O que são carboidratos? Onde eles atuam e como consumi-los da maneira correta?

Eles são um dos três tipos de alimentos que fornecem energia ao corpo. Os outros dois são proteínas e gorduras. Juntos, eles fornecem o combustível que seu corpo usa para se construir e se reparar.

Os carboidratos se dividem em glicose (açúcar) que você pode usar imediatamente.

O combustível do seu corpo

Seu corpo funciona com glicose. Seu cérebro, em particular, precisa dele para funcionar da maneira que deveria.

Os carboidratos são uma fonte quase instantânea disso. Seu corpo pode quebrar e usar a gordura para algumas das mesmas necessidades, mas não todas. Além disso, a gordura usada como combustível produz compostos chamados cetonas que podem elevar o nível de ácido no sangue e que podem ser prejudiciais a longo prazo.

Preparação para o treino

Como os carboidratos são uma fonte de energia, eles podem mantê-lo forte enquanto se exercita.

Os especialistas recomendam abastecer com 1 a 3 horas de antecedência com uma combinação de carboidratos e proteínas, como aveia, iogurte grego, manteiga de amendoim ou nozes e passas.

Cheio de nutrientes

Os carboidratos de melhor qualidade – frutas vermelhas, vegetais e grãos inteiros – são repletos de vitaminas, fibras e antioxidantes que são importantes para uma boa saúde e bem-estar.

Os grãos integrais têm ácidos graxos, magnésio, vitaminas B, folato e zinco. Frutas e vegetais ricos em amido têm alguns desses, além de fitonutrientes como flavonóides e carotenóides que ajudam a prevenir doenças. Se você pular os carboidratos, perderá esses nutrientes também.

Carboidratos Simples

Pense no açúcar de mesa como carboidratos simples na forma pura. São moléculas muito pequenas, o que as torna especialmente fáceis para o seu corpo quebrar e usar. Isso significa que eles aumentam seus níveis de glicose (açúcar no sangue) muito rápido.

Coisas que adoçam qualquer quantidade de doces, tortas e sobremesas são carregadas com esses tipos de carboidratos.

Carboidratos complexos

Junte um monte de carboidratos simples e você terá essas moléculas maiores. Seu corpo tem que quebrá-los em carboidratos simples e depois em glicose antes de poder usá-los.

Isso leva mais tempo, o que significa que o açúcar no sangue sobe mais lentamente e é menos provável que se transforme em gordura. Esses tipos de carboidratos incluem pães multigrãos e massas, feijão, batata e outros vegetais.

Tanque de armazenamento

Antes que seu corpo transforme as sobras de glicose dos carboidratos em gordura, ele armazena o que pode no fígado na forma de glicogênio.

Isso mantém seu corpo funcionando entre as refeições. Mas seu fígado só pode manter o valor de um dia ou mais de cada vez.

Se você tiver muitos

Se você exagerar nos carboidratos, seus níveis de açúcar no sangue podem ficar muito altos. Isso faz com que seu corpo produza mais insulina, o que diz às células para economizar a glicose extra como gordura.

Isso pode ser prejudicial à saúde se você já estiver carregando alguns quilos a mais. Pode causar diabetes e outros problemas de saúde relacionados.

Se você não tiver o suficiente

Se não houver carboidratos suficientes em sua dieta, você pode ficar constipado por falta de fibras e nutrientes.

Seu corpo também é forçado a usar proteína ou gordura para obter energia. As proteínas são os blocos de construção do corpo. Se você usá-los como combustível, pode não ter o suficiente para fazer mais células e mantê-las saudáveis.

A quantidade certa

O número de carboidratos de que você precisa pode depender do seu sexo, tamanho e quão ativo você é – e isso pode mudar conforme você envelhece.

Mas, como regra geral, cerca de metade de suas calorias diárias deve vir dos carboidratos de frutas, vegetais, grãos, feijão e laticínios.

Apenas certifique-se de ir com carboidratos complexos e saudáveis e não exagere nos simples.

Dieta de baixo teor de carboidratos

Em teoria, menos carboidratos significa menos açúcar. E as dietas “cetogênicas” demonstraram ajudar algumas pessoas a perder peso e controlar o açúcar no sangue em curto prazo.

Mas essas dietas incluem muitas proteínas, e seu corpo pode precisar usar o cálcio armazenado para digeri-lo.

Além disso, digerir muitas proteínas pode ser difícil para os rins com o tempo. Você também tende a comer mais gordura saturada para repor os carboidratos, o que também pode ser prejudicial a longo prazo.

Diabetes e carboidratos

Se você tem esta doença, precisa observar seus carboidratos com atenção, porque seu corpo tem problemas para manter o açúcar no sangue em um nível seguro.

Se você tiver muitos, seu corpo pode não ser capaz de baixar o açúcar no sangue com rapidez suficiente. Mas se o açúcar no sangue ficar muito baixo, um copo de suco ou outro carboidrato simples pode ser a coisa certa para aumentá-lo novamente.

Se você tem diabetes, converse com seu médico sobre a melhor maneira de controlar os carboidratos.

Onde obter carboidratos saudáveis

Procure grãos inteiros não refinados, como quinoa, centeio e cevada, em vez de pão branco altamente processado e doces. Frutas e vegetais inteiros não processados são melhores do que sucos.

E é uma boa ideia passar adiante os alimentos de batata com alto teor de carboidratos, especialmente as batatas fritas, em favor do feijão, do grão de bico e de outras leguminosas.

Controlar a quantidade de carboidratos no seu organismo pode lhe ajudar a emagrecer, assim como detox caps também faz.

Detox caps atua emagrecendo e limpando seu organismo de toxinas e oxidantes desnecessários, vale muito a pena conhecê-