5 Problemas que um bom software para Pet Shop pode resolver

Só quem tem um Pet Shop sabe que nem sempre ele é tão fácil de ser administrado… seja na questão do faturamento, da divulgação, do estoque, enfim, é muita coisa a considerar.

Porém, algumas ações podem ajudar a minimizar qualquer eventual problema ou, até mesmo, resolvê-lo, e dentre essas ações podemos citar a implementação de um bom software para pet shop que, sem dúvida, pode garantir seu pleno funcionamento.

São tantas as vantagens de se contar com um bom software para pet shop, podendo, inclusive, fazer com que se destaque dos demais, resolvendo questões de estoque, gastos, registros, entre outras.

Como um Software Para Pet Shop pode solucionar alguns problemas

Um bom software para pet Shops pode ajudar em muitas questões, tanto na eficiência de trabalho, permitindo integrar diversos setores de funcionamento de uma loja em um só local, desde possibilitar visualizar a quantidade de produtos disponível no estoque, até entradas e saídas de produtos, folhas salariais dos funcionários, prontuários, marcação de consultas, dentre outras facilidades.

É preciso considerar que a maioria dos problemas encontrados nesse tipo de negócio está ligada ao seu controle e organização, e ao se obter um bom software para pet shop, todas as informações relacionadas estarão disponíveis a qualquer hora do dia e em dispositivo, possibilitando um completo controle das ações dentro da empresa, sem que seja preciso a sua presença física no local.

5 problemas que um bom software para Pet Shop pode resolver

1. Produto acabando no estoque – Um software para pet shop pode avisar sempre que algum item estiver acabando no estoque, dessa forma, evitando sua indisponibilidade, e eliminando riscos de perder vendas, e até clientes, em função disso.

2. Informações sob controle –  O uso de um bom software para pet shop também pode coletar informações do cadastro de clientes, informar principais demandas de produtos ou qualquer outra informação que considere importante, como sugestões ou reclamações referentes ao funcionamento da loja.

3. Controle dos Recursos – No software para pet shop poderá contar com um módulo de gestão financeira, o qual facilita o controle de recursos, tanto em sua entrada quanto saída, evitando, dessa forma, gastos desnecessários e fora de um bom planejamento.

4. Acesso a documentos– Ao se apostar em um bom software para pet shop, também se terá acesso à documentos de uma forma bem mais prática, já que ele pode escanear e armazenar documentos relevantes, o que é ótimo na hora de identificar animais ou comprovar o funcionamento adequado do local. Sem dúvida, ter os documentos a mão é a melhor forma de evitar problemas com órgãos de fiscalização e, até mesmo, identificar erros em pedidos de clientes.

5.Acesso Remoto – O uso de um bom software para pet shop, também facilita na hora de gerenciar o estabelecimento de qualquer lugar, não sendo preciso estar fisicamente no local para ter em mãos todas as informações que precisa, bastando ter uma conexão com a internet, permitindo que o proprietário possa viajar, ou ter várias lojas e, mesmo assim, continuar por dentro de tudo o que acontece no estabelecimento.

O Melhor Software Para Pet Shop

Então, agora que já entendeu porque um software para pet shop pode fazer toda a diferença no sucesso de seu negócio, é preciso ter muita atenção ao escolher qual deles escolher, já que existem muitos atualmente, espalhados pela internet.

Sem dúvida, dentre todos, Nuvem Vet é o ideal para quem quer o melhor custo-benefício do mercado, aquele que pode atender plenamente todas as necessidades de seu negócio, ideal para estabelecimentos de qualquer tamanho.

O Nuvem Vet é um software para pet shop completo e online na nuvem, que promete agilizar e informatizar seu negócio com registros de consultas, estoques, setor financeiro, e muito mais.

Leads

Como obter leads para seu comércio eletrônico (e vender mais)

No campo do marketing, muitos anglicismos são tratados com facilidade, que constituem seu próprio jargão que pode ser bastante obscuro para o leigo no assunto. Um deles é o termo ‘lead’, que tem vários significados em inglês. Se nos referirmos às pessoas, como é o caso em questão, uma liderança é literalmente traduzida como “quem lidera” ou “quem marca o ritmo da dança”. Eles são uma parte fundamental de qualquer estratégia de marketing, especialmente no ambiente online. Hoje vamos explicar como obter leads.

Confira também: 4 recursos online que ajudarão sua empresa a aumentar suas vendas na pandemia.

Leads

Como obter leads: O que é um lead em marketing on-line

Em termos de marketing, um lead é um cliente em potencial, entendendo como aquele que demonstrou interesse nos produtos ou serviços que oferecemos. Se tivéssemos uma loja física, um lead é a pessoa que visita a loja e nos pergunta sobre um produto, mas ainda não decidiu comprá-lo.

No campo do marketing on-line, o lead é o passo intermediário entre o público-alvo para o qual direcionamos nossa mensagem e o comprador final. É alguém que preencheu um formulário, respondeu a uma campanha de marketing por e-mail ou interagiu conosco através das mídias sociais e que “assume a liderança” sobre o resto do público para se interessar por nós.

Como obter leads: o processo

A geração de leads é um dos pilares básicos de todo marketing online. Portanto, é um objetivo principal do marketing para o comércio eletrônico, pois buscamos que os visitantes de nossa loja online cheguem com pelo menos algum interesse no que oferecemos, que pode ser convertido em um impulso de compra. Daí a ‘conversão’ do lead para o cliente.

O processo de como obter leads é mais ou menos o seguinte:Usamos o termo chumbo amplamente . Muitos autores os detalham chamando ‘leads’ apenas para as pessoas ou empresas que nos forneceram seus dados e ‘prospects’ para aqueles em quem identificamos uma oportunidade de vendas.

Aqui, usaremos ‘leads’ para abranger toda essa categoria de clientes em potencial. Em cada etapa do processo, o número de pessoas é reduzido, o que acaba assumindo a forma de um funil (conhecido como “funil de vendas” ). O marketing de entrada é a estratégia que se destina precisamente a atrair leads “à frente” do público-alvo para o qual nos voltamos. Portanto, atração e conversão são as duas palavras-chave que devemos manipular em relação a um lead.

Obviamente, não posso forçar alguém a se interessar pelos meus produtos. A liderança é, geralmente, por sua própria iniciativa. Portanto, as estratégias de atração para minha marca ou meus produtos são fundamentais em relação ao comércio eletrônico. A diferença entre um lead e as pessoas que simplesmente visitam minha loja on-line é que o lead “fez algo” respondendo às minhas sugestões ou chamadas à ação.

Na maioria dos casos, isso significa que obteremos dados do lead e que podemos entrar em contato diretamente com ele. Em outras palavras, uma vez atraído, tenho que desenvolver uma estratégia para converter leads em clientes e até mesmo em promotores da minha marca.

Como obter leads: canais para obtê-lo

Se queremos transformar parte de nosso público-alvo em leads, devemos estudar como atraí-los. No marketing online, temos três maneiras fundamentais de fazer isso:

  1. O próprio site

Alguém visitando o nosso site não faz deles uma liderança. Precisamos que essa pessoa queira se comunicar conosco ou, pelo menos, permita que nos comuniquemos com ela de uma maneira personalizada. Para isso, nosso site deve ser bem segmentado a partir da página inicial com apelos à ação. Por que alguém iria querer nos deixar seus dados se ainda não comprou nada?

Essa é a questão principal para a geração de leads. Para conseguir isso, é necessário que o fato de se registrar suponha uma contribuição de valor para o usuário:

  • Valor econômico: oregistro pode significar receber um código de desconto ou acessar ofertas especiais apenas para aqueles registrados.
  • Valor intangível: osusuários registrados podem acessar áreas restritas da web ou, mais comumente, receber um boletim por e-mail. Nesse caso, a contribuição do conteúdo de utilidade ou interesse para o usuário é o que gera valor.

Idealmente, os dois devem ser combinados . Um boletim informativo não deve ser apenas promocional, assim como não deve se limitar ao fornecimento de conteúdo interessante. Você deve ter os dois. Um elemento muito útil para gerar leads é a criação de páginas de destino. Essas “páginas de destino” são gateways alternativos para o nosso site e nos permitem focar em um segmento de público específico que pode estar interessado em um produto ou serviço específico.

As páginas de destino são, portanto, usadas para “pescar” no universo do Google para os potenciais compradores que realizam pesquisas relacionadas a esse produto específico. E, como o restante do nosso site, eles devem estar preparados para facilitar a conversão de visitantes em leads.

  1. Redes sociais

A geração de leads é, ou deveria ser, um dos principais objetivos de qualquer empresa ou marca presente nas redes sociais (neste ponto do filme, quase todas). Portanto, nossa estratégia de conteúdo nas redes sociais deve estar muito bem orientada para atingir esse objetivo.

Um seguidor nas redes sociais não é um líder. Não basta que eles nos sigam, o importante é que, através das redes sociais, conseguimos interessar uma parte de nossos seguidores o suficiente para ‘assumir a liderança’ e decidir interagir conosco em conteúdo diretamente relacionado ao nosso produtos ou serviços.

  1. Publicidade

A melhor coisa da publicidade on-line é que ela rompe a barreira da comunicação unidirecional . Um anúncio na Internet pode ser o caminho para um usuário exposto à nossa publicidade se tornar um líder. Por isso, é importante projetar essa publicidade para que ela seja atraente para o segmento que nos interessa. Se estivermos interessados ​​em capturar um lead, precisamos incluir chamadas à ação .

Podemos até converter um anúncio em um formulário em certos casos. Um esquema clássico, mas bastante eficaz, é aquele que interpõe uma página de destino, que é realmente o que anunciamos. Esta página de destino foi projetada com o único objetivo de capturar leads.

Eu já tenho uma liderança. E agora … O que eu faço com isso?

Depois de capturarmos um lead, surge a parte complicada da questão: a conversão em um cliente. É aí que você toca, já que o fato de você ter capturado um lead não implica que ele esteja preparado para comprar seu produto.

Haverá uma parte mínima que sim e uma maioria que não. Mas isso não significa que o esforço tenha sido em vão: é aí que a estratégia ‘alimenta a liderança’ (literalmente ‘a nutrição leva’). Em um post futuro, falaremos mais profundamente sobre isso, mas hoje daremos algumas pinceladas.

Uma liderança é como um troll , mas o contrário . Se o troll não precisar ser alimentado, o chumbo deverá ser alimentado para que continue assim. É disso que trata a nutrição de leads , mantendo um relacionamento vivo com seus leads, para que eles continuem sendo . Se você tem uma ‘almofada de chumbo’ permanentemente, sabe que sempre haverá alguns deles que se tornarão clientes.

 

4 recursos online que ajudarão sua empresa a aumentar suas vendas na pandemia.

Atualmente todos os cenários são incertos devido à pandemia do Covid-19, fazendo com que empresários, comerciantes e autônomos precisem mudar a estratégia e se adaptar ao não tão novo mercado de Marketing Digital. Contudo, com tanta informação disponível é comum surgirem dúvidas sobre qual ferramenta é a mais adequada, ou qual será aquela responsável por alavancar as vendas.

