Gengibre como remédio natural: 5 dicas para sua saúde

Gengibre como remédio natural: 5 dicas para sua saúde

O gengibre não é apenas um tempero exótico – a raiz alivia náuseas, cólicas menstruais, infecções respiratórias e muitas outras doenças. 

Gengibre: usos e propriedades medicinais

O gengibre é uma erva tropical cujas raízes são utilizadas como medicamento há milhares de anos. A raiz de gengibre fresco ou seco é usada como um medicamento fitoterápico, chá ou infusão, através de um difusor de aromas. As substâncias contidas no rizoma agem:

  • Digestivo;
  • Analgésico;
  • Expectorante;
  • Antibacteriano;
  • Anti-inflamatório;
  • Diminuindo a pressão arterial;
  • Fortalece o coração e o estômago.

Como o gengibre é usado?

Você pode usar a raiz ralada em alimentos (sopas, pratos asiáticos), como xarope, cápsula, comprimido, óleo ou em forma de rodelas em água. O chá de gengibre também é popular contra a náusea. É melhor cortar a pele áspera antes da preparação.

Agora você pode comprar gengibre em quase todos os supermercados. Os produtos de gengibre estão disponíveis em farmácias e online.

Dica: Você não precisa comprar a raiz, você mesmo pode cultivar gengibre. 

Contra o que o gengibre ajuda?

Mais de 160 ingredientes ativos no gengibre tornam a raiz um remédio natural para doenças como:

  • Tosse;
  • Enjôo;
  • Inchaço;
  • Resfriado;
  • Bronquite;
  • Obesidade;
  • Enxaqueca;
  • Reumatismo;
  • Perda de apetite;
  • Dor de garganta;
  • Enjoo em viagens;
  • Cólicas menstruais;
  • Náusea durante a gravidez.

 

O gengibre contém ferro, vitaminas, óleos essenciais, vitaminas, cálcio, potássio, magnésio, sódio e fósforo, entre outras coisas. Os gingeróis contidos são responsáveis ​​pelo sabor forte do gengibre. Eles aliviam a dor e têm efeitos anti inflamatórios – semelhantes aos analgésicos, mas sem efeitos colaterais. 

Gengibre: 5 dicas para sua saúde

1. Reduz o açúcar no sangue

O tubérculo contém substâncias valiosas, os gingeróis. Pesquisadores australianos têm boas notícias para os diabéticos: os gengibre promovem a absorção do açúcar do sangue para os músculos. O açúcar no sangue cai.

Uma boa receita é o chá de gengibre: descasque 1 pedaço do tamanho de um polegar, corte em rodelas, ferva em 1 litro de água, tampe e deixe repousar por 10 minutos. Despeje o chá em uma garrafa térmica e beba durante o dia.

2. Aquece o corpo

O chá também ajuda bem com resfriados e calafrios. Os óleos essenciais da raiz tropical estimulam a circulação sanguínea. Isso o aquece por dentro e fortalece o sistema imunológico. Porque quando a temperatura corporal está um pouco mais alta, o sistema imunológico funciona com mais eficácia do que o normal.

3. Alivia o enjoo

Os ingredientes do gengibre agem diretamente no estômago e nas paredes intestinais, interrompendo os estímulos para o cérebro, causando náuseas e vômitos.

Isso funciona tão bem com gengibre quanto com um químico para enjôo. Seja no carro, avião, trem ou navio: mastigue um pedaço de gengibre ou beba o comprovado chá.

4. Alivia a dor

Os gingeróis feitos de gengibre estão relacionados ao analgésico ácido acetilsalicílico (ASA). Dois gramas de gengibre na comida todos os dias aliviam os músculos doloridos após o exercício. Os médicos também usam extratos da planta medicinal para dores musculares severas e reumatismo.

5. Ajuda você a perder peso

Uma mistura de chá um pouco mais forte realmente acelera o metabolismo, promove a queima de gordura e desidrata. Isso ajuda na perda de peso. Receita: Ferva cerca de 5 cm de gengibre em 1,5 litros de água e cozinhe até que cerca da metade evapore. Beba frio ou morno ao longo do dia.

Quanto de gengibre é permitido por dia?

Você pode consumir com segurança até 50 gramas de gengibre fresco ou cinco gramas de gengibre em pó. Se você comer muito gengibre, pode ter gases, azia e diarreia. 

Qualquer pessoa que tome medicamentos para diluir o sangue deve conversar com seu médico sobre a quantidade do tubérculo que é saudável antes de tomar o gengibre – porque o gengibre tem um efeito redutor do sangue.

Botânica da planta do gengibre

O gengibre é uma planta perene de cerca de um metro de altura com um rizoma amplamente ramificado no subsolo. Acima do solo, a planta tem folhas estreitas, verdes claras e alongadas que lembram juncos ou bambu.

Uma haste falsa de 20 cm de comprimento cresce a partir do rizoma, no final da qual uma inflorescência em forma de cone é formada. O gengibre raramente floresce e, após a floração, desenvolve frutos em cápsulas que contêm a semente. No entanto, o gengibre é propagado vegetativamente pela divisão do tubérculo.

Distribuição

O gengibre é uma planta tropical conhecida como tempero e remédio na China há séculos. O gengibre é cultivado na Índia, Indonésia, Japão, América do Sul e Austrália, entre outros.

Fatos interessantes sobre gengibre

  • O gengibre tem sido usado na medicina tradicional indiana e chinesa desde os tempos antigos;
  • O gengibre é uma planta cultivada há séculos, cuja origem não foi comprovada;
  • O nome genérico Zingiber surgiu do zindschabil árabe (a raiz). 
  • Muitos marinheiros juram pelos efeitos do gengibre no enjôo. Isso também foi comprovado em vários estudos. Ginger funcionou ainda melhor do que um conhecido medicamento anti-náusea.

História, abordagens e carreiras da psicologia clínica

A psicologia clínica é o  ramo da psicologia  preocupado com a avaliação e tratamento de doenças mentais, comportamento anormal e problemas psiquiátricos.

Este campo integra a ciência da psicologia com o tratamento de problemas humanos complexos, tornando-se uma escolha de carreira emocionante para pessoas que procuram trabalhar em um campo desafiador e gratificante.

História

As primeiras influências no campo da psicologia clínica incluem o trabalho do psicanalista austríaco Sigmund Freud.

Ele foi um dos primeiros a focar na ideia de que a doença mental era algo que poderia ser tratado conversando com o paciente, e foi o desenvolvimento de sua abordagem de terapia pela conversa que é frequentemente citado como o primeiro uso científico da psicologia clínica.

O psicólogo americano Lightner Witmer abriu a primeira clínica psicológica em 1896 com um foco específico em ajudar crianças com dificuldades de aprendizagem.

Foi também Witmer quem primeiro introduziu o termo “psicologia clínica” em um artigo de 1907. Witmer, um ex-aluno de  Wilhelm Wundt , definiu a psicologia clínica como “o estudo de indivíduos, por observação ou experimentação, com a intenção de promover mudanças”.

Hoje, a psicologia clínica é um dos subcampos mais populares e a maior área de emprego dentro da psicologia.

Evolução durante as guerras mundiais

A psicologia clínica tornou-se mais estabelecida durante o período da Primeira Guerra Mundial, à medida que os profissionais demonstravam a utilidade das avaliações psicológicas.

Em 1917, foi criada a American Association of Clinical Psychology, embora tenha sido substituída apenas dois anos depois com a criação da American Psychological Association.

Durante a Segunda Guerra Mundial, psicólogos clínicos foram chamados para ajudar a tratar o que era então conhecido como choque de bomba, agora conhecido como transtorno de estresse pós-traumático (PTSD).

A demanda por profissionais para tratar os muitos veteranos que retornavam e necessitavam de atendimento contribuiu para o crescimento da psicologia clínica durante esse período.

Durante a década de 1940, os Estados Unidos não tinham programas que oferecessem um diploma formal em psicologia clínica.

Administração de Veteranos dos Estados Unidos estabeleceu uma série de programas de treinamento em nível de doutorado e, em 1950, mais da metade de todos os graus de Doutor em Filosofia (Ph.D.) Em psicologia eram concedidos na área de psicologia clínica.

Mudanças de foco

Embora o foco inicial da psicologia clínica tenha sido amplamente voltado para a ciência e a pesquisa, os programas de pós-graduação começaram a dar ênfase adicional à psicoterapia. Em psicologia clínica, Ph.D. programas, essa abordagem é hoje referida como o cientista-praticante ou Modelo Boulder.

Mais tarde, surgiu a opção de grau de Doutor em Psicologia (Psy.D.) que colocava uma ênfase maior na prática profissional do que na pesquisa. Este doutorado orientado para a prática em psicologia clínica é conhecido como o praticante-acadêmico, ou modelo de Vail.

O campo continuou a crescer tremendamente e a demanda por psicólogos clínicos hoje continua forte.

Abordagens

Os psicólogos clínicos que trabalham como psicoterapeutas costumam utilizar diferentes abordagens de tratamento ao trabalhar com clientes. Enquanto alguns médicos se concentram em uma perspectiva de tratamento muito específica, muitos usam o que é referido como uma “abordagem eclética”.

Isso envolve o uso de diferentes métodos teóricos para desenvolver o melhor plano de tratamento para cada cliente individual.

Algumas das principais perspectivas teóricas dentro da psicologia clínica incluem:

  • Abordagem psicodinâmica:  esta perspectiva surgiu do trabalho de Freud; ele acreditava que a mente inconsciente desempenha um papel importante em nosso comportamento. Os psicólogos que utilizam  a terapia psicanalítica  podem usar técnicas como a associação livre para investigar as motivações inconscientes subjacentes de um cliente.
  • Perspectiva comportamental cognitiva: Esta abordagem da psicologia clínica desenvolvida a partir das escolas de pensamento comportamental e cognitivo. Psicólogos clínicos que usam essa perspectiva irão observar como os sentimentos, comportamentos e pensamentos de um cliente interagem. A terapia cognitivo-comportamental  (TCC) geralmente se concentra na mudança de pensamentos e comportamentos que contribuem para o sofrimento psicológico.
  • Perspectiva humanística:  esta abordagem da psicologia clínica surgiu do trabalho de pensadores humanistas como Abraham Maslow e  Carl Rogers . Essa perspectiva olha para o cliente de forma mais holística e se concentra em coisas como a autoatualização.

Requisitos de Educação

Os psicólogos clínicos geralmente têm doutorado em psicologia e recebem treinamento em ambientes clínicos.

Os requisitos educacionais para trabalhar em psicologia clínica são bastante rigorosos, e a maioria dos psicólogos clínicos passa de quatro a seis anos na pós-graduação após obter o diploma de bacharel.

De um modo geral, o Phd os programas são centrados na pesquisa, os programas são orientados para a prática.

Os alunos também podem encontrar alguns programas de pós-graduação que oferecem um grau de mestre terminal em psicologia clínica.

Antes de escolher um programa de psicologia clínica, você deve sempre verificar se o programa é credenciado pela APA. Depois de concluir um programa de treinamento de pós-graduação credenciado, os psicólogos clínicos em potencial também devem concluir um período de treinamento supervisionado e um exame.

Os requisitos de licenciamento específicos variam de acordo com o estado, portanto, você deve verificar com o conselho de licenciamento do seu estado para saber mais.

Esses programas são geralmente muito competitivos e focados tanto na pesquisa quanto na prática.

Oportunidades

Os psicólogos clínicos trabalham em uma variedade de ambientes (hospitais, clínicas, consultórios particulares, universidades, escolas, etc.) e em muitas funções. Todos eles exigem que esses profissionais utilizem sua experiência de maneiras especiais e para finalidades diferentes.

Algumas das funções desempenhadas por aqueles que trabalham em psicologia clínica podem incluir:

  • Avaliação e diagnóstico de distúrbios psicológicos , como em um ambiente médico
  • Tratamento de distúrbios psicológicos , incluindo dependência de drogas e álcool
  • Oferecendo testemunho em ambientes jurídicos
  • Ensino, geralmente em nível universitário
  • Realizando pesquisas
  • Criação e administração de programas para tratar e prevenir problemas sociais

Alguns psicólogos clínicos podem se concentrar em um desses ou fornecer vários desses serviços.

Por exemplo, alguém pode trabalhar diretamente com clientes que são internados em um hospital devido a distúrbios psicológicos, ao mesmo tempo em que administra um consultório terapêutico particular que oferece serviços ambulatoriais de curto e longo prazo para aqueles que precisam de ajuda para lidar com sofrimento psicológico.

Uma palavra de um Especialista

A psicologia clínica é uma das áreas mais populares da psicologia, mas é importante avaliar seus interesses antes de decidir se essa área pode ser a certa para você.

Se você gosta de trabalhar com pessoas e é capaz de lidar bem com o estresse e os conflitos, a psicologia clínica pode ser uma excelente escolha.

O campo da psicologia clínica continuará a crescer e evoluir graças às mudanças nas necessidades da população, bem como às mudanças nas abordagens da política de saúde.

Se você ainda não tem certeza se a psicologia clínica é certa para você,  fazer um auto teste de carreira em psicologia pode ajudar.

Efeito dos esportes na saúde geral

Os esportes têm um impacto imenso na vida diária e na saúde de uma pessoa. Eles não apenas proporcionam uma rotina interessante, mas também um corpo saudável. Praticar atividades físicas como esportes melhora a função cardíaca, reduz os riscos de diabetes, controla o açúcar no sangue e diminui a tensão e o nível de estresse. Também traz energia positiva, disciplina e outras qualidades louváveis ​​em sua vida. Praticar esportes fortalece seu corpo e também melhora sua memória muscular e coordenação muscular. Os médicos da atenção primária à saúde recomendam praticar esportes regularmente. Existem inúmeros benefícios dos esportes; alguns deles estão aqui para você.

Para auxiliar na atividade física é sempre bom tem os equipamentos e vestimentas corretas. Para isso, confira SportsMen.

Controle de peso

O problema da obesidade é enfrentado por milhões em todo o mundo. Ser obeso aumenta os riscos de hipertensão e doenças cardíacas. Uma das melhores maneiras de se livrar da obesidade é praticando esportes. A atividade física ajuda a controlar seu peso. A maioria dos esportes são atividades físicas intensas que queimam calorias extras de forma rápida e eficiente. Praticar esportes é uma ótima maneira de queimar todo aquele peso extra e obter a forma corporal ideal.

Praticar esportes, ao mesmo tempo que administra um plano de dieta adequado, pode ser muito mais eficiente do que qualquer outra coisa. A obesidade é causada pela gordura extra presente em seu corpo. Essa gordura corporal pode ser queimada com exercícios. O único problema é que malhar parece uma tarefa árdua e mais cansativa. Por outro lado, os esportes são muito divertidos. Você continua jogando mesmo depois de ficar cansado, porque você se diverte.

Hipertensão inferior

A hipertensão ou pressão alta é um grande risco para a saúde de pessoas de todas as partes do mundo. A hipertensão pode causar um acidente vascular cerebral ou outras doenças de saúde . A atividade física regular e os exercícios ajudam a manter a pressão arterial normal. Os esportes fornecem todos os alongamentos, corridas e exercícios de que você precisa. Portanto, praticar esportes pode ser uma ótima maneira de combater a hipertensão. A maioria dos médicos e especialistas em saúde recomenda que as pessoas que sofrem de hipertensão façam exercícios regularmente. Os esportes são a melhor forma de exercício físico que é interessante e emocionante. Pessoas que praticam esportes regularmente mantêm a pressão arterial normal em comparação com aquelas que não praticam.

Níveis de colesterol mais baixos

Praticar esportes ajuda a controlar o nível de colesterol . O exercício ajuda a manter um nível de colesterol mais baixo. De acordo com vários tipos de pesquisas, foi comprovado que pessoas com alta atividade física apresentam níveis de colesterol mais baixos do que aquelas que mantêm um estilo de vida sedentário. A atividade física é muito importante para manter o nível de colesterol baixo. Atletas de destaque, como Cristiano Ronaldo e outros, apresentam níveis de colesterol incrivelmente baixos, mesmo depois dos trinta anos de idade.

Melhor circulação sanguínea

A circulação sanguínea começa a melhorar conforme você pratica esportes. Ao correr ou participar de outras atividades físicas, o corpo permanece bem oxigenado. Assim, você fica mais saudável e ativo. Ser ativo também pode aumentar a contagem de hemoglobina e o volume sanguíneo . Quando você joga, seu coração começa a bater mais rápido e uma carga extra é colocada nos músculos do coração. Essa carga extra fortalece os músculos do coração, o que melhora o fluxo sanguíneo geral. O exercício aeróbico regular aumenta a densidade capilar dos músculos em atividade de maneira saudável. A aeróbica também aumenta a contagem mitocondrial nas fibras dos músculos em atividade. Seu coração começa a funcionar melhor, resultando em uma melhor taxa de bombeamento do coração. O resultado geral é que você pode se exercitar mais com menos estresse.

Imunidade mais forte

Sim! Você leu certo. O exercício regular também fortalece o sistema imunológico . Seu corpo se torna imune a muitas doenças. O exercício aumenta significativamente a taxa de fluxo dos glóbulos brancos. Conforme você transpira enquanto pratica esportes, as toxinas são removidas de seu corpo. O aumento da temperatura corporal também diminui as chances de crescimento bacteriano.

Treinamento muscular.

Os esportes são a melhor maneira de fazer um treino muscular adequado. É divertido de jogar e não parece uma tarefa árdua. Ao mesmo tempo, proporcionam músculos fortes e tonificados. Isso só é possível se você continuar a praticar esportes ativos como futebol, futebol americano, tênis e beisebol regularmente. Ao praticar esportes, você tonifica seus músculos e os treina para trabalharem juntos. É conhecido como programação neuromuscular. Conforme você joga, seus músculos ficam cada vez mais fortes. Ao praticar esportes, você ganha massa muscular magra e, ao mesmo tempo, queima gordura. Se você deseja um corpo perfeitamente magro com tanques e músculos retalhados, este campo pode ser mais útil do que a academia. Para ganhar esses músculos, você deve preferir esportes que envolvam o movimento da maioria de seus grupos musculares. O físico dos atletas de ponta é uma inspiração para todos nós.

Ossos mais fortes

Praticar esportes não só fortalece os músculos, mas também os ossos. Durante os esportes, você pressiona os ossos com movimentos de alta potência e força; isso, por sua vez, aumenta a densidade óssea, o que resulta em ossos mais fortes. Por exemplo, ao contrário de uma caminhada normal, correr enquanto brinca coloca uma carga extra ou estresse em seus ossos. A fim de resistir a esse aumento de tensão, os ossos se adaptam e ficam mais densos. Se você continua praticando esportes, seus ossos ficam cada vez mais fortes e densos devido ao estresse contínuo. À medida que envelhecemos, nossa densidade óssea continua diminuindo. Praticar esportes pode ser a maneira mais fácil de manter uma boa densidade óssea e permanecer forte com o avançar da idade.

Mente mais forte

Os esportes trazem uma atitude positiva em sua vida. Eles tornam sua mente mais nítida e forte . Os esportes são divertidos de praticar e renovam sua mente. Ser bom nos esportes faz você se sentir bem, realizado e aumenta sua autoestima. Praticar esportes em equipe também aumenta sua habilidade de formulação de estratégias. Com os esportes você aprende a tomar decisões de forma rápida e instintiva. Essa capacidade de tomada de decisão rápida é de grande utilidade na vida cotidiana. Os esportes também ensinam a manter a calma e a pensar com calma. Eles ensinam você a tomar decisões em situações de alto estresse sem entrar em pânico ou ficar hiperativo.

Por que é necessário cuidar da saúde mental?

Cuidar de nossa saúde mental deve ser nosso principal objetivo na vida, mantendo-nos ao lado de tudo o mais. Devemos estar atentos aos sinais e tentar viver a vida de forma positiva para não sofrer as consequências das negatividades que nos rodeiam.

As pessoas hoje estão mais conscientes de sua saúde física, em vez de manter sua saúde mental no caminho certo. O pior é que eles nem mesmo entendem a linha tênue entre ser mentalmente saudável e não saudável. É sempre sobre como você está mentalmente apto para sustentar uma vida boa e saudável.

Se você não estiver em forma mentalmente, sua saúde física também diminuirá em breve. Quer saber como se manter em forma e forte mentalmente? Bem, continue lendo para obter mais revelações.

Se busca por Tratamento com psicológico online, confira agora mesmo.

Quais são os sinais de que você está sofrendo de insanidade mental?

O primeiro sinal de que você notará é que começará a se sentir deprimido e abandonado, com mais pensamentos negativos acompanhando você do que os positivos. Você gostaria de ficar mais isolado e começar a interagir menos com as pessoas, embora tenha um coração cheio de coisas para conversar com elas. Não é fácil lidar com o estresse e a depressão.

Alguns podem encontrar uma solução para lidar com isso, mas em geral, as pessoas tornam-se mais reclusas quando estão estressadas ou deprimidas. Quando você começar a sentir esses sentimentos, deve entender que está lidando com um estado mental doentio e que deve encontrar o tratamento certo para lidar com isso, caso contrário, ele pode causar grandes estragos em sua saúde e em sua vida.

Como você deve melhorar suas condições de saúde mental?

Quando você se dá conta de que está enfrentando problemas de saúde mental, a primeira coisa que você deve fazer é enxotar os impactos negativos em sua vida e ter uma abordagem positiva em todas as situações. Se isso não ajudar, você deve tentar buscar a ajuda de pessoas ao seu redor em quem você pode confiar.

Além disso, você pode consultar psicólogos ou especialistas em saúde mental que são especialistas no tratamento de tais casos e certamente irão guiá-lo para a paz de espírito com suas soluções e abordagens valiosas.

É a simpatia que as pessoas procuram nestes tempos difíceis e quando você consegue falar com alguém que compreenda suas preocupações em vez de zombar ou rejeitar você, sua condição melhora.

Não se apegue a rancores e tente sair das condições indisciplinadas de vida para melhorar suas condições de saúde mental.

Não faça injustiça consigo mesmo

Quando começar a sentir que está sofrendo de doença mental, você deve descobrir por que está enfrentando tais problemas.

O motivo de sua ansiedade e estresse pode ser qualquer coisa, desde um relacionamento fracassado a uma perda no emprego ou nos negócios, mas você nunca deve permitir que isso afete sua saúde mental de tal forma que perca toda a esperança na vida.

Quando a esperança está viva e você dá tempo para que as feridas sarem, você automaticamente fica em paz de espírito e de coração. É tudo uma questão de como você lida com os tempos difíceis e exclui os aspectos negativos de sua vida para permanecer em bom estado de espírito. Você deve começar a se amar mais e parar de fazer injustiça consigo mesmo.

Concluir

A maioria de nós desperdiça nosso precioso dinheiro e tempo mantendo nossa saúde física nos trilhos. Vamos à academia, comemos dietas saudáveis ​​e fazemos muito mais coisas que nos mantêm em boa forma física. Embora também seja importante cuidar de nossa saúde física , também não devemos esquecer que nossa saúde mental é igualmente importante.

Devemos levar uma vida de uma maneira que não soframos de dor e agonia mental. Gostar de ficar ansioso, estressado ou deprimido pode ser perigoso em muitos aspectos e pode até mesmo fazer você suicida em um ponto grave da vida.

E hoje, inúmeras pessoas sofrem de um quadro desastroso de saúde mental, o que é um sinal de alerta do motivo pelo qual devemos estar alertas sobre o mesmo e não permitir que isso atrapalhe nossa vida.

10 plantas que o ajudarão a perder peso naturalmente

Todos os anos, o verão nos dá inúmeras experiências para lembrar. E para muitos também deixa alguns quilos extras. Recuperar o peso não é uma tarefa fácil. Agora, tomar chás de ervas como bétula ou cavalinha pode tornar as coisas um pouco mais fáceis para você.

Conhecido como drenagem linfática encapsulada, a cactinea ajuda você a queimar gordura com segurança. Confira agora mesmo.

Bétula

Por sua capacidade de estimular a produção de urina e eliminar o excesso de líquidos do corpo, a bétula é um dos remédios naturais indicados para eliminar a retenção de líquidos e o edema.

Extra: além de suas propriedades diuréticas, as infusões de bétula ajudam a reduzir a gordura e diminuir a concentração de colesterol no sangue. Tome-os após as refeições principais.

Ortosifão

Também conhecido como “chá de Java”, é um aliado natural para emagrecer. As infusões de ortosifão facilitam a eliminação de água, mas não de eletrólitos, e não modificam a pressão arterial.

Extra: Para reforçar o efeito diurético, é aconselhável garantir uma ingestão abundante de líquidos. Pessoas com insuficiência renal ou cardíaca devem evitar consumi-lo.

Rabo de cavalo

Seus efeitos diuréticos (aumenta a micção em aproximadamente 30%) são bem conhecidos.

Agora, essa planta não só ajuda você a perder peso, atacando a retenção de líquidos, mas também é especialmente eficaz no combate à flacidez e danos causados ​​pela perda de peso.

Extra: Para preparar a infusão, ferva 10 gramas de planta para cada litro de água. Beba 3 xícaras ao longo do dia.

Chá verde

É um aliado que devemos incluir numa alimentação variada e equilibrada. Por si só, não funcionará o milagre de nos fazer perder aqueles quilos extras.

Graças ao seu teor de catequinas, o chá verde ajuda-nos a acelerar o nosso metabolismo, permitindo-nos queimar gordura.

Extra: É também um moderado inibidor do apetite, o que nos faz comer menos e chegar às refeições principais sem ansiedade .

Bardana

Um dos principais efeitos da infusão de bardana é sua capacidade de saciar, que se deve ao teor de inulina, uma mucilagem (carboidrato) que atua aumentando de volume, produzindo uma sensação de saciedade.

Extra: Para aumentar seu efeito purificador, você pode combiná-lo com dente-de-leão.

Garcinia

Alguns especialistas consideram que o ideal é usar a garcinia após o emagrecimento, na fase de manutenção, já que suas principais propriedades são o efeito saciante e que evita que o excesso de carboidratos ingeridos se transforme em gordura.

Extra: Não abuse de alimentos ricos em fibras, pois pode impedir o corpo de absorver o ácido hidroxírico (HCA) presente na garcinia.

Fucus

Esta alga é muito rica em iodo, oligoelementos, sais minerais e vitaminas C e do grupo B. Isso é importante porque o iodo tem a capacidade de estimular a glândula tireóide. Como consequência, o metabolismo basal aumenta, o que implica que o consumo de energia aumenta, mesmo em repouso, facilitando o processo de “queima de gordura”.

Extra: Também facilita a eliminação de toxinas pela urina e aumenta a sensação de saciedade devido ao seu conteúdo de mucilagem (carboidrato).

Café verde

Existem duas propriedades principais que o café verde fornece em uma dieta de controle de peso: seu efeito saciante e sua capacidade de queimar gordura.

Extra: considere o café verde como um suplemento que pode acompanhar uma dieta hipocalórica, mas nunca o alimento mágico que fará você perder peso.

Babosa

Graças aos seus fitoesteróis, reduz a gordura da barriga, a chamada gordura perigosa que envolve os principais órgãos, e controla a glicemia, permitindo-nos emagrecer.
É também um excelente laxante e limpador de toxinas.

Extra: tome como um smoothie pela manhã. Adicione uma colher de chá de mel para realçar seu sabor.

Salsaparrilha

A raiz (em pó ou triturada) é a parte da planta utilizada por suas propriedades diuréticas e laxantes, pois auxilia na limpeza do corpo e facilita a eliminação de fluidos.

Extra: Para aumentar seus efeitos purificadores, você pode combiná-lo com raiz de bardana e dente-de-leão.

FATORES PRINCIPAIS PARA PERDER PESO

O sucesso de uma dieta para emagrecer depende de muitos fatores. Mas todos eles estariam sujeitos a uma dieta balanceada e exercícios regulares.

A partir daí, podemos completar o plano de controle de peso com medidas extras. Um deles pode ser incluir infusões de ervas em nossa dieta diária.

7 truques para queimar gordura: adeus barriga e celulite

A gordura localizada é teimosa, mas sabemos os melhores truques para queimar o excesso de gordura

Olhar no espelho e não encontrar nenhum vestígio de barriga ou celulite na bunda e nas pernas é uma meta que você pode alcançar se for constante. A gordura localizada é rebelde, mas sabemos os melhores truques para queimar o excesso de gordura e perder barriga e eliminar a celulite.

Conhecido como drenagem linfática encapsulada, a cactinea ajuda você a queimar gordura com segurança. Confira agora mesmo.

1. O QUE COMER PARA QUEIMAR GORDURA

Existem nutrientes termogênicos capazes de ativar o metabolismo para que ele produza calor e não acumule gordura. Eles se destacam deles:

Tonalín: sacia e acelera a oxidação da gordura localizada. Você o encontra na carne de vitela e no leite.

Carnitina: transforma gordura em energia. Você pode tomá-lo naturalmente comendo carne, ovos, peixe, leite, couve-flor e gérmen de trigo.

Polifenóis e xantinas: são recomendados para aumentar a queima de gordura. Você os encontra no chá, café e chocolate.

Ácido hidroxicítrico: limita a transformação de carboidratos em gorduras. Citrus e tamarindo carregam isso.

2. TOME CÁLCIO PARA ELIMINAR A BARRIGA

De acordo com várias investigações, quanto mais cálcio há dentro de uma célula de tecido adiposo, mais fácil é para ela se “dissolver”. Por esse motivo, recomenda-se que o cálcio não falte nos cardápios diários, consumindo alimentos ricos nesse mineral como laticínios (melhor desnatados), sardinhas em conserva ou salmão. Caso você não beba leite, ou seja, vegano, existem também muitos alimentos que irão fornecer o cálcio de que você precisa, como amêndoas, vegetais de folhas verdes (como agrião e espinafre), damascos secos, aveia …

3. IODO, ESSENCIAL PARA QUEIMAR GORDURA

O iodo é um mineral armazenado na tireoide e essencial para o seu bom funcionamento. Se a tireoide estiver perturbada, ela pode desacelerar o metabolismo e queimar menos gordura, o que ocorre no hipotireoidismo. Você pode facilmente ingerir iodo se comer sal iodado, peixes, crustáceos e algas marinhas.

4. COMO COMER MENOS GORDURA

O mais importante é comer alimentos com baixo teor de gordura e remover a gordura visível. Mas também é essencial considerar a gordura escondida. E é que 70% da gordura que você tira você não vê, fica “escondida”. Por exemplo, você tem certeza de que um prato de ovos com chouriço é gorduroso, mas quanta gordura esconde um inocente sanduíche de presunto e queijo? Além das 500 calorias, uma mistura contém 41,1 g de gordura. Outros “esconderijos” inesperados: amendoim tem 32g de gordura por 100g, azeitonas pretas 30g; e coco, 26 g.

5. A ÁGUA AJUDA A PERDER GORDURA

Além de todos os benefícios da água, estar bem hidratado aumenta o metabolismo em 30% (o contrário acontece quando estamos desidratados). Além disso, se você beber água muito fria, isso significa um gasto médio de 90 kcal a mais. Isso é revelado por um estudo publicado no The Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism . Isso acontece porque o corpo usa energia para aquecê-lo. Como hidratar bem o corpo? Beba 8 copos de água diariamente.

6. ESTAR RELAXADO AJUDA A REDUZIR A BARRIGA

Levar as coisas com filosofia é bom para tudo, mesmo não ter barriga. E é que o estresse libera cortisol e adrenalina, que promovem o acúmulo de gordura na cintura e na barriga. Na verdade, está comprovado que quem pratica técnicas de relaxamento (ioga, meditação) perde mais peso e com mais facilidade. Existem sintomas que você pode não saber, mas que estão diretamente relacionados ao estresse, descubra-os.

7. EXERCÍCIOS PARA QUEIMAR GORDURA E REDUZIR A CELULITE

O exercício intervalado, que alterna o ritmo, está provando ser o mais eficaz para queimar gordura. Trata-se de combinar períodos de exercícios de alta e baixa intensidade. Essas mudanças no ritmo aceleram sua taxa metabólica, ajudando você a queimar muita gordura em menos tempo. Além disso, quanto menos gordura corporal você tiver, mais difícil será para ela se estabelecer em seu corpo na forma de celulite. Se você quiser colocar em prática, tente o seguinte:

  • Bicicleta ergométrica: pedale em um intervalo de 8 segundos em um ritmo rápido (velocidade média-alta da bicicleta) seguido por 12 segundos em um ritmo mais lento. Continue a série (8 segundos; 12 segundos).
  • Caminhada: alterne 20 segundos de caminhada rápida ou em colina, com 10 segundos de recuperação, seguidos de 20 segundos de caminhada rápida mais movimento vigoroso do braço, seguido por 10 segundos de recuperação. Repita a sequência por 15 minutos.

Corrida: 5 benefícios de um bom calçado

Um par de tênis de corrida de alta qualidade é projetado para uma pessoa ativa e fornece a proteção desejada para orientar e amortecer o movimento do pé e do tornozelo. Escolher o tênis errado pode causar dor no tornozelo, no pé ou no quadril após uma corrida longa e exigente.

Buscando um bom Tênis Feminino para sua prática esportiva? Confira agora mesmo.

  1. Aumentar a eficiência operacional

Uma pesquisa científica mostrou que uma pessoa que corre com um par de tênis apropriado usa muito menos energia e exerce menos esforço em comparação com quem corre descalço. A principal razão para isso é o acolchoamento extra no calçado. Para um corredor descalço, é necessário despender mais energia e utilizar mais os músculos das pernas devido à falta de amortecimento.

  1. Proteção

Um par de sapatos bem feito inclui proteção adicional para evitar problemas de desconforto ou dor enquanto os pés estão sob mais estresse. Uma parte da entressola ajuda a proteger contra superfícies duras ou objetos que você possa pisar durante sua rotina. Quanto mais macia a sola, mais proteção e amortecimento ela pode oferecer. Mas a sola macia não é a mais durável e significa que os tênis de corrida precisam ser trocados com mais frequência, algo que vale a pena ter em mente ao escolher um tênis de corrida adequado.

  1. Controles de overpronation

A pronação excessiva está relacionada a inclinar o pé muito para dentro durante a corrida, o que também achatará o arco do pé. Ajudar a evitar essa posição inadequada do pé é muito importante, pois pode atingir o joelho e inclinar a perna para dentro. O risco de correr dessa maneira pode causar problemas nos pés, como joanetes, fascite plantar e cãibras nos músculos das pernas. Existem muitos tênis de corrida feitos para lidar com esse tipo específico de problema. A maioria desses sapatos inclui um pedaço de material mais resistente na borda interna da sola intermediária que evita que o pé role para dentro ao pisar.

  1. Supinação correta

Um par de tênis de corrida de alta qualidade também pode ser usado para corrigir problemas relacionados à supinação, que ocorre quando o pé se move para fora quando você dá um passo, o oposto da pronação. Uma desvantagem de correr assim é o estresse adicional colocado nos ossos e ligamentos na parte externa do pé. Os melhores calçados que oferecem uma boa proteção contra a supinação são aqueles com amortecimento na frente e no calcanhar, além de solado macio.

  1. Suporte de arco

O suporte adequado do arco é benéfico para atletas com pés chatos e certamente tornará exercícios como a corrida mais agradável e confortável. Embora a pessoa com pés chatos se beneficie mais com esse tipo de apoio, ele também pode ajudar corredores com arcos altos.

 

Problemas comuns nas costas que podem lhe afetar

Cifose

Essa condição inclina sua coluna para a frente. Geralmente acontece quando suas vértebras racham ou esmagam. Mulheres mais velhas têm isso com mais frequência, mas também pode afetar crianças com desenvolvimento incorreto da coluna vertebral.

Pode causar dor e outros problemas e, em casos graves, desequilibra todo o seu corpo. Dependendo da curvatura de sua coluna, o tratamento pode incluir analgésicos, exercícios ou cirurgia.

Espondilite anquilosante

Esse tipo de artrite geralmente começa deixando a região lombar e os quadris rígidos e doloridos, especialmente pela manhã. Com o tempo, pode espalhar-se pela coluna e para outras articulações e órgãos.

As vértebras e os ossos da caixa torácica podem se fundir, deixando você curvado. Homens jovens a têm com mais frequência do que mulheres, e pode ocorrer em famílias. O tratamento precoce com exercícios e medicamentos ajuda a retardar o progresso.

Lesão da medula espinal

Uma lesão geralmente vem de um acidente (como uma queda, acidente de carro ou acidente esportivo) ou de um tiro. Na maioria dos casos, a medula espinhal fica machucada ou parte de seu suprimento de sangue é interrompido.

Isso pode impedir que seu cérebro controle parte do seu corpo, então pode ser muito sério. Quanto mais alto em sua coluna, mais seu corpo é afetado. Sua chance de melhorar depende da gravidade da lesão.

Pescoço quebrado ou costas

Acidentes e ferimentos também podem quebrar ossos. Quando isso acontece com uma das sete vértebras superiores, logo abaixo do crânio, é chamado de pescoço quebrado; mais abaixo está uma parte traseira quebrada.

A perda óssea por causa da idade pode deixar suas costas fracas também, e você pode ter uma quebra que acontece lentamente com o tempo. Nesse caso, uma cinta dorsal ou cirurgia pode ajudar. Vértebras quebradas também podem machucar a medula espinhal.

Espondilolistese

As vértebras podem deslizar para os lados, para que não se alinhem com as que estão acima e abaixo delas. A espondilolistese é a principal causa de dor lombar.

Isso acontece com o envelhecimento do corpo, mas também pode afetar os jovens que praticam esportes que estressam a região lombar, como futebol, ginástica e levantamento de peso. O descanso deve ajudar. Se a dor continuar, você pode precisar de cirurgia.

Síndrome de Cauda Equina

Os nervos que se ramificam da coluna vertebral na parte inferior das costas ajudam o cérebro a controlar as pernas e os órgãos da pelve.

Uma hérnia de disco, fratura ou outra condição pode exercer pressão sobre esse grupo de nervos, chamado cauda eqüina, causando essa doença rara, mas perigosa. Você precisa de uma cirurgia imediatamente para restaurar qualquer perda de sensibilidade, movimento ou controle da bexiga e intestinos.

Siringomielia

Em casos raros, um pequeno saco cheio de líquido chamado cisto pode se formar na medula espinhal. Isso pode acontecer quando o tecido cerebral é empurrado para baixo do crânio para a medula espinhal ou de uma lesão ou tumor.

A siringomielia pode não causar problemas. Mas se o cisto continuar crescendo, ele pode causar lesões na medula espinhal e você pode precisar de cirurgia.

Quando chamar um médico

Se você tiver sorte, uma condição da coluna não faz nada que você perceba. Mas se você sentir algo errado, preste atenção.

Ligue imediatamente se seus braços ou pernas ficarem fracos ou dormentes ou de repente você não conseguir segurar seu xixi ou cocô. Verifique com seu médico se você teve câncer ou se tem dor que não vem do trabalho duro, não passa, dói mais à noite ou piora.

Uma alimentação saudável beneficia a sua saúde e retira a sua dor enquanto lhe ajuda a emagrecer, assim como detox caps faz, limpando seu organismo de toxinas e oxidantes desnecessários enquanto diminui seu peso na balança.

E o melhor de tudo isso é que não existem efeitos colaterais, justamente por se tratar de um produto 100% natural. Vale a pena conhecer!

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

quanto ganha um Perito Grafotécnico

Como tratar a dor: Dicas simples para melhorar sua vida!

Medicamento de venda livre

Os médicos podem sugerir uma variedade de medicamentos sem receita (OTC) para tratar a dor crônica de dores de cabeça, artrite e outras condições. O paracetamol e os anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) são dois medicamentos de venda livre para o alívio da dor.

Só porque eles estão disponíveis sem receita, não significa que não possam estar associados a efeitos colaterais graves. Tomar muito acetaminofeno pode causar danos ao fígado, especialmente se for combinado com álcool.

AINEs como aspirina, ibuprofeno e naproxeno diminuem a dor e a inflamação, mas também aumentam o risco de úlceras e sangramento no trato gastrointestinal. Os AINEs também podem causar danos aos rins e hipertensão. Esses medicamentos também podem interferir na medicação para pressão arterial.

Prescrição para alívio da dor

Seu médico pode usar medicamentos prescritos para tratar a dor crônica intensa, como dor neuropática, enxaqueca crônica, artrite, dores de cabeça fortes, dor lombar, dor oncológica ou outra síndrome de dor crônica. Medicamentos opióides ou narcóticos podem ser usados em casos de dor intensa, mas podem causar dependência.

Tramadol (Ultram), oxicodona (Endocet) e morfina são medicamentos opióides. Eles funcionam mudando a percepção da dor no cérebro. Os narcóticos podem causar constipação. Beba bastante água e coma frutas e vegetais coloridos para obter fibras adequadas para manter as coisas em movimento.

Outros medicamentos para dor

Medicamentos usados para tratar convulsões e depressão também podem ser usados para dor crônica. Os antidepressivos podem ajudar a aliviar a dor, alterando os níveis de substâncias químicas do cérebro chamadas neurotransmissores. Os medicamentos anticonvulsivantes alteram os sinais de dor que chegam ao cérebro.

Os antidepressivos podem estar associados a efeitos colaterais, como mudanças no apetite, distúrbios do sono, boca seca, fadiga, tontura e irritabilidade. Os anticonvulsivantes podem causar efeitos colaterais como fadiga, tontura, tremor, erupção na pele, ganho de peso, náusea e sonolência. Os bloqueios nervosos são medicamentos injetáveis que interrompem os sinais de dor e diminuem a inflamação em um local específico.

Os relaxantes musculares são outro tipo de medicamento que pode ser prescrito para alguns tipos de dor. Tome os medicamentos prescritos e informe o seu médico imediatamente se sentir quaisquer efeitos colaterais.

Experimente acupuntura

Uma terapia chinesa milenar, a acupuntura, é comprovadamente eficaz no tratamento da dor crônica.

A melhor parte é que os benefícios parecem durar ao longo do tempo. Estudos comprovam que a acupuntura é eficaz para dores de cabeça, dores musculoesqueléticas crônicas e osteoartrite. A acupuntura envolve a colocação de agulhas em pontos específicos do corpo.

Estudos têm mostrado que a acupuntura só é eficaz para o alívio da dor quando o médico coloca as agulhas em pontos reais e comprovados do corpo. Quando as agulhas são colocadas em pontos sham no corpo, a acupuntura não está associada aos benefícios do alívio da dor.

Escutar musica

Se você sofre de dor crônica, coloque uma música relaxante e agradável. Em um estudo com pessoas que sofrem de fibromialgia, aqueles que ouviram música experimentaram reduções na dor aguda e na dor crônica.

Ouvir música agradável também levou a um aumento da mobilidade funcional dos pacientes. Os pesquisadores acham que a música leva a uma redução da dor por meio de mecanismos cognitivos e emocionais. Que tipo de música você deve ouvir?

Os tipos de música que os pacientes do estudo ouviram variaram de acordo com sua idade e formação cultural. O mais importante é escolher uma música que goste e que faça você se sentir bem.

Canelite: elevações da panturrilha

Apenas o nome parece doloroso, mas é um problema comum para corredores e outros atletas. Significa dor ao longo da borda interna da tíbia. Pode surgir após atividades extenuantes ou quando você inicia uma nova rotina de exercícios.

Encontre um conjunto de escadas e tente isso. Fique em um degrau, peso na perna machucada. Levante lentamente o calcanhar e abaixe-o além da borda do degrau. Faça três séries de 12.

Síndrome do túnel do carpo: alongamento da oração

A síndrome do túnel do carpo é desencadeada pela pressão no nervo principal da mão, que passa pelo pulso. Sua mão e braço podem doer ou ficar dormentes ou com formigamento. Experimente o alongamento da oração.

Coloque as palmas das mãos juntas na frente do peito enquanto abaixa lentamente as mãos em direção à cintura até sentir um estiramento na parte superior dos pulsos. Mantenha a posição por 15-30 segundos.

Limpar a cabeça: varredura corporal

Às vezes é difícil aproveitar o momento em que sua mente está presa em um dia longo e louco ou em um evento desgastante. Para reiniciar, tente este exercício de varredura corporal. Deite-se de costas, pernas estendidas, braços ao lado do corpo com as palmas para cima.

Começando com os dedos dos pés, concentre-se com um propósito em cada parte do corpo enquanto sua mente sobe ou desce. Anote todos os pensamentos e emoções associados a cada parte.

Uma alimentação saudável beneficia a sua saúde e retira a sua dor enquanto lhe ajuda a emagrecer, assim como detox caps faz, limpando seu organismo de toxinas e oxidantes desnecessários enquanto diminui seu peso na balança.

E o melhor de tudo isso é que não existem efeitos colaterais, justamente por se tratar de um produto 100% natural. Vale a pena conhecer!

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

O que é artrite psoriática e como tratar a doença?

O que é artrite psoriática?

A artrite psoriática é um tipo de artrite (inflamação das articulações) acompanhada por inflamação da pele (psoríase). A psoríase em si é uma doença comum da pele caracterizada por manchas vermelhas e brancas escamosas na pele. A artrite psoriática geralmente se desenvolve cerca de 5 a 12 anos após o início da psoríase

Quem corre risco de ter artrite psoriática?

Cerca de 15% das pessoas com psoríase desenvolverão artrite psoriática. É igualmente comum em homens e mulheres, com a maioria das pessoas diagnosticadas entre 30 e 50 anos. A causa exata da artrite psoriática é desconhecida, mas acredita-se que envolva a genética, o meio ambiente e um mau funcionamento do sistema imunológico. Cerca de 40% das pessoas com artrite psoriática têm um membro da família com psoríase ou artrite, o que sugere uma ligação hereditária.

O que causa a artrite psoriática?

A causa exata da artrite psoriática é desconhecida, mas acredita-se que envolva a genética, o meio ambiente e um mau funcionamento do sistema imunológico. Um marcador genético HLA-B27 é encontrado em mais de 50% dos pacientes com artrite psoriática e inflamação espinhal. Outros genes comuns em pacientes com artrite psoriática também foram encontrados.

Estressores ou alterações no sistema imunológico podem afetar o desenvolvimento ou a progressão da doença. Agentes infecciosos e fatores ambientais também estão sendo investigados como possíveis causas.

Quais são os sintomas e sinais da artrite psoriática?

A maioria das pessoas sofre de psoríase durante anos antes de desenvolver artrite psoriática. Os sintomas de artrite psoriática incluem:

  • Articulações inchadas, doloridas, quentes e vermelhas – frequentemente nos joelhos, tornozelos e pés
  • Dedos ou dedos inchados que parecem “salsichas”
  • Rigidez articular que é pior pela manhã
  • Unhas picadas ou unhas separando do leito ungueal
  • Dor na região lombar

As pessoas também podem desenvolver tendinite (inflamação dos tendões) ou costocondrite (inflamação da parede torácica e da cartilagem que conecta as costelas ao esterno).

Existem diferentes tipos de artrite psoriática?

Existem cinco tipos de artrite psoriática, com base nas partes do corpo afetadas e na gravidade da inflamação. O tipo de artrite psoriática afeta a forma como ela é tratada.

  1. Artrite psoriática simétrica
  2. Artrite psoriática assimétrica
  3. Interfalangiana distal predominante (DIP)
  4. Espondilite
  5. Artrite mutilante

Os slides a seguir irão revisar os cinco tipos.

Artrite Psoriática Simétrica

A artrite psoriática simétrica afeta as mesmas articulações em ambos os lados do corpo, geralmente em pares simétricos, como joelhos ou punhos. É considerada semelhante à artrite reumatóide e os sintomas podem variar de leves a incapacitantes.

Artrite Psoriática Assimétrica

A artrite psoriática assimétrica pode afetar qualquer articulação, mas geralmente não em pares simétricos em ambos os lados do corpo como na artrite psoriática simétrica. Frequentemente afeta os dedos das mãos e dos pés, dando-lhes uma aparência de “salsicha”. Geralmente é leve, mas pode afetar algumas pessoas mais gravemente.

Predominante interfalangeano distal (DIP)

A artrite psoriática com predominância interfalangeana distal (DIP) é frequentemente confundida com osteoartrite e envolve as articulações distais dos dedos das mãos e dos pés (as pequenas articulações mais próximas da unha) e pode resultar em alterações nas unhas.

Espondilite

A espondilite é uma inflamação da coluna vertebral e pode causar rigidez no pescoço, na parte inferior das costas, nas vértebras espinhais ou na região sacroilíaca (região pélvica). Isso pode dificultar a movimentação.

Artrite Mutilans

A artrite mutilans é a forma menos comum de artrite psoriática, mas a mais grave, causando degeneração e deformidade. Normalmente, as pequenas articulações dos dedos das mãos e dos pés mais próximas da unha estão envolvidas, mas também pode afetar o pescoço e a região lombar.

Como a artrite psoriática é diagnosticada?

Não existe um teste definitivo para diagnosticar a artrite psoriática. Geralmente é diagnosticado por uma combinação de achados clínicos. O médico pergunta sobre sua história clínica pessoal e familiar de psoríase ou artrite psoriática e realiza um exame físico de suas articulações. Os raios X podem ser feitos para detectar alterações na cartilagem ou lesão óssea.

Os exames de sangue podem incluir taxa de sedimentação para detectar inflamação, fator reumatoide para excluir artrite reumatoide e testes para o marcador genético HLA-B27, que é encontrado em mais de 50% dos pacientes com artrite psoriática com inflamação espinhal. A artrocentese (drenagem de fluido de uma articulação) pode ser realizada.

Qual é o tratamento para a artrite psoriática?

O tratamento da artrite psoriática geralmente envolve uma combinação de medicamentos antiinflamatórios (AINEs) e exercícios regulares, com um fisioterapeuta ou em casa. O aquecimento, alongamento ou aplicação de calor aos músculos antes do exercício, e gelo após o exercício podem diminuir a dor nas articulações.

Se os AINEs não forem suficientes, metotrexato (Rheumatrex, Trexall), corticosteroides e medicamentos antimaláricos podem ser prescritos. Imunossupressores como azatioprina e ciclosporina podem ser usados para modificar a resposta imune.

Agentes biológicos como adalimumabe, etanercepte e secucinumabe têm como alvo áreas específicas da resposta imune e o apremilaste diminui uma enzima que controla a inflamação.

Os pacientes podem precisar usar dispositivos para proteger as articulações e a cirurgia pode ser indicada em alguns casos.

Existe uma cura para a artrite psoriática?

Atualmente, não há cura para a artrite psoriática. Os medicamentos podem ajudar com os sintomas dolorosos e retardar ou interromper a progressão da doença.

É importante para o paciente aprender como seu corpo responde à artrite psoriática e como usar exercícios, medicamentos e outros tratamentos para controlar os sintomas. A vitamina D pode ajudar com a inflamação associada à psoríase.

Uma alimentação saudável beneficia a sua saúde enquanto lhe ajuda a emagrecer, assim como detox caps faz, limpando seu organismo de toxinas e oxidantes desnecessários enquanto diminui seu peso na balança.

E o melhor de tudo isso é que não existem efeitos colaterais, justamente por se tratar de um produto 100% natural. Vale a pena conhecer!

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!