

Embora você possa usar tangas ou chinelos dentro de casa e muitas pessoas o façam, eles não são o mesmo que chinelos.

Diferenças entre chinelos e slides

Existem muitas semelhanças entre chinelos e slides ou sliders. Ambos são feitos para serem usados ​​dentro de casa e ambos são feitos de materiais confortáveis. Na verdade, existem alguns designs de chinelo que imitam a forma dos controles deslizantes até certo ponto. No entanto, existem algumas diferenças significativas também.

Sliders têm uma parte traseira aberta, daí o nome. Você desliza o pé direto no controle deslizante em vez de puxá-lo nos pés, como acontece com os chinelos. Além disso, os sliders têm um dedo do pé aberto, o que significa que os dedos não são cobertos ao usar sliders. É verdade que alguns tipos de chinelos também são abertos, mas não como regra geral.

Não é surpreendente que slides ou sliders sejam bastante populares. Basta deslizar os pés para dentro e começar a andar. Em muitos aspectos, eles são bastante semelhantes aos chinelos em termos de conveniência. No entanto, eles geralmente têm solas mais duras e grossas, o que os torna mais adequados para ficar em pé, se não para andar. Por causa de suas costas abertas, caminhadas prolongadas podem sobrecarregar os músculos da panturrilha para algumas pessoas.

Os chinelos mantiveram seu status como o principal sapato interno para quem deseja conforto e um ajuste aconchegante. Dada a sua longa história combinada com excelente ajuste com materiais novos e respiráveis, os chinelos são, de certa forma, mais populares do que nunca. No entanto, os chinelos tendem a ser mais atraentes para as pessoas mais velhas, talvez por causa de sua história. Ou simplesmente o fato de ajudarem a aquecer os pés em uma noite fria de inverno.

Comprar chinelos deve ser uma experiência agradável. Você pode escolher entre as diversas cores, padrões e tipos de materiais usados ​​para criar esse tipo específico de calçado interno. Compreender as diferenças entre chinelos e outros calçados que são frequentemente vistos dentro de casa ajudará você a tomar a decisão mais bem informada sobre o que é certo para suas necessidades.

Sliders tornaram-se bastante populares nos últimos anos. O nome é derivado do fato de que você pode literalmente deslizá-los em seus pés. Os controles deslizantes são caracterizados pelo seguinte.

  • Sem encosto
  • Aberto
  • Alça ou série de tiras nos dedos dos pés e no pé para mantê-los no lugar

Os controles deslizantes são feitos para serem confortáveis, mas sua principal reivindicação à fama é que você pode deslizá-los rapidamente antes de sair. As solas são geralmente feitas de borracha ou outro material durável. E eles são bastante populares na praia. No entanto, eles não são realmente projetados para caminhadas prolongadas, pois a falta de costas coloca mais pressão nos tendões de Aquiles ao segurar os controles deslizantes no lugar.

Além disso, os controles deslizantes não são tangas ou chinelos, pois não têm ponto de conexão que você possa segurar com os dedos dos pés. As diferenças entre sliders e chinelos são bastante óbvias.

  • Sliders projetados para uso externo
  • Feito de materiais duros
  • Sem volta

Enquanto os chinelos se ajustam ao pé, o deslizador é muito mais rígido em termos de materiais usados. O design principal do controle deslizante é proteger as solas dos pés ao pisar na areia quente ou fazer uma viagem rápida ao ar livre. Embora possam ser usados ​​para uso interno e muitas vezes estejam em muitas casas, eles são significativamente diferentes em comparação com os chinelos.

Confia também – Chinelo Havaianas Bandeira do Brasil o melhor em estilo e conforto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *