E-mail profissional: 5 dicas para comunicação profissional por e-mail

E-mail profissional: 5 dicas para comunicação profissional por e-mail

Mais de 215 bilhões de e-mails comerciais são enviados e recebidos todos os anos – o correio eletrônico é incontrolável. Quem envia e-mails para o trabalho deve, como acontece com o correio comercial em papel timbrado, também prestar atenção ao formulário, pois com a comunicação por e-mail você pode fazer muita coisa certa e ainda mais errada.

O endereço de e-mail como figura de proa

Antes de enviar um e-mail profissional, você deve obter um endereço de e-mail respeitável. Para ser franco: os endereços como Yahoo são proibidos na vida profissional (não por lei), porque você tem a impressão de que não deu muita atenção ao seu negócio. 

Ao pesquisar um nome, não se deve usar apelidos ou piadas. Qualquer um que use siggi.wuschel@gmx.br não será levado a sério. É melhor se você optar por um endereço de e-mail com seu próprio nome de domínio, como doreen.haller@berlinjob.br. Pergunte a grandes provedores como 1&1 e verifique quais endereços de e-mail ainda estão disponíveis. Geralmente é menos complicado do que você pensa.

A linha de assunto deve ser significativa

Quem envia um e-mail comercial deve ir direto ao assunto, ou seja, informar ao destinatário de forma breve e concisa do que se trata o e-mail. Se a linha de assunto for significativa, o destinatário poderá encontrá-la mais rapidamente ao pesquisar um e-mail – mesmo que não se lembre imediatamente do nome do remetente. 

Uma linha de assunto significativa parece profissional e não parece uma “solicitação de tempo livre”. Muitos clientes de e-mail também permitem que você defina um lembrete caso tenha esquecido a linha de assunto.

Se você não chegar ao ponto, você acaba no cesto de papéis

Nos negócios de hoje, tantos e-mails são recebidos que as caixas de entrada de e-mail estão transbordando. A saudação é tão importante quanto uma carta em papel, mas se você não quer arriscar que sua correspondência vá parar no lixo imediatamente, deve ir direto ao ponto na primeira frase e evitar a todo custo longas apresentações. Resuma todas as informações importantes e formulá-las de forma breve e clara. E use uma saudação educada no final

A assinatura é profissional é exigida

No caso de um e-mail comercial, é essencial garantir que a assinatura no final do e-mail esteja correta. O nome da empresa e do responsável e o endereço comercial não podem faltar – são obrigatórios! 

Os anexos devem ter nomes curtos

Muitos e-mails hoje são enviados em transações comerciais com anexos que contêm fotos ou documentos. O e-mail deve informar ao destinatário que o e-mail possui anexos. 

Os documentos anexos também devem ser mantidos o menor possível, ou seja, enviados em formato compactado (máximo de 3 a 4 MB). Os arquivos PDF são os melhores, pois a maioria dos programas de e-mail enviam esse formato sem problemas. Existe a possibilidade de ter um e-mail profissional gratuito, é saber procurar e analisar bem! 

Como escolher o software certo

Como escolher o software certo de gerenciamento de recepção de condomínio

Que saber como escolher o software de gestão de condomínios certo para você?

A popularidade dos condomínios só cresce devido às vantagens que eles têm sobre as casas familiares convencionais. De um ambiente mais comunitário aos vários serviços que um condomínio pode oferecer, compradores e locatários parecem não ter o suficiente! 

Com tantas coisas diferentes para acompanhar, você pode querer considerar um software de gerenciamento de recepção. 

Manter um calendário mestre digital para funcionários e residentes

A simplificação do gerenciamento de apartamentos começa com o acesso a todos os seus dados importantes em um só lugar. Quando se trata de dados, nada é mais importante do que a programação de suas instalações. A maioria dos programas vem com um calendário básico.

Este calendário permitirá que seus funcionários publiquem e editem os eventos de sua propriedade. Isso permitirá que você acompanhe a manutenção em andamento, além de manter a equipe informada sobre os próximos eventos. Os eventos geralmente podem ser editados e as alterações serão visíveis para todos os funcionários.

Sua instalação tem comodidades? Se este for o caso, certifique-se de ficar de olho no software que possui recursos de reserva! 

 

Além disso, os portais residenciais geralmente têm recursos de calendário comunitário. Com o calendário da comunidade, você pode publicar uma programação de vários eventos que acontecem na comunidade. Isso pode incluir churrascos, festas de aniversário e muito mais!

Bancos de dados digitais de fácil acesso e atualização

O benefício mais óbvio do software de gerenciamento é acompanhar seus residentes. O software de recepção permitirá que você crie e gerencie perfis individuais para cada departamento. Alguns softwares permitem que você atribua diferentes entradas do seu banco de dados a esses perfis. Isso pode ser qualquer coisa, desde violações de estacionamento até cópias de contratos de aluguel. 

 

Quem pode acessar esses arquivos pode ser definido usando controles de acesso. Ao usar controles de acesso, você pode proteger as informações pessoais de seus locatários.

Você poderá atribuir vagas de estacionamento e depósito de bagagem para os residentes. 

 

A papelada não é apenas um incômodo; também pode aumentar sua sobrecarga. Felizmente, o software de gerenciamento pode digitalizar sua burocracia! A maioria dos programas terá a capacidade de armazenar documentos padrão, bem como criar várias formas de documentos. Formulários e relatórios são geralmente gerados automaticamente. Você também pode automatizar o envio de recibos aos moradores.

Torne-se totalmente digital com gerenciamento de propriedade virtual

Você sabia que a combinação certa de software de gerenciamento de recepção e hardware certo pode tornar seu gerenciamento de propriedade completamente virtual?

No entanto, nem todo software é capaz disso. Apenas algumas marcas de software de gerenciamento de recepção oferecem suporte ao gerenciamento de propriedade virtual.

Seja por meio de um quiosque instalado em seu saguão ou pela câmera do telefone do seu cliente, o software de gerenciamento virtual permitirá que você ainda se comunique cara a cara com os moradores. Muitas vezes, o software também possui os mesmos recursos dos programas de call center, permitindo que você enfileira e transfira chamadas conforme necessário.

 

Se você trabalha com uma empresa de segurança, também pode conversar com eles sobre serviços de concierge virtual. Alguns softwares de gerenciamento de recepção oferecem suporte a concierge virtual por padrão. Esses serviços permitem que você se comunique cara a cara mesmo à noite. Mover alguns cargos administrativos para um escritório remoto pode ajudar a reduzir seus resultados. Pense desta forma: se você tem uma equipe administrativa dedicada que atende seu imóvel remotamente, seu gerente de recepção terá mais tempo para atender às necessidades de seus moradores!

Encontrando o software de gerenciamento 

Os benefícios proporcionados pelo software de gestão de propriedades são inúmeros. Você não apenas pode otimizar seu trabalho para reduzir a sobrecarga, mas também pode mudar algumas posições para um escritório remoto para economizar ainda mais dinheiro!

Embora existam muitas opções de gestão de condomínio de recepção no mercado, apenas algumas delas possuem todos os principais recursos descritos acima em um único pacote.

 

google ads

Como criar uma campanha de anúncios do Google para superar seus concorrentes

O marketing digital a cada dia se torna mais a fonte de investimento das empresas. Empresas investem pesado em Consultorias SEO, Agências de Link Building e Compra de Backlinks para posicionar sites no Google organicamente, em mídia paga (Google Ads e Facebook Ads) e em mídias Sociais. Mas você não precisa pagar mais para vencer a concorrência. Você só precisa das estratégias certas para criar uma campanha de anúncios do Google que deixe você vender mais e pagar menos.

Esteja você procurando desde vender acessórios para animais de estimação até produtos SaaS, os anúncios pay-per-click são uma das maneiras mais eficazes de atingir seu público-alvo.

Seus concorrentes também estão pagando – e podem ter orçamentos muito maiores. Ou, eles podem ter uma marca mais forte, para começar, facilitando a obtenção de clientes por meio de anúncios pagos.

Este artigo fornecerá o que você precisa saber para criar uma campanha bem-sucedida do Google Ads que se destaque e ajude a superar seus concorrentes,

O ROI médio dos anunciantes do Google é de R$ 2,00 em receita para cada R$ 1,00 de gasto. É o suficiente para experimentar os anúncios do Google?

Embora altamente eficazes, o Google Ads também é uma das áreas mais complexas do marketing digital, como qualquer profissional de marketing de PPC pode lhe confirmar.

As listas de palavras-chave podem ser longas, existem dezenas de opções de segmentação e campanhas erradas podem desperdiçar milhares de reais preciosos.

Além disso, sua empresa não é a única que está pagando para alcançar os clientes.

 

Descobrir quem é realmente a sua concorrência

Com muita frequência, as marcas fazem suposições sobre com quem estão competindo.

Às vezes isso é emocional – por exemplo, você quer ter mais sucesso do que alguém que começou na mesma época que você ou se formou na mesma faculdade. Outras vezes, as marcas apenas assumem que os nomes que mais ouvem são seus maiores concorrentes.

Mas, pode haver alguns que você não considerou.

Para descobrir quem realmente é a sua concorrência, o primeiro passo é uma boa e antiga pesquisa no Google sobre as principais palavras-chave relacionadas ao seu setor.

Digamos que você gerencie uma loja online que vende suprimentos para animais de estimação (Petshop).

Neste caso, a competição é somente nos resultados orgânicos e Google meu negócio, que mostra a empresa loja animal em destaque.

Esse é um termo-chave bastante amplo, no entanto. Vejamos os resultados de um item específico, como uma coleira de cachorro:

cachorros

Agora ao lado direito existem vários anunciantes vendendo este produto.

Petlove está no topo dos resultados orgânicos. Nos anúncios patrocinados encontramos Zee Dog, Petlove, Cobasi e Dogopets.

Todos eles são concorrentes e se você possui uma empresa pequena e em crescimento provavelmente não conseguirá competir com eles em volume de verba disponível para investimento.

Você precisará fazer uma chamada estratégica aqui – talvez você não faça lances para os principais termos da coleira, mas faça lances para termos nos quais você pode classificar e, em seguida, use seu site para aumentar as conversões nas coleiras.

Tudo depende dos seu negócio, é claro, mas a lição aqui é que você precisa saber quem são seus concorrentes reais antes de poder construir uma estratégia eficaz.

Caso contrário, você poderá desperdiçar milhares de reais em uma estratégia do Google Ads que não funcionará.

 

Compreenda mais profundamente sua concorrência

Depois de entender quem realmente é a sua concorrência, é hora de descobrir quais estratégias eles estão usando para ter sucesso.

O objetivo desta etapa é aprender, portanto (por enquanto) concentre-se nas empresas que estão se saindo melhor que você.

 

Use o Planejador de palavras-chave do Google

A ferramenta Planejador de palavras-chave do Google é uma mina de ouro para especialista em SEO ou Agência de SEO, além de profissionais de pesquisa paga.

Você pode pesquisar até 10 termos-chave de cada vez para entender se vale a pena oferecer algo.

A ferramenta fornece informações sobre a frequência com que os principais termos são pesquisados, estimativas de lances e fornece uma ideia de quão competitivo é cada termo.

Você também pode incluir seu site para obter sugestões de termos-chave mais personalizados.

Por exemplo, termos de comida de gato e comida de cachorro têm muita concorrência. Para marcas menores sem um orçamento pesado de PPC, esses termos podem estar fora de alcance.

No entanto, o Planejador de palavras-chave também pode ajudá-lo a encontrar algumas palavras com custo mais baixo. Ao classificar a concorrência de baixo para alto, você pode ver que existem vários termos-chave com uma concorrência muito menor.

“Filhote de cachorro continua derramando água” pode ser uma boa palavra-chave para um prato de água mais alto, por exemplo.

“Como fazer meu cachorro urinar no lugar certo” pode ser um termo que você pode segmentar com um anúncio um produto que auxilie cachorros a urinar em local adequado.

Esses termos mostram menos intenção de compra, para ser justo. Mas ainda pode valer a pena considerar.

A ferramenta de planejamento de palavras-chave passou por várias alterações recentemente. Se já faz algum tempo desde que você usou a ferramenta, talvez seja hora de aprimorar seus conhecimentos.

 

Use ferramentas de terceiros

Embora a ferramenta Planejador de palavras-chave do Google forneça uma grande quantidade de informações, você precisará trazer todo tipo de recurso quando estiver tentando ter sucesso com anúncios do Google.

SEMrush e Spyfu são ferramentas fantásticas que oferecem uma quantidade imensa de informações que você simplesmente não encontrará em uma ferramenta gratuita.

O SEMrush fornece dados sobre os principais termos de volume de pesquisa, CPC, tendências e muito mais. Ele também fornece exemplos de anúncios da concorrência (para que você possa ver o que outras marcas estão fazendo), resultados de pesquisa orgânica, termos-chave relacionados e muito mais.

É um pouco caro, mas existem muitos recursos além da pesquisa de palavras-chave que a tornam útil. Além disso, há uma avaliação gratuita de 7 dias.

SpyFu é tudo sobre descobrir o que seus concorrentes estão fazendo.

Você pode descobrir exatamente quais termos principais eles estão usando, quanto pagaram e quantos cliques receberam.

Isso significa que você pode ver o que funciona e pode até se poupar de testar uma estratégia que fracassará. Você também pode usar o Spyfu para identificar e rastrear marcas emergentes antes que elas assumam o controle.

O Spyfu fornece recomendações individuais para ajudá-lo a melhorar as campanhas, sugerindo palavras-chave que você ainda não está segmentando.

 

Pergunte por que

As ferramentas acima fornecerão enorme quantidade de informações, mas o que você fará com essas informações?

Agora é hora de perguntar: Por que seus concorrentes estão vencendo você? É fácil supor que eles simplesmente tenham mais dinheiro para gastar.

Mas, um pouco de autorreflexão irá percorrer um longo caminho aqui. Observe todos os aspectos – os termos que eles usam, as imagens que incluem, para onde vão os links etc.

Você pode usar a mesma estratégia ou similar, talvez em uma palavra-chave menos competitiva que eles não estejam alvejando?

 

Dê uma olhada em seus principais termos

A seleção das palavras-chave certas para sua campanha é fundamental para exibir seus anúncios aos clientes certos e é uma etapa básica que geralmente é negligenciada.

Comece criando uma lista das principais categorias da sua empresa e procure palavras ou frases que se enquadram em cada uma dessas categorias. Certifique-se de incluir as palavras que seus clientes usariam para descrever seus produtos ou serviços.

Para ficar com o exemplo do pet shop, você pode começar com algumas categorias básicas que os clientes usariam, como “comida de cachorro”. Termos-chave gerais geralmente são altamente competitivos.

Você também pode adicionar “ração seca” e “ração úmida” se descobrir que estes são termos comumente usados. Expanda sua lista ainda mais, incluindo nomes de marcas e produtos de itens que você carrega, como “Ração para cachorros purina”, entre outros.

Outra maneira de encontrar termos importantes é revisando os dados de pesquisa interna do site.

Você pode descobrir, por exemplo, que muitos usuários pesquisam “comida de gato para gatos siameses” ou “comida de cachorro sem grãos”. Podem ser termos que você deve considerar como segmentação.

Não se esqueça de revisar regularmente seus principais termos negativos para reduzir os gastos com anúncios em termos não relevantes.

A maioria dos profissionais de marketing não se preocupa em configurá-los ou define palavras-chave negativas uma vez e os esquece. Não cometa este erro!

 

Lance com termos de marca

As palavras-chave da marca podem ser termos de pesquisa que incluem o nome da sua marca ou o nome da marca do concorrente. Pode parecer inútil definir lances para sua própria marca, especialmente quando você acha que seu posicionamento orgânico terá uma classificação alta.

Se não, seus concorrentes aparecerão – e os anúncios deles serão exibidos acima das páginas orgânicas que você trabalhou duro para classificar.

A segmentação por termos de marca também facilita o envio de visitantes para uma página de destino segmentada, o que permite abordar pontos problemáticos muito específicos.

Pode parecer arriscado, mas você não quer arriscar que um concorrente roube os clientes que procuram sua marca.

 

Melhore seu Índice de qualidade

O Índice de qualidade é uma classificação que o Google usa para mostrar a relevância e a qualidade do seu anúncio.

A composição desse índice de qualidade começa desde a qualidade, estabilidade, velocidade da sua página até a qualidade dos seus anúncios. Fatores como uma boa hospedagem de site, um código leve e otimização de imagens e textos pesam neste momento.

Se os clientes clicarem constantemente em um complemento apenas para se perderem em um labirinto de conteúdo não relacionado, seu índice de qualidade sofrerá. E embora a criação de um anúncio de alta qualidade faça sentido lógico, há outro benefício a ser lembrado.

Na maioria dos casos, um índice de qualidade mais alto se correlaciona com um menor custo por conversão.

Lembre-se de que um ótimo Índice de qualidade é o Google, afirmando que seu anúncio atende às necessidades de seus clientes em potencial. Quando isso acontece, o Google cobra menos por clique – e você provavelmente verá uma taxa mais alta de conversões.

Comece criando páginas de destino dedicadas e usando inserções dinâmicas de palavras-chave para tornar seus anúncios mais relevantes. Apenas essas pequenas alterações podem economizar muito dinheiro com gastos com anúncios, aumentando seu Índice de qualidade.

 

Melhore sua estratégia de conversão

Em uma campanha bem-sucedida do Google Ads, os anúncios são apenas metade da equação.

Depois de ganhar esse clique, o que acontece?

  • Você os leva para uma página de destino ou sua página inicial?
  • Como você se envolve com eles?
  • Como você facilita o check-out?
  • Você pede um endereço de e-mail ou oferece uma consulta gratuita?
  • Você oferece um desconto ou avaliação gratuita para incentivá-los a dar o próximo passo?
  • Você está oferecendo aos clientes informações suficientes sobre os produtos ou serviços que você oferece?
  • Você inclui sinais de confiança, como HTTPs?
  • Você inclui a prova social e cases de clientes?

Depois de melhorar seus anúncios, você precisa garantir que você melhore todas as partes do processo de conversão.

 

Conclusão

O Google Ads pode ser um negócio cruel.

As marcas fazem lances para outras marcas, os profissionais de marketing gastam milhares de reais tentando novas estratégias e apenas os dois ou três principais anúncios obtêm tráfego real.

Pode ser frustrante, mas (felizmente) os índices de qualidade nivelam bem a disputa.

Não se preocupe em não ter o mesmo investimento de grandes players de seu mercado.

Preocupe-se em criar um anúncio segmentado e em fornecer aos clientes as informações necessárias para tomar uma decisão informada.

E, independentemente do desempenho da sua campanha atual, verifique se você está testando e tentando novas estratégias.

Isso o manterá um passo à frente da concorrência.

Visite também: webtrends.net.br/agencia-de-branding

Tráfego Pago

O que é tráfego pago?

Resumindo, entenda a seguir o que é o tráfego pago e como ele pode impulsionar o seu negócio.

Hoje em dia, o marketing digital está em alta e muitas pessoas estão investindo em recursos específicos para tornar seus negócios mais ativos e gerar tráfego pago.

Veja nossos anúncios diários do Google como exemplo. Quando inserimos uma palavra-chave, alguns sites aparecem com um ícone de “anúncio” na parte superior, indicando que este é um resultado patrocinado.

A diferença entre o tráfego pago e o tráfego orgânico é que não há custo direto para o tráfego orgânico, ou seja, as pessoas visitam a página ou perfil separadamente porque já conhecem ou recebem instruções.

O problema do transporte orgânico. A competição é tão acirrada, principalmente na área de marketing digital, por exemplo, chegar à homepage do Google não é fácil.

O tráfego pago é essencial para quem deseja utilizar seus resultados na Internet, afinal, com links patrocinados, podemos diferenciar nossos produtos e serviços de outros concorrentes.

Obviamente, como todo empreendedor do mundo, seu maior sonho é crescer e ganhar muito dinheiro, certo? No entanto, para fazer isso, você precisa adquirir novos clientes. Sem mencionar seus produtos ou serviços. Como outros aspectos importantes do seu negócio, eles devem atender às necessidades do mercado.

Acontece que no marketing digital, temos uma variedade de recursos que podem gerar muitas vendas mensais, mas como você pode imaginar, você precisa saber como adotar estratégias em seu negócio para garantir que novos usuários obtenham seus produtos.

Com isso em mente, tendemos a usar tráfego orgânico e tráfego pago para encontrá-lo na Internet. Hoje quero compartilhar com vocês algumas das boas maneiras de gerar tráfego pago para o seu negócio.

O que é tráfego pago?

Em primeiro lugar, o tráfego de marketing digital está relacionado ao tráfego de pessoas que visitam sua página na Internet. Em outras palavras, cada usuário que visita seu site, blog, mídia social, etc. equivale a uma parte do seu tráfego.

Como o objetivo do negócio digital é atingir um grande número de usuários na Internet, é necessário adotar algumas estratégias para aumentar o número de visualizações a fim de converter o número de visualizações em vendas.

O tráfego pago em si é uma estratégia de investimento para aumentar o tráfego da página ou do site.

Portanto, para atrair um grande número de usuários para usar este recurso, você deve pagar pela publicidade.

A vantagem de escolher o tráfego pago é que os resultados são quase instantâneos e seus anúncios geralmente aparecem em locais privilegiados na Internet.

 

O Google Ads é uma das plataformas mais utilizadas pelos profissionais para gerar tráfego pago. Portanto, o objetivo é aparecer no topo dos resultados de pesquisa no Google e em sites relacionados.

A maior vantagem do Google é que você só pode pagar quando alguém clica no seu anúncio, não quando o anúncio é exibido. Essa escolha vai economizar muito dinheiro.

Outra vantagem é que o Google fornece muitos dados e indicadores importantes para quem precisa fazer A / B. Você também pode determinar sua direção; palavras-chave a serem usadas, tais como frases de chamariz e muito mais!

Sim, sem falar que o Google pode criar diversos formatos de anúncios. Vale a pena tentar!

Anúncios no Facebook

A segunda ferramenta para obter tráfego pago na Internet são os anúncios no Facebook.

O Facebook é uma via de mão única para quem começa a investir em links patrocinados para desenvolver seu negócio digital.

Você pode combinar anúncios do Facebook com anúncios do Google, especialmente para remarketing. Além disso, você também pode usar anúncios do Facebook para criar anúncios do Instagram.

As opções de segmentação são muito semelhantes às do Google, e os métodos de pagamento e gerenciamento de eventos também são muito flexíveis.

Publicidade no YouTube

Outra ótima maneira de obter tráfego pago na Internet é usar a publicidade no YouTube, que, na verdade, faz parte do Google Ads. Você pode criar e gerenciar anúncios do YouTube por meio da plataforma do Google.

Você já sabe que o YouTube é uma grande vitrine para negócios digitais, porque o vídeo é o formato mais lucrativo da Internet. Portanto, vale muito a pena utilizar este tipo de conteúdo para promover o seu negócio. Saiba mais sobre o Youtube.

LinkedIn Ads

É famoso por ser utilizado por profissionais que desejam se conectar com outros profissionais. Também possui uma função de link patrocinado, que é.

Mas o importante é que a quantidade de cliques no LinkedIn é mais barata que a outra sites, então vale a pena considerar Investimento, essas são apenas algumas das fontes de trafego que conhecemos hoje, existem muitas outras que podem impulsionar ainda mais a presença do seu negócio virtualmente, o legal do trafego pago é a rapidez que ele proporciona no alcance dos seus objetivos.

Antes de sair por aí investindo em tráfego pago é importante entender como funciona esse mercado.

agencia-digital

O que esperar de uma Agência de Marketing

Estima-se que 1 trilhão de dólares seja canalizado por meio de agência de marketing e publicidade, o que, por sua vez, estimula uma grande parte de nossa economia global. *

Agora, mais do que nunca, as empresas estão fazendo parceria com agências que podem ajudá-las a entender toda a comoção que vem de um mundo complexo e movido a dados, consumidores sobrecarregados e pressão por desempenho.

 

Espere um Parceiro Estratégico

Há algum tempo aqui na Webtrends, sentimos que a mentalidade do cliente estava mudando; descobrimos que o próprio termo agência de marketing é confuso e que os clientes não precisam necessariamente de uma agência em si. Afinal, não faltam pessoas talentosas e criativas no mundo!

Em vez disso, os clientes precisam de parceiros estratégicos e é nossa responsabilidade dar às pessoas o que elas precisam, nem sempre o que desejam.

Às vezes, nos encontramos em posições difíceis em que inegavelmente “falamos sobre o trabalho”. Isso acontece tanto durante a prospecção, quanto com os clientes existentes. Este é um verdadeiro custo de fazer negócios para a agência de marketing moderna.

 

Espere mais do que bens / serviços criativos

Não podemos e não iremos nos ver apenas como fornecedores ou vendedores. Para entregar o valor ideal aos nossos clientes, podemos ter que negar pedidos e resistir ao impulso de ser o “eco agradável” na sala. Sabemos onde está nosso assento na mesa: de frente para o cliente, com um ouvido na discussão interna e outro na rua para melhor defender o trabalho que maximizará os recursos em campanhas mais eficazes e mensuráveis.

Os clientes da Webtrends imaginam “o que pode ser” e merecem resultados positivos e econômicos. Como empresa, temos o compromisso de ajudar nossos clientes a realizar e manter altos níveis de desempenho individual e organizacional. Ao fazer isso, cada um de nós em nossa agência de marketing tem o compromisso de fornecer mais do que apenas serviços e produtos de alta qualidade.

Há alguns anos atrás, desenvolvemos pela primeira vez nosso Modelo de Responsabilidade do Cliente (mostrado abaixo) para ilustrar como nossa agência apoia os clientes:

 

Direção estratégica

Os clientes da Webtrends encontrarão o máximo valor em nossos serviços quando fornecermos consultoria contínua e agirmos como uma autoridade confiável. Compartilharemos nossas opiniões e experiências profissionais não apenas para formular relacionamentos mutuamente benéficos, mas também para sustentá-los.

 

Perspectiva Fresca

A experiência vem em todos os tipos de formas e tamanhos. Ao compartilhar nosso portfólio eclético, experiências pessoais e recursos, oferecemos aos clientes uma nova perspectiva. Isso dissipa o paradoxo “muito perto de casa” e permite um diálogo multilíngue que se traduz em engajamento e ação.

 

Criatividade

Einstein um disse: “Criatividade é ver o que todo mundo viu e pensar o que ninguém mais pensou”. Como uma agência de marketing, a Webtrends fornecerá ideias novas e originais (não apenas citações extravagantes) para diferenciar os clientes e estimular os consumidores em uma era de competição e mídia incessantes.

 

Implementação

Uma fazenda sem fazendeiro é um pedaço de terra a caminho de se tornar uma floresta bem densa. A questão é: ideias criativas são inúteis a menos que sejam usadas. É nossa responsabilidade, como agência de marketing, garantir que nossas ideias sejam concretizadas no prazo e dentro do orçamento.

 

Resultados Medidos

Fornecemos relatórios provisórios para que os clientes possam ver onde os recursos foram investidos e avaliar nosso desempenho geral. Tudo é contabilizado, incluindo nosso tempo, despesas de desenvolvimento e muito mais para mostrar a você um verdadeiro custo por lead (CPL) e retorno do investimento (ROI).

 

Espere responsabilidade / prestação de contas

Muitas luas atrás, quando éramos uma fração de quem somos hoje, nossa pequena equipe executiva teve um debate acalorado. Foi por causa de um cliente importante para o qual tínhamos feito muitos “projetos”. Estávamos agora no meio do gerenciamento de uma campanha de marketing online completa. As coisas estavam indo, mas não conforme o planejado, principalmente porque não havia um plano real.

Daquele dia em diante, fizemos uma promessa importante: todo projeto precisa de um plano detalhado. E cada atividade definida no plano do projeto precisa declarar claramente o que estamos fazendo, por que estamos fazendo, quem é o responsável, quando a atividade será concluída e o que esperamos obter com ela.