Primeiro é importante deixar claro que não existe uma forma milagrosa para isso. Na verdade, é um conjunto de recursos alinhados a dedicação e monitoramento que serão capazes de ajudar o seu negócio. Para entender melhor, veja alguns meios essenciais para aumentar suas vendas online em meio à pandemia.

Google Ads

Chamado também de Google Adwords, essa é uma das principais ferramentas para aumentar sua receita no Marketing Digital por meio de anúncios patrocinados. Ele na verdade é uma plataforma do Google, na qual seu anúncio é mostrado para pessoas que realizam pesquisas, sejam elas no computador ou celular. Sua grande sacada é que o anúncio será exibido para pessoas que estão buscando soluções que tenham a ver com seu produto ou serviço, sendo um público totalmente qualificado.

Além disso, ele pode aparecer em outros canais com diversos formatos, como por exemplo no YouTube com os anúncios anteriores ao vídeo e em blogs ou sites com um banner de produtos. A segmentação pode acontecer por meio de locais, idioma e idade específicos, separando os dispositivos (computador, notebook, tablets, celular ou todos eles), canal de exibição, seu público-alvo e até mesmo com palavras-chave escolhidas por você. Isso tudo é combinado ao valor investido escolhido, ou seja, o controle é absoluto. Você também pode decidir se o valor gasto será por dia, mês, campanha e até mesmo somente quando receber cliques, a cada 1000 impressões ou acontecer alguma conversão. Incrível, né?

SEO

Já o SEO (Otimização de Sites para Mecanismos de Busca) é um conjunto de técnicas para otimizar sites, blogs ou qualquer página da web para colocá-las nas primeiras posições orgânicas do Google gerando tráfego e autoridade. A diferença entre ele e o Google Ads é que o primeiro não necessita de investimento em mídias. Ou seja, por meio das otimizações realizadas, o Google irá entender que seu site é confiável, ranqueando para as primeiras posições. E por que isso é importante? Simples: a maior parte dos cliques acontecem nas primeiras posições, sendo muito difícil aqueles que partem para a segunda página, por exemplo.

Ele é uma das principais estratégias de Marketing Digital, visto que diariamente o Google recebe milhões de buscas sobre os mais diversos assuntos, conseguindo organizar os resultados para que as melhores respostas estejam nas primeiras posições para o usuário. Mas, como provar seu valor para o Google? Criar conteúdo de qualidade é fundamental, contudo, é preciso também receber links de redirecionamento de sites confiáveis e que façam parte do contexto de seu conteúdo, entre outras estratégias.

Facebook

O Facebook atualmente é a maior rede social com mais de 2 bilhões de usuários ao redor do mundo, sendo que o Brasil é o terceiro país que mais a utiliza. Isso significa que é muito provável que seu cliente esteja dentro dela. E por que não aproveitar para oferecer a ele mais um canal para te encontrar? Utilizar as redes sociais é uma forma de se aproximar e conversar com seu público de forma natural. Inclusive, seu poder de segmentação é gigante, possibilitando que sua empresa alcance pessoas que realmente estejam interessadas em seu produto.

Ele também auxilia no atingimento de suas metas, visto que independente se seu objeto é realizar vendas, conversões no site ou gerar leads, ele pode ser adaptado a todas elas. Com seu objetivo definido, basta começar a produzir conteúdo relevante para seu público. A partir disso, você pode testar a frequência, dias e horários de postagens, assim como o orçamento gasto em anúncios por meio do gerenciador do próprio Facebook. Com essa ferramenta, você também é capaz de segmentar suas campanhas atingindo um público mais qualificado e consequentemente aumentando a chance de vendas.

Instagram

Já o Instagram é uma das redes sociais que mais está crescendo ultimamente e assim como o Facebook, seu público também será encontrado nela. Pensando nisso e na possibilidade de as empresas alavancarem suas vendas e fortalecerem sua imagem, o Instagram lançou o recurso business, sendo possível medir o engajamento do público e outras métricas essenciais para avaliar o desempenho do negócio na rede social. Aliás, criar um perfil como loja é uma forma de aumentar suas vendas de maneira simples.

Sua empresa pode deixar claro em seu perfil a localização e contato direto por meio de links, facilitando assim a comunicação. Com perfis comerciais seus anúncios também serão segmentados, além de possibilitar a inclusão de CTAs, como compra direta, direcionamento para seu site, entre outros.

Gostou de mais um das nossas dicas? Ao oferecer canais diferentes para seu público te encontrar, você fortalece sua imagem além de poder aumentar as vendas significativamente. Afinal, com o distanciamento social, mostrar para seu cliente que você está perto mesmo longe, é considerada uma das principais estratégias para crescer em todos os sentidos.

higiene_no_bebe

Dicas sobre higiene do bebê

Durante os primeiros anos, as necessidades de higiene dos bebês dependerão dos adultos, pois os bebês não poderão fazer nada sozinhos. Portanto, os adultos serão responsáveis ​​por realizar todos os cuidados e higiene para o bem-estar de seu bebê . Além disso, foi demonstrado que, quando os pais realizam processos de higiene com seus filhos, os laços com eles são mais fortes. Você precisa saber a partir do momento em que passa pelas mãos da equipe médica, da enfermaria e da auxiliar de enfermagem no momento do parto.

Confira também – Luvinha Mordedor para o seu bebê.

higiene_no_bebe

O principal objetivo da higiene do bebê é proteger o corpo de agentes tóxicos ou infecciosos, contribuindo para a melhoria do bem-estar da criança. Mas também devemos levar em consideração a higiene ambiental, que consiste na higiene dos espaços, materiais e ambiente em que a criança realiza suas atividades. Portanto, os adultos não apenas terão que cuidar da higiene corporal do bebê, mas também da higiene do ambiente em que vivem.

Quando se trata de higiene corporal do bebê, se não levarmos em conta uma série de medidas de higiene, isso pode causar alguns problemas, como assaduras ou que ele não consegue respirar bem durante a amamentação devido ao ranho. Então, vamos discutir algumas das medidas básicas de higiene para cuidar do bebê.

O banho do seu bebê

Antes de tudo, é importante que estabeleçamos sempre o mesmo horário para o banheiro. O mais recomendado é que seja de noite, pois após o banho o bebê ficará relaxado e mais preparado para o descanso.

Antes de começar a tomar banho, é importante que tenhamos todos os materiais preparados, além disso, devemos garantir que a temperatura do banheiro varie entre 23 e 25 graus Celsius.

Para o banho do bebê, usaremos um banho especial para bebês, que são menores e o banho será mais fácil para nós. Não devemos encher a banheira com mais de 15 cm de altura e a água deve estar à temperatura corporal, ou seja, oscilar entre 35 e 37 graus Celsius.

Na hora do banho, devemos segurar o bebê com um braço , para que o lado interno do cotovelo apoie sua cabeça e suas mãos cheguem ao fundo do bebê. Inclinaremos sobre a banheira e, com a ajuda do outro braço, lavaremos o corpo. Para lavá-lo, devemos usar sabonetes especiais .

Depois de terminar o banho, devemos cobri-lo com uma toalha; será essencial cobrir a cabeça, pois é a parte do corpo onde está o maior calor corporal. Antes de vestir, devemos garantir que esteja muito seco, principalmente por causa das dobras para evitar picadas ou fungos.

Cuidar do umbigo do bebê

Após o parto, o cordão umbilical levará de 8 a 10 dias para se soltar. Uma vez destacada, aparecerá uma ferida, que se recuperará em 3 ou 5 dias após a queda. Devemos curar o umbigo durante esse período com álcool a 70% e tentar mantê-lo seco, protegido e coberto, evitando assim qualquer tipo de infecção.

Limpeza nasal

Recomenda-se limpar o nariz após o banho, pois com o vapor e a água quente o muco se dissolve e é mais fácil de extrair. Como o bebê não pode soprar o muco para removê-lo, os adultos terão que removê-lo. Os métodos mais utilizados são soro fisiológico e aspiradores nasais.

Os soros fisiológicos são o método mais recomendado pelos pediatras, cujo objetivo é ajudar a desfazer o muco, para que o bebê possa expulsá-lo pelo nariz ou engoli-lo.

Aspiradores nasais são um dispositivo feito de um tubo de borracha com um aplicador final, que é inserido no nariz do bebê. Através do tubo, os pais sugam para deixar o muco na cápsula intermediária.

Como limpar as orelhas do bebê

As orelhas dos bebês podem produzir cera, mas isso não significa que estejam sujas. Mesmo tentar remover a cera pode ter o efeito oposto e, em vez de remover a cera, podemos empurrá-la e criar uma rolha. Portanto, devemos evitar o uso de hastes ou objetos alongados, pois podemos danificar o tímpano.

Ao limpar as orelhas, só podemos limpar a parte externa, que limparemos preferencialmente durante o banho, usando uma gaze umedecida e com movimentos para o exterior.

Como limpar os olhos do bebê

Nos primeiros meses, os bebês geram muito muco nos olhos e no nariz, principalmente quando acordam, na forma de manchas e muco. A higiene ocular será essencial para evitar problemas como conjuntivite, ductos lacrimais bloqueados, etc.

Limparemos os olhos com toalhetes esterilizados ou gaze embebida em água fervida ou soro fisiológico, nunca com água de camomila por causa do risco de reações alérgicas. O movimento para limpá-los sempre será na direção do ângulo interno do olho em relação ao externo e teremos que usar uma gaze para cada olho, depois teremos que secá-los.

Higiene bucal

Os bebês ainda não têm dentes. Para realizar a limpeza bucal, devemos colocar a criança de costas em uma superfície horizontal com a cabeça de um lado e abrir a boca pressionando levemente a mandíbula. Em seguida, introduziremos uma gaze seca com o dedo indicador em forma de gancho para extrair as secreções da boca e, com outra gaze umedecida, revisaremos a língua e o resto da boca.

Quando seus dentes começarem a sair, começaremos com o uso da escova e começaremos a escovar os dentes como adultos.

Como cortar as unhas

Até os 20 – 30 dias de idade, não será necessário cortá-los devido à dificuldade em distinguir o dedo da unha. Depois de cortar as unhas, devemos cortá-las semanalmente, pois crescem muito rapidamente, enquanto as dos pés demoram mais para crescer.

Manter uma boa higiene das unhas será muito importante para  evitar que o bebê coça  ou seja infectado pelas unhas.

Para cortar as unhas, usaremos uma tesoura com bordas rombas. Cortaremos as unhas dos pés em linha reta, enquanto cortamos as unhas das mãos em uma curva, tentando nos dois casos não cortar até o limite da pele para evitar que as unhas fiquem cavadas no dedo.

Troca de fraldas

Como no banheiro, antes de iniciar a troca de fraldas, precisamos ter todos os materiais preparados à mão.

Antes de colocar outra fralda, você deve limpar a área muito bem . Essa limpeza deve ser feita de maneira diferente, dependendo se o bebê é menino ou menina. Nas meninas, a limpeza sempre deve ser feita da frente para trás (é voltada para o ânus) e não o contrário, para evitar a propagação de bactérias do intestino para a bexiga ou vagina.

Desta forma, evitamos possíveis infecções. Enquanto nos meninos, ela é realizada desde as coxas até o pênis, prestando atenção especial à área dos testículos, pois, como a pele que os cobre é áspera, pode permanecer na urina ou nas fezes.

Quando o bebê estiver limpo, toda a área que lavamos deve secar muito bem, prestando atenção especial às dobras. Em seguida, colocamos o bebê deitado de costas em uma toalha, levantamos pelos pés e abrimos a fralda por baixo, tentando garantir que a parte superior fique na cintura. Em seguida, largamos as pernas do bebê, levantamos a frente da fralda e a fechamos.

As fraldas devem ser colocadas de forma que fiquem confortáveis, ou seja, que não fiquem muito apertadas ou muito frouxas, pois nesse caso a urina pode vazar. Hoje, fraldas adaptadas ao peso e sexo do bebê estão no mercado.

cuidar_do_seu_bebe

O que você deve fazer para cuidar do seu bebê da melhor maneira

Existem alguns cuidados básicos para recém-nascidos que toda mãe deve conhecer. Fazer seu filho crescer saudável, geralmente depende apenas de pequenos detalhes. Se você é uma mãe nova, as dicas a seguir ajudarão bastante.

Confira: Puddle Jumper – O melhor para o seu filho

cuidar_do_seu_bebe

Para cuidar do seu bebê da melhor maneira, é recomendável seguir uma lista de recomendações. Isso será muito benéfico para atender às suas necessidades de forma contínua e adequada. Os primeiros anos de vida são fundamentais para o treinamento e o desenvolvimento psicomotor e comportamental dos pequenos.

Diretrizes para cuidar de seu bebê

Por esse motivo, existem certos parâmetros que devem ser atendidos para fornecer cuidados especiais durante esse importante estágio de crescimento.

Amamentar bebês

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que a amamentação é essencial para fortalecer o sistema imunológico do bebê. Além disso, o leite materno tem a característica de fornecer um equilíbrio de nutrientes e vitaminas para o desenvolvimento anatômico do recém-nascido.

Dê apenas a comida necessária

Os estômagos dos bebês são reduzidos no momento do nascimento. Isso significa que os bebês devem beber uma pequena quantidade de leite , a intervalos de aproximadamente duas a três horas . Se estes tempos forem cumpridos, contribui para o crescimento e uma dieta equilibrada para a criança.

Você deve cuidar dos sabores do leite que é dado aos bebês, através do leite materno. No período de lactação das crianças, não é recomendável comer certos alimentos. É o caso de aspargos, alcachofras ou bebidas fortes. Isso faz com que o leite adquira um sabor amargo que o bebê rejeitará.

Quando isso acontece, é melhor aguardar a regeneração do produto materno e esperar algumas horas para alimentar o bebê novamente.

Regule sua temperatura

Uma recomendação para as mães é aquecer os lençóis onde a criança será colocada antes de dormir, pelo menos a uma temperatura de 20 graus. Os bebês costumam expressar o frio com choro e essa pode ser a solução, além de ajudar a prevenir inúmeros resfriados.

Cuidando da pele do recém-nascido

A pele dos bebês é muito delicada, e é por isso que deve ser cuidada a partir do momento em que nascem. Recomenda-se que, antes de colocar qualquer peça de vestuário pela primeira vez, ela tenha sido submetida a pelo menos uma lavagem ou esterilização.

É muito útil usar tecidos como algodão, linho ou lã. Eles são os melhores para cuidar do seu bebê e a pele dele não sofre, principalmente quando ele tem de zero a quatro anos, evitando assim o aparecimento de alergias, pois favorecem a transpiração.

“Os primeiros anos de vida são fundamentais para o treinamento e o desenvolvimento psicomotor e comportamental dos pequenos”

Hidratar e limpar a pele

Ao trocar as fraldas, você cuidará das partes íntimas e do conforto do bebê . Antes de colocar uma fralda, é aconselhável limpar suavemente as áreas íntimas do bebê e hidratá-las para evitar que a pele fique irritada. O calor e a umidade gerados pela urina do bebê causam irritação e desconforto na pele.

Calçado adequado

Quando os bebês começam a engatinhar, é recomendável que eles usem sapatos macios  ou flexíveis com uma estrutura forte . Isso evitará solavancos e marcas na pele dos pés do bebê. Essa etapa é única, mas os pais devem prestar muita atenção para evitar lesões e desconforto.

Cortando as unhas após o mês de nascimento

Este é um tópico com alguma controvérsia e uma variedade de opiniões. No entanto, alguns especialistas dizem que não é extremamente necessário cortar as unhas de um recém-nascido , pelo menos até o final do mês. Só é recomendável fazê-lo mais cedo se as unhas pequenas emaranhadas nas roupas.

Para cortá-los, é recomendável fazê-lo logo após o banho. Envolvemos o bebê em uma toalha para que ele não se mova muito e fazemos um corte reto. Se você não ficar calmo, isso pode ser feito quando você está dormindo.

Evite sacudir o bebê

Para cuidar de bebês, é aconselhável que eles não sejam abalados sob nenhuma circunstância. Sacudir os pequenos pode causar  danos cerebrais ou vertebrais e danos ainda maiores. Muitas vezes acontece que os pais movem seus filhos à força por diversão ou para ver como eles reagem. Você precisa saber que, até que eles desenvolvam seus músculos, eles não são capazes de suportar isso.