A cultura baseada na responsabilidade / prestação de contas é um grande diferencial para as agências. No entanto, nem todas as agências fazem as duas coisas bem, nem entendem as principais diferenças:

Como cliente, você deve esperar que sua agência de marketing forneça quem é responsável por quê e tenha mecanismos para responsabilizar os responsáveis. Caso contrário, como você realmente sabe para onde seu dinheiro está indo?

Fornecer responsabilidade / prestação de contas não precisa ser superestimado. Um plano de projeto simples pode consolidar pontos de interrogação, colocar todos na mesma página e manter o cliente informado.

Você não precisa simplesmente contratar uma agência para projetar um bom carro e um roteiro detalhado. Você contrata uma agência para avaliar todas as estradas possíveis, projeta e dirige o carro mais eficiente (com sua espingarda) e, ao chegar ao seu destino, mostra o hodômetro, verifica o combustível, faz a rotação dos pneus e ajuda a planejar a próxima jornada. Você contrata uma agência de marketing ou uma consultoria em marketing para chegar ao seu destino com mais rapidez e menos obstáculos. Você deve esperar que eles nunca ponham as coisas no “controle de cruzeiro”.

Como obter mais pacientes para sua clínica – recomendado pelos principais profissionais de marketing médico

Os pacientes são a força vital de sua prática médica. Você não pode sobreviver sem eles e não será capaz de expandir seus negócios sem adquirir mais.

Dependendo da natureza de sua prática médica, você precisará de um fluxo constante de novos pacientes para sua clínica para ter sucesso. A taxa de novos pacientes substituindo aqueles que não precisam mais de seus serviços será diferente para cada proprietário. No entanto, é seguro dizer que a base de pacientes que você não tem não será idêntica daqui a 12 meses. Abaixo estão algumas dicas e sugestões para trazer mais pacientes pela sua porta da frente e para o seu consultório médico.

Buscando um bom provedor de Marketing para Médicos? Confira agora mesmo.

Atinja as necessidades e expectativas de pacientes em potencial em sua comunidade.

Não existem duas comunidades iguais. Cada local tem um conjunto diferente de necessidades de saúde exclusivas. Sua clínica deve ser capaz de atender ao maior número possível dessas necessidades. Depois de compreender as necessidades de seus pacientes em potencial na comunidade, você poderá direcionar melhor seu marketing para capturá-los. No entanto, você não deve se concentrar apenas nas necessidades da comunidade, mas também em suas expectativas. Os pacientes têm certas expectativas em relação aos seus profissionais de saúde. Você pode fornecer um serviço que atenda a uma necessidade, mas se eles não receberem o que esperam, não serão pacientes leais. Eles continuarão procurando uma solução de saúde que atenda às suas expectativas e necessidades.

Analise o sentimento da comunidade que você atende para aprofundar sua compreensão de suas necessidades.

Para desenvolver um marketing mais eficaz, pesquise o sentimento de sua comunidade para ver quais são suas expectativas em relação à saúde na área. Você pode descobrir que eles são historicamente mal atendidos em uma área ou que tiveram experiências universalmente ruins no passado. Você pode usar essas informações para promover sua prática médica para que esta comunidade possa obter os cuidados médicos de que precisa. Você pode precisar se envolver com os líderes comunitários locais para obter uma compreensão mais aprofundada das necessidades de saúde da área que você está servindo.

Identifique o melhor público-alvo para sua prática médica.

Embora deva ser o objetivo de sua prática ser amplamente reconhecido em sua comunidade, nem todos que vivem lá podem precisar de seus serviços. Portanto, você deve identificar seu melhor público-alvo para seus esforços de marketing. Por exemplo, se você é um pediatra, é provável que não obtenha muito retorno sobre o investimento anunciando uma unidade de vida assistida. Conheça o público, a demografia e as necessidades de seu público-alvo, e você obterá o máximo de seus esforços de marketing. Dependendo da natureza da sua prática médica, você pode ter vários públicos-alvo que podem ou não se sobrepor. Em vez de ter um público geral para atingir, tente dividi-los em grupos. As campanhas de marketing mais personalizadas para um público-alvo costumam ser muito mais eficazes na conversão de pessoas em seus pacientes.

Crie um programa de referência de pacientes simplificado e simples que incentive as referências

Frequentemente, a forma mais potente de marketing são as recomendações de pacientes reais que vieram ao seu consultório médico. Um panfleto chamativo ou um anúncio de pesquisa do Google escrito profissionalmente atrairá mais atenção, mas alguém que visitou sua clínica fisicamente e recebeu tratamento em sua clínica. Uma recomendação boca a boca de um de seus pacientes tem uma taxa de conversão muito alta. Os pacientes que apreciam muito seus serviços provavelmente irão recomendá-lo a outras pessoas. Ainda assim, é muito benéfico para você ter um sistema simplificado que incentive as referências e as receba rapidamente. Para promover seus números de referências, forneça algum incentivo aos seus pacientes. Verifique as leis e regulamentações locais sobre os tipos de incentivos que você pode oferecer, mas quanto mais você fizer seus esforços valerem a pena, maior será a probabilidade de obter referências.

Do outro lado desse processo, sua prática precisa tratar as referências com cuidado extra. Se um paciente encaminhado tiver uma experiência negativa em sua clínica, é improvável que ele volte novamente. Pior ainda, se voltar para o paciente que encaminhou que seu amigo teve uma experiência terrível, ele não vai encaminhar as pessoas novamente e pode até deixar como seu paciente. Pacientes encaminhados por outros pacientes precisam ser destacados para que possam prestar o melhor atendimento possível.

Desenvolva um relacionamento com outras práticas de encaminhamento. 

É improvável que sua prática médica possa fazer tudo. Você não é um sistema hospitalar regional de vários condados! A boa notícia é que outras práticas médicas também não podem fazer tudo. Trabalhe para encontrar colegas em sua área que possam fornecer serviços em áreas que você não cobre. O ideal é que vocês se complementem para que possam encaminhar os pacientes uns aos outros. Trabalhe para estabelecer relações de referência com vários outros médicos da área, para que haja um fluxo constante de referências de outras práticas médicas.

A chave para referências de outras práticas é tornar o processo o mais fácil possível para o médico e paciente que está encaminhando para você. Um médico deve ser capaz de enviar de forma rápida e fácil todos os registros médicos para a sua localidade para serem analisados ​​pelo seu provedor. Idealmente, o paciente deve ser capaz de preencher o mínimo de papelada possível. Os formulários devem ser enviados a eles para preenchimento online ou os registros enviados devem ser copiados para o arquivo em seu consultório médico. Novamente, certifique-se de que esses pacientes recebam o melhor serviço possível. Uma experiência negativa pode retardar ou interromper completamente os encaminhamentos futuros de um médico para o seu local.

SEO White Hat vs SEO Black Hat – Definições e Diferenças

No profissional SEO (SEO), é habitual distinguir dois tipos de práticas:

  • SEO White Hat,
  • E SEO Black Hat.

Por que então falar de BlackHat e WhiteHat? Então vamos saber técnicas que agência de SEO usa.

BlackHat e WhiteHat, isso vem da era dos filmes em preto e branco em Hollywood. Para distingui-los bem, os bons cowboys sempre usavam chapéu branco e os bandidos, preto. No Marketing Digital, os chapéus brancos cumprem as recomendações do Google (e de outros mecanismos de pesquisa). Pelo contrário, os chapéus pretos exploram pontos fracos nos algoritmos dos mecanismos de busca.” Inbounder Marketing.

Apenas uma coisa é certa: as técnicas de referência natural evoluem constantemente de acordo com as incessantes atualizações dos algoritmos dos mecanismos de busca.
Então, alguns jogam práticas boas e outros com práticas ruins.

Para gerar resultados imediatos, as técnicas do “SEO Black Hat” exploram as falhas desses algoritmos.
Mas não é sem riscoDe fato, você pode sofrer uma queda repentina de suas posições no Google durante a próxima atualização dos algoritmos dos mecanismos de pesquisa, que corrigem uma das falhas que você explorou.
Sob essas condições, entender as diferenças entre essas duas abordagens de SEO pode impedir que você cometa erros fatais em sua classificação.

O que é o White Hat SEO?

De acordo com o definições de marketing, uma prática de “chapéu branco” é uma técnica de referência natural considerada compatível e ética pelos mecanismos de pesquisa e profissionais de SEO.

Concretamente, coloque-se no lugar do Google, se seu objetivo é fornecer uma resposta correta e o mais completa possível quando lançamos uma consulta em seu mecanismo de pesquisa.

De fato, se suas respostas não forem boas, os internautas procurarão outra maneira que o Google para fazer suas perguntas.

Além disso, mesmo que os algoritmos de SEO estejam muito avançados hoje em dia, eles ainda podem ser aprimorados.
É por isso que, na busca pela qualidade, os mecanismos de pesquisa atualizam constantemente seus algoritmos para nos fornecer resultados ainda mais relevantes, legítimos e confiáveis.
Os especialistas em SEO Black Hat encontram soluções alternativas para aproveitar os pontos fracos do algoritmo. No entanto, uma vez que essas fraquezas foram identificadas pelo Google ou pelo Bing, os algoritmos são atualizados.
É o gato e o rato!
Para evitar ser “pego”, respeite as regras de referência natural, obviamente, isso requer mais tempo e esforço, mas sempre compensa a longo prazo.
E para estar de acordo com a missão do Google, todas as técnicas do “SEO White Hat” visam gerar tráfego orgânico sem artifícios, graças ao conteúdo de alta qualidade que responde perfeitamente à solicitação do usuário da Internet.

Quais são as boas táticas de SEO

Aqui estão 4 linhas de pensamento para a prática do “SEO White Hat”.

1. Obtenha links de entrada de qualidade

Um site que referencie seu conteúdo inserindo um link para ele é uma garantia de qualidade. Na verdade, ele achou tão interessante que apontou para o público.

É por isso que os mecanismos de pesquisa consideram esses backlinks como um “voto de confiança”.
O Google especifica que esses backlinks devem ser adquiridos naturalmente. Em outras palavras, o volume de obtenção desses backlinks deve ser sem pico e os sites que os inserem devem ter conteúdo relevante com o seu.

2. Publique qualidade e conteúdo exclusivo

Se o seu conteúdo for de qualidade, ele necessariamente fornecerá a resposta para a pergunta do usuário. Por outro lado, o conteúdo ruim fornece uma resposta parcial.
Não há uma definição precisa de “qualidade” ou “ruim”. De fato, depende do conteúdo presente nas páginas exibidas ao mesmo tempo que as suas.

Por isso, comece analisando o conteúdo que aparece na primeira página do Google e tente tornar o conteúdo ainda mais relevante.

Observe que seu conteúdo também deve ser exclusivo. Não se trata de copiar e colar, nem mesmo de conteúdo parcial das páginas concorrentes.

3. Use palavras-chave de alto potencial sem colocá-las em suas páginas

Uma prática é encontrar palavras-chave com alto potencial. Essas são, portanto, consultas com um volume mensal significativo de pesquisas e para as quais a dificuldade de alcançar a primeira página é possível.
Use uma ferramenta como Ahrefs, por exemplo, que fornece essas informações e uma lista de ideias de palavras-chave relacionadas.
Em seguida, para facilitar o entendimento do seu conteúdo pelo Google, coloque a palavra-chave (ou frase-chave) com moderação em locais estratégicos do seu conteúdo, como o título, o texto alternativo das imagens etc.
Tecnicamente, todos esses lugares estratégicos são na verdade tags HTML que os mecanismos de pesquisa podem identificar facilmente. Por exemplo, se o título contiver a frase-chave “Produto de clareamento dental“, é a priori, o conteúdo fala dessa técnica de clareamento dental.
Verifique se a palavra-chave usada para o seu conteúdo está presente nessas tags.
Novamente, você pode usar uma ferramenta como o Yoast no WordPress, que serve como uma lista de verificação para verificar se esse trabalho de SEO na página é bem feito.
Nota : verifique se o seu texto é legível por humanos. Dessa forma, você evita a palavra-chave síndrome de enchimento.

4. Forneça ao seu site uma arquitetura clara

A arquitetura de um site representa a organização de todo o conteúdo do seu site.
De fato, é um pouco como no supermercado, existem prateleiras e os produtos são classificados por categoria. Seu conteúdo deve ser organizado para que um ser humano possa navegá-lo facilmente.
Por fim, os links internos entre o seu conteúdo também devem ser “naturais”. Na maioria das vezes, eles apontam para artigos sobre o mesmo tema ou mesmo sobre o mesmo tema sub-sub-sub-sub ….
Tudo isso ajuda os internautas em seu processo a entender o que você tem a oferecer. Por isso, é importante que sua arquitetura seja o mais simples possível e que o Google leve esse componente em consideração.
Além disso, uma boa arquitetura também ajuda os robôs do mecanismo de pesquisa a rastrear seu site. Para guiá-lo, o Google fornece algumas diretrizes gerais para encontrar, indexar e classificar o site da sua empresa. O mesmo vale para o Bing, que também fornece um conjunto de regras de orientação .

O que é o Black Hat SEO?

De acordo com as Definições de marketing , uma prática chamada “Black Hat SEO” é uma técnica de SEO natural considerada questionável, antiética e / ou punível pelos mecanismos de busca.
O “SEO Black Hat” combina estratagemas projetados apenas para máquinas e seus algoritmos sem pensar nos leitores. Para mim, é “trapaça” obter resultados rapidamente.

O uso das técnicas “Black Hat” geralmente é muito eficaz na obtenção de tráfego muito alto por um tempo limitado. Por outro lado, usando essas técnicas, seu site pode ser penalizado.
Ou, em alguns casos, pode ser completamente des indexado dos resultados do Google na próxima vez que os algoritmos forem atualizados.

Essa abordagem sempre leva a páginas indesejadas para usuários da Internet, arruinando suas chances de criar algo duradouro.

Algumas técnicas de SEO Black Hat para evitar

  • Publique conteúdo duplicado  ou sugue conteúdo de outros sites,
  • Automatize a publicação de conteúdo sem valor para os usuários,
  • Crie milhares de links usando o software para criar uma infinidade de backlinks de baixa qualidade em muito pouco tempo,
  • Desqualifique um concorrente denunciando-o incorretamente como um usuário das técnicas do “Black Hat”. É o aspersor aspergido!
  • Configure páginas de satélite . Uma página de satélite é uma página criada especificamente para “seduzir” os algoritmos dos mecanismos de pesquisa e, em particular, os usados ​​pelo Google. Eles desempenham o papel de divulgar com palavras-chave para redirecionar para outro site não relacionado,
  • Inclua texto invisível em suas páginas (oculto por uma imagem ou da mesma cor que o plano de fundo),
  • Use scripts que exibam conteúdo diferente, dependendo se o visitante é um robô do Google ou um ser humano. Essa técnica é chamada de “camuflagem”!
  • Use programas robóticos  como alguns SEOs “Black Hat” fazem para enviar spam a fóruns ou postar comentários em blogs.

Em resumo, o “SEO Black Hat” tira proveito da “fraqueza” dos algoritmos dos mecanismos de pesquisa. Ao explorar suas falhas, os resultados obtidos são surpreendentes.
Mas, como sempre há um mas, qualquer falha está destinada a ser preenchida. Você pode ser penalizado na próxima vez que os algoritmos forem atualizados.

Conclusão sobre “SEO White Hat” versus “SEO Black Hat”
Em resumo, o SEO é uma corrida rápida para chegar ao topo da primeira página dos resultados do Google.
Foi assim que nasceu a otimização de mecanismos de busca (SEO).

Esses métodos e diretrizes visam melhorar a visibilidade de um site ou página da Web nos mecanismos de pesquisa.
Alguns especialistas em marketing digital usam alguns “truques” para posicionar adequadamente o site de negócios.
É a referência ao “Black Hat”, cujo objetivo é manipular os resultados dos mecanismos de pesquisa.
Por outro lado, o SEO “White Hat” segue as diretrizes exigidas pelos mecanismos de pesquisa.
Como empresa, recomendo que você se afaste dessas práticas questionáveis.

Está brincando com fogo! Você realmente quer correr esse risco para se destacar da concorrência? Eu penso que não, se você precisar de ajuda para o seu SEO, acesse: https://www.inbounder.com.br/agencia-de-seo/

4 recursos online que ajudarão sua empresa a aumentar suas vendas na pandemia.

Atualmente todos os cenários são incertos devido à pandemia do Covid-19, fazendo com que empresários, comerciantes e autônomos precisem mudar a estratégia e se adaptar ao não tão novo mercado de Marketing Digital. Contudo, com tanta informação disponível é comum surgirem dúvidas sobre qual ferramenta é a mais adequada, ou qual será aquela responsável por alavancar as vendas.

Primeiro é importante deixar claro que não existe uma forma milagrosa para isso. Na verdade, é um conjunto de recursos alinhados a dedicação e monitoramento que serão capazes de ajudar o seu negócio. Para entender melhor, veja alguns meios essenciais para aumentar suas vendas online em meio à pandemia.

Google Ads

Chamado também de Google Adwords, essa é uma das principais ferramentas para aumentar sua receita no Marketing Digital por meio de anúncios patrocinados. Ele na verdade é uma plataforma do Google, na qual seu anúncio é mostrado para pessoas que realizam pesquisas, sejam elas no computador ou celular. Sua grande sacada é que o anúncio será exibido para pessoas que estão buscando soluções que tenham a ver com seu produto ou serviço, sendo um público totalmente qualificado.

Além disso, ele pode aparecer em outros canais com diversos formatos, como por exemplo no YouTube com os anúncios anteriores ao vídeo e em blogs ou sites com um banner de produtos. A segmentação pode acontecer por meio de locais, idioma e idade específicos, separando os dispositivos (computador, notebook, tablets, celular ou todos eles), canal de exibição, seu público-alvo e até mesmo com palavras-chave escolhidas por você. Isso tudo é combinado ao valor investido escolhido, ou seja, o controle é absoluto. Você também pode decidir se o valor gasto será por dia, mês, campanha e até mesmo somente quando receber cliques, a cada 1000 impressões ou acontecer alguma conversão. Incrível, né?

SEO

Já o SEO (Otimização de Sites para Mecanismos de Busca) é um conjunto de técnicas para otimizar sites, blogs ou qualquer página da web para colocá-las nas primeiras posições orgânicas do Google gerando tráfego e autoridade. A diferença entre ele e o Google Ads é que o primeiro não necessita de investimento em mídias. Ou seja, por meio das otimizações realizadas, o Google irá entender que seu site é confiável, ranqueando para as primeiras posições. E por que isso é importante? Simples: a maior parte dos cliques acontecem nas primeiras posições, sendo muito difícil aqueles que partem para a segunda página, por exemplo.

Ele é uma das principais estratégias de Marketing Digital, visto que diariamente o Google recebe milhões de buscas sobre os mais diversos assuntos, conseguindo organizar os resultados para que as melhores respostas estejam nas primeiras posições para o usuário. Mas, como provar seu valor para o Google? Criar conteúdo de qualidade é fundamental, contudo, é preciso também receber links de redirecionamento de sites confiáveis e que façam parte do contexto de seu conteúdo, entre outras estratégias.

Facebook

O Facebook atualmente é a maior rede social com mais de 2 bilhões de usuários ao redor do mundo, sendo que o Brasil é o terceiro país que mais a utiliza. Isso significa que é muito provável que seu cliente esteja dentro dela. E por que não aproveitar para oferecer a ele mais um canal para te encontrar? Utilizar as redes sociais é uma forma de se aproximar e conversar com seu público de forma natural. Inclusive, seu poder de segmentação é gigante, possibilitando que sua empresa alcance pessoas que realmente estejam interessadas em seu produto.

Ele também auxilia no atingimento de suas metas, visto que independente se seu objeto é realizar vendas, conversões no site ou gerar leads, ele pode ser adaptado a todas elas. Com seu objetivo definido, basta começar a produzir conteúdo relevante para seu público. A partir disso, você pode testar a frequência, dias e horários de postagens, assim como o orçamento gasto em anúncios por meio do gerenciador do próprio Facebook. Com essa ferramenta, você também é capaz de segmentar suas campanhas atingindo um público mais qualificado e consequentemente aumentando a chance de vendas.

Instagram

Já o Instagram é uma das redes sociais que mais está crescendo ultimamente e assim como o Facebook, seu público também será encontrado nela. Pensando nisso e na possibilidade de as empresas alavancarem suas vendas e fortalecerem sua imagem, o Instagram lançou o recurso business, sendo possível medir o engajamento do público e outras métricas essenciais para avaliar o desempenho do negócio na rede social. Aliás, criar um perfil como loja é uma forma de aumentar suas vendas de maneira simples.

Sua empresa pode deixar claro em seu perfil a localização e contato direto por meio de links, facilitando assim a comunicação. Com perfis comerciais seus anúncios também serão segmentados, além de possibilitar a inclusão de CTAs, como compra direta, direcionamento para seu site, entre outros.

Gostou de mais um das nossas dicas? Ao oferecer canais diferentes para seu público te encontrar, você fortalece sua imagem além de poder aumentar as vendas significativamente. Afinal, com o distanciamento social, mostrar para seu cliente que você está perto mesmo longe, é considerada uma das principais estratégias para crescer em todos os sentidos.

Como resolver problemas comuns de impressão

Trabalhar com as mais recentes impressoras de alta tecnologia do mercado pode ser uma tarefa assustadora para quem não entende do assunto, e é bem provável que você enfrente desafios de tempos em tempos com suas máquinas. Mas optar por Aluguel de impressoras é uma forma de te ajudar neste assunto e resolver todos os seus problemas e garantir que sua experiência com suas máquinas seja o mais tranquilo possível.

De modo geral, o principal problema que o suporte técnico em geral enfrenta com impressora é que, às vezes, muitas pessoas não conseguem separar entre uma falha na impressora e problemas relacionados apenas aos arquivos que necessitam ser impressos. Este artigo procura esclarecer alguns problemas comuns de impressão e como resolvê-los antes de tentar consertar a impressora inteira, o que na maioria dos casos não é necessário.

Confira abaixo alguns dos problemas de impressão mais alguns, assim como os respectivos tipos de arquivos e como o aluguel de impressoras pode te ajudar.

Arquivos em PDF

A impressão em PDF é um comum de apresentar problema nos escritórios e é que pode ser bastante frustrante, mas não se desespere, pois pode ser facilmente corrigido.

Problemas e soluções comuns em arquivos PDF são:

  • Um dos principais desafios dos arquivos PDF é que um arquivo PDF pode parecer bem na tela, mas pode conter dados corrompidos, o que, por sua vez, dificulta a impressão. Se for esse o caso, tente recriar o PDF a partir da fonte original e isso geralmente faz o problema se resolver magicamente.
  • Um arquivo PDF pode ser danificado durante o processo de download da Internet, portanto, você deve baixar o arquivo PDF novamente e salvá-lo diretamente no seu computador caso ele apresente algum problema.
  • As fontes do arquivo PDF podem ser corrompidas, causando um problema de impressão, assim, basta recarregar as fontes para corrigir o problema.
  • O driver ou firmware da sua impressora também pode ser uma fonte de erros de impressão ou causador da falha na impressão. Se aparecer “erro de falta de memória” durante a impressão, pode ser que o arquivo PDF é muito grande para a impressora processar. Caso isso acontecer, tente imprimir em uma impressora diferente.
  • Imprimir arquivos em PDF como uma imagem, pode fazer com que a impressão demore mais que o normal. Caso esteja demorando muito, o erro também pode estar relacionado ao seu computador, portanto, talvez seja necessário reiniciar o computador e tentar imprimir novamente.

Caso todos esses problemas relacionados à impressão de arquivo PDF persistir, se você fizer uso de serviço de Aluguel de impressoras, basta chamar a assistência técnica que ela irá até você te ajudar.

Arquivos do Microsoft Word

Arquivos do Microsoft Word geralmente são os mais comuns e mais utilizados, tanto no ambiente corporativo, como doméstico. Em geral são arquivos simples e leves, mas que também podem causar alguns problemas na hora da impressão.

Assim, os problemas e soluções comuns em arquivos do Microsoft Word são:

  • Se você encontrar um problema ao tentar imprimir um determinado documento, feche esse documento e, em seguida, tentar imprimir um documento diferente. Se você não conseguir imprimir outros documentos, crie um novo documento e tente imprimi-lo.
  • A maioria dos problemas nos arquivos do Word é causada por modelos, portanto, você deve criar um novo modelo que será usado para todos os seus documentos do Word.

Também, muitas vezes problemas com a impressão de documentos do Microsoft Word está relacionado à versão do programa. Por exemplo, um cliente seu pode ter mandado um orçamento em documento Word para você, mas o programa dele é de uma versão antiga e diferente da que você usa. Assim, o documento do seu cliente não abrirá em seu computador.

Caso isso acontecer, uma solução é solicitar que o documento seja enviado PDF que é muito mais fácil de ser acessado por qualquer leitor Adobe.

Problemas de impressão na Web

Algumas pessoas necessitam de imprimir documentos diretamente da web e isso pode ocasionar uma série de problemas.

Assim, os problemas e soluções comuns em arquivos de impressão da web são:

  • Você pode ter enfrentado um problema ao tentar imprimir ou exibir a visualização de impressão de uma página da Web e receber um erro de script. Isso é comum se os drivers da impressora estiverem desatualizados, portanto, é necessário atualizá-los.

Também, em todos os casos de impressão se eles persistirem não hesite em entrar em contato com a assistência técnica do seu Aluguel de impressoras, pois eles contam com uma equipe de técnicos especializados que ajudarão você com seu problema, seja ele qual for. E se você está procurado uma empresa de Locação de impressoras de qualidade e confiança para alugar as impressoras do seu negócio, saiba que a JS Sistema – Locação de impressoras pode te ajudar, oferecendo todo o suporte e logística que este tipo de serviço exige.

contratar um plano de internet

Contratar internet: Veja como contratar internet Online

A internet já é uma realidade que faz parte da vida de todos. Utilizamos para nos divertir, postar e assistir vídeos, trabalhar, estudar, nos comunicar. A verdade é que a cada dia estamos mais dependentes da internet no nossos dia a dia.

Porém, muitas vezes o momento de contratar um plano de internet é burocrático e demorado. É preciso ficar horas no telefone, conversando com um atendente que muitas vezes nos deixa esperando na linha desnecessariamente.

Em meio a tantas coisas que temos para fazer no dia a dia, está inviável perder tempo no telefone para contratar serviços. Mas, a boa notícia é que é possível contratar um plano de internet Online, de forma mais rápida e sem burocracias.

Contratar Internet Online

Antes de mais nada, é preciso escolher a operadora de internet e o plano que quer contratar. No próprio site das empresas você consegue ver todos os planos oferecidos com facilidade.

Verifique a disponibilidade

Após analisar e escolher a melhor empresa de telefonia e o plano que melhor lhe atende, verifique a disponibilidade para a sua região.

Dentro do próprio site você consegue checar se existe disponibilidade para o seu CEP. Em caso afirmativo, siga com a contratação.

Caso contrário, terá que procurar por outro serviço ou outra operadora.

Encontre a necessidade do serviço

Saiba qual é a necessidade de internet da sua família ou da sua empresa. Qual a velocidade necessária, o pacote que melhor se encaixa e etc.

É importante que você saiba exatamente qual serviço precisa, para não contratar nem a mais nem a menos que isso.

Cotação internet Online

Após escolher a melhor opção de plano para você, com disponibilidade na sua região, você precisa realizar uma cotação.

Em alguns sites você pode realizar a cotação de valores em várias empresas ao mesmo tempo com um simples clique.

Sabendo todas as necessidades de serviço ideais para você e sua família, você pode escolher a empresa que oferece o melhor custo benefício pelo serviço de internet desejado.