Essas dicas para cuidar do seu bebê podem evitar muitos acidentes e preocupações. Muitos deles são necessários para que as crianças desenvolvam um excelente estado de saúde à medida que crescem.

 

vitrine

COMO LIMPAR A VITRINE DE UMA LOJA DE ROUPAS: O CONSELHO DE UM ESPECIALISTA

Nesta entrada em Gadri, focaremos nossa atenção em uma tarefa que é muito importante no negócio da moda e, convenhamos , ela não tem o glamour que o mundo da moda geralmente mostra. Falamos sobre limpar as vitrines de lojas de roupas ou de sapatos.

Confira agora: Painel Canaletado

vitrine

A seguir, compartilharemos com nossos leitores e leitores uma série de dicas, cortesia de uma das empresas de limpeza da região sul com o maior reconhecimento em seu campo. Vamos ver

Como sabemos, os vitrais têm uma arquitetura complexa, uma montagem na qual nenhum detalhe é aleatório. Enquanto isso, as tarefas de limpeza devem respeitar essa harmonia e, ao mesmo tempo, agir em profundidade, sem deixar poeira ou sujeira em detrimento do grande objetivo dos vitrais: seduzir os que passam na frente deles.

Dicas para Limpar uma Vitrine de Loja de Roupas

Conforme explicado pelo especialista que nos aconselha neste post, uma das chaves é manter as janelas limpas, mesmo os vitrais. mais bonitas com as roupas mais bonitas e os melhores manequins serão eclipsados ​​se os óculos não forem limpos adequadamente. O ideal é limpar as janelas diariamente, levando em consideração as seguintes dicas:

– Limpe as armações antes do vidro, porque, se a fizermos na ordem inversa, a sujeira nas armações acabará arruinando a limpeza dos óculos. Uma boa idéia é usar uma escova de dentes especialmente para esta tarefa.
– Nunca limpe com um pano seco antes da limpeza, pois o pó seco pode danificar as janelas.
– Embora existam no mercado produtos especialmente projetados para a limpeza de janelas, existem alguns “caseiros” que são muito eficazes para essas tarefas, como o vinagre.
– Para a secagem final, evite sempre panos sem fiapos. Acredite ou não, o jornal é muito bom para secar sem deixar marcas.
– Uma dica de especialista é diferenciar os lados do vidro com movimentos diferentes, por exemplo, verticalmente fora e horizontalmente dentro. Para que? Isso o ajudará a identificar em qual zona há setores a serem revisados.

Resta então limpar o interior da janela e isso, sabemos, não é uma tarefa fácil. Uma excelente idéia é estabelecer dias e horários para a limpeza deste espaço, coordenando a tarefa com os responsáveis ​​pela limpeza e com a pessoa encarregada de montar e projetar a janela. Isso permitirá a limpeza de uma maneira altamente eficaz, podendo acessar cada canto, sem alterar a ordem escolhida pelo fabricante de vidro profissional. Caso contrário, ele pode executar a tarefa em um espaço já limpo.

Esperamos que essas dicas tenham sido úteis para os leitores do nosso portal, que, em muitos casos, são proprietários ou gerentes de lojas de roupas ou calçados. Agradecemos o conselho da Clean Managers, uma empresa dedicada à limpeza de escritórios, lojas, escolas e hospitais.

 

Buenos_Aires

O que fazer durante o verão em Buenos Aires

Com a chegada de um novo ano, novos desafios são esperados, então não há nada melhor do que iniciar um 2020 com alguns dias de descanso merecido e com a família. Buenos Aires foi caracterizada por ser uma cidade muito ativa durante todo o ano, especialmente em nível turístico.

Buenos_Aires

Nacionais do resto do país e estrangeiros conhecem e desfrutam da magnificência de uma cidade tão cosmopolita, que ainda preserva o estilo gótico e vitoriano da Europa.

A maioria das pessoas procura agências de viagens e vendedores de pacotes turísticos para ver os pontos turísticos da cidade. No entanto, existem outros métodos menos conhecidos e mais baratos que prometem a mesma emoção. É o Free Walking Tours , uma forma de turismo para quem quer aproveitar a cidade de uma maneira diferente.

Essa metodologia permite que qualquer indivíduo caminhe com uma agenda flexível e sem pagar um valor fixo. Os guias trabalham sob o lema de “pague o que você acha que vale a pena”, ou seja, dicas. Uma das empresas mais reconhecidas que oferece passeios em Buenos Aires há muito tempo é a Strawberry Tours, uma empresa de turismo com uma história impecável e dedicada a satisfazer nacionais e estrangeiros.

A única limitação desses passeios é que eles têm um horário de partida fixo, além de um número limitado de pessoas por sessão; portanto, você deve reservar um lugar para participar. E por experiência própria, indicamos que as vagas são preenchidas rapidamente.

Entre os passeios que você pode desfrutar em Buenos Aires estão:

1- Visita à cidade velha

Nesta excursão, você aprenderá sobre a incrível história que o centro de Buenos Aires testemunhou, as batalhas, a evolução histórica e a independência que fizeram da cidade um modelo europeu na América do Sul.

Além disso, você poderá entender como foi o processo migratório da Europa para a América do Sul e quem se estabeleceu na área para erguer os grandes e antigos prédios que ainda estão presentes.

Atualmente, é também uma das cidades que contém os melhores restaurantes, cafés e hotéis da província.

2- Tour Recoleta e Palermo

Durante este grande passeio, você terá a possibilidade de descobrir o Cemitério da Recoleta e os jardins de Palermo.

Essas são duas atrações que você não pode perder durante a sua estadia em Buenos Aires, especialmente se fotografar esculturas e paisagens incríveis é o seu lugar. Além disso, você poderá conhecer a história dos personagens de elite que foram enterrados na cidade de Recoleta.

Confira também: Viagem para Bariloche

Garantimos que você pode passar o dia todo nessa caminhada sem se cansar, pois nos arredores da região você encontra feiras, artistas de rua, museus, passeios de barco (no caso das florestas de Palermo) e muitas outras atrações.

3- Passeios particulares

Você pode solicitar esse tipo de passeio com a Strawberry Tours; Eles são especiais para quando você viaja com a família e não deseja mais pessoas em viagem. Você terá a possibilidade de escolher entre as opções que a empresa possui ou criar um tour totalmente personalizado, selecionando a hora de início, os locais a visitar, os intervalos, os horários de término e muito mais.

Recomenda-se que, nessas ocasiões, o número de pessoas não ultrapasse 5, pois assim todos poderão tirar o máximo proveito das atrações que visitam e os guias não terão problemas em fazer seu trabalho.

Curso_de_mixagem

5 truques de mixagem para limpar o som

Um colega da guilda me disse uma vez que um tema normal no nível de produção, mas com um bom mix de áudio,  tinha mais projeção do que fazer uma música muito original, mas com um mix ruim.

Curso_de_mixagem

Penso que se o que valorizamos é alcançar selos e gostar das massas, essa ideia é muito válida, embora pessoalmente eu coloquei originalidade na qualidade do som.

Mas … E se fizermos o nosso melhor?

Hoje vamos ver alguns truques de mixagem de áudio para obter a criatividade que todos os produtores podem capturar junto com uma boa qualidade do som final, ou seja,  melhorar nossas próprias mixagens.

Não deixe também de ver: Curso de mixagem – Melhore o seu áudio e se torne um profissional.

Menos é mais

Algo que pensei em quando comecei é que mais faixas, mais compressores e mais efeitos são melhores …

Mal muito mal.

Misturar um projeto é difícil, mas isso se torna complicado, pois há mais pistas no projeto . Por que complicar nossas vidas?

Eu acho que é mais inteligente tentar fazer algo bom e interessante com poucas pistas do que tentar parecer bom com muitas.

Tomar músicas profissionais como exemplo e analisá-las é muito útil para aprender e entender esses conceitos.

As músicas mais famosas tendem a ter poucas pistas, a graça é que, com essas poucas pistas, elas conseguem produzir algo muito interessante, e ter poucas pistas torna a mixagem muito mais fácil.

Um exemplo é o grande Salomão, eminência do setor subterrâneo. Ele fez essa foto com apenas um baixo e uma vogal como os principais elementos. Duvido que o projeto exceda 15 faixas.

Verifique se não há frequências colidindo

Cada som ocupa seu espaço no espectro de frequência audível .

Se tivermos várias faixas tocando ao mesmo tempo e ocupando a mesma faixa de frequência, como uma vogal e alguns acordes é possível que, se não conseguirmos fazer uma boa mixagem, um som não deixa espaço para o outro soar corretamente.

No mundo do som, isso é chamado de mascaramento de frequência .

Algo parecido com o que vimos no artigo anterior, ele falou sobre um truque para melhorar suas mixagens,  onde trabalhamos com a relação entre o espectro de frequências e as oitavas musicais.

Truque:  Entenda a mistura em termos de frequência, espaço e tempo, imagem estéreo.

Frequência : o espectro de frequência audível varia de 20Hz a 20Khz.

Esse é o intervalo que qualquer analisador espectral ocupa como o que podemos encontrar em equalizadores paramétricos. Portanto, sabemos que nossos sons terão que ser distribuídos entre essa faixa de frequência.

Espaço e tempo :  podemos posicionar os sons no nível temporal e espacial, para isso usaremos ferramentas como delay e reverb .

Com o reverb, poderemos posicionar um som mais próximo ou mais distante , essa é outra técnica muito funcional para desmarcar sons e impedir que colidam uns com os outros.

Quanto mais reverb sentiremos o som.

Em um nível temporário , podemos tocar com a posição dos sons em nosso sequenciador. Não é o mesmo que colocar um bumbo e um baixo ao mesmo tempo que colocar o bumbo.

Ou seja, embora na mixagem soem muito próximos, na prática eles não estão tocando ao mesmo tempo, portanto, será mais fácil mixar do que se soarem ao mesmo tempo.

Se tocarmos com esses grooves, será mais fácil misturarmos nossas músicas, sim, para que tenhamos que aplicar a norma de menos é mais, já que nunca faremos com que cada som soe “sozinho” o tempo todo, mas a menos que usemos mais faixas Será fácil para nós.

Imagem estéreo : Finalmente, podemos posicionar nosso som entre esquerda e direita.

Tocando com a imagem estéreo, seremos mais precisos ao procurar um espaço específico para cada som.

Trabalhando estes 4 conceitos, melhoraremos substancialmente nossas misturas.

Verifique sua mixagem com diferentes sistemas de som

Você trabalhou uma mistura, convencido de que vai soar bem, mas quando você o leva para o carro, percebe que parece fatal …

Isso acontece conosco, e muito.

Devemos entender que a grande maioria das pessoas que vão ouvir nossa música não tem os mesmos falantes que nós .

Portanto, é nosso dever verificar nossas mixagens em diferentes sistemas de som.

Eu recomendo ouvir o seu projeto enquanto o comparo com uma produção profissional

Parte inferior do formulário

Corte em vez de enfatizar

Exceto em alguns casos, é melhor cortar frequências do que enfatizá-las.

Tendemos a enfatizar as frequências com nosso equalizador para destacar os sons e ter presença, mais brilho e clareza.

E isso implica algo negativo. Quando enfatizamos, estamos “forçando” esse som a ser diferente de como era originalmente e que pode causar perda de qualidade .

É mais inteligente analisar por que esse som não está tendo a presença que queremos.

  • Talvez haja uma faixa tocando na mesma faixa de frequência (como vimos no ponto anterior).
  • Talvez haja uma faixa vizinha tocando em dB’s muito altos e ela oculta a outra.

Nos dois casos, é melhor ajustar os volumes ou reduzir as frequências da faixa vizinha para abrir espaço para a faixa que queremos destacar .

Analise uma música de referência

Ter uma música profissional que gostamos como referência será de grande ajuda para ter um guia e alcançar um som profissional mais facilmente.

Isso é algo semelhante ao tópico de referência que falo com você no guia de truques para produzir músicas mais rápidas e finalizadas , mas em vez de focar na produção e nas estruturas hoje, veremos isso com o mix.

A melhor maneira de afinar nossos ouvidos e poder comparar duas músicas e ver como cada uma se distingue em termos de pós-produção é ouvir muita música .

Com o tempo, teremos o ouvido do golfinho e podemos analisar os problemas com bastante precisão.

Enquanto isso, podemos usar ferramentas como o iZotope Ozone 7 , que traz no seu equalizador a função mais interessante.

Podemos usar seu analisador de espectro para medir a equalização do nosso tópico de referência e compará-lo com o nosso projeto.

Como se isso não bastasse, com a opção “Matched Curve”, podemos simular automaticamente a equalização do tema de referência e aplicá-lo em nosso projeto, uma alegria em dar o toque final e se parecer melhor com o tema de que tanto gostamos.

Logicamente, esse não é todo o mix que você deve fazer no seu projeto; este é simplesmente um retoque final  que você fará como regra no canal principal .

A equalização faixa a faixa ainda está lá e, no momento, não seremos salvos dela

No entanto, acho que é uma ferramenta muito interessante que nos ajudará a melhorar nossa audição, pois temos a possibilidade de ver  como as frequências de ambos os projetos estão funcionando e como podemos moldar nosso projeto com a referência.

consultoria_ambiental

O que é uma certificação ambiental?

É a ação pela qual os organismos de avaliação declaram que um produto ou serviço está em conformidade com os regulamentos de gerenciamento ambiental.

No que diz respeito à auditoria ambiental, existem normas voluntárias, como as normas ISO 14001 e o Regulamento EMAS 761/2001 da Comissão Europeia (Sistema Europeu de Eco-gestão e Eco-auditoria).

consultoria_ambiental

Qual a relação entre certificação ambiental e rótulo ecológico?

As certificações ambientais controlam que os impactos ambientais das atividades (como uma fazenda de gado, uma loja de bronzeamento ou uma indústria de cerâmica), produtos (móveis, eletrodomésticos, têxteis etc.) e serviços (transporte de mercadorias, laboratório de I + D + I, cabeleireiro, etc.) não excedem um certo nível e evoluem para se aproximar de um nível de menor impacto.

Confira agora: Tudo sobre o certificado de regularidade ibama.

Os rótulos ecológicos são distintos (cada um tem seu próprio “símbolo”), de boas práticas ambientais na análise do ciclo de vida dos produtos (computadores, colchões, tintas e vernizes, calçados, alimentos, etc.).

Por que obter uma certificação ambiental?

Porque eles estabelecem parâmetros cuja conformidade pela empresa é cada vez mais valorizada por consumidores e organizações.

Aumentar a competitividade do negócio, distinguindo seus produtos dos de outras empresas, melhorando a imagem, a marca e o tratamento dos produtos no mercado. Mais especificamente:

  • Reduz os controles da administração, facilita a obtenção de apólices de seguro, empréstimos bancários, doações e subsídios.
  • Reduza os riscos ocupacionais.
  • Diminuir o gasto de água e energia.
  • Melhora a eficiência dos processos de produção, promove tecnologias menos poluentes.
  • Facilita a adaptação às leis mais exigentes e às exigências dos clientes mais exigentes.

Como obtenho uma certificação ambiental?

Obter uma certificação ambiental não é fácil nem rápido, mas vale a pena. Em geral, é necessário adaptar a empresa a uma série de parâmetros especificados nas respectivas normas, que serão avaliados pelos certificadores e verificadores.

Ao mesmo tempo, a empresa deve implementar uma série de ações especificadas nos protocolos de verificação:

  • Estabelecer a política ambiental oficial da empresa (incluindo compromissos para melhoria contínua e prevenção da poluição).
  • Identificar os aspectos ambientais relacionados à atividade da empresa (descargas, resíduos, emissões atmosféricas, consumo de matérias-primas, solos, ruídos).
  • Estabeleça objetivos e metas por documento, mantendo um programa que inclua atribuição de responsabilidades, calendários e meios técnicos, humanos e econômicos.

Como começar

Comece entrando em contato com o organismo de certificação para expressar sua intenção de obter uma certificação ambiental para seu produto e atividade.

Eles marcarão uma consulta para verificar as instalações e continuarão indicando os requisitos da norma, a verificação de conformidade e adaptações, até que você cumpra os regulamentos internacionais IS0 14000 ou o Regulamento EMAS ou os requisitos de rotulagem ecológica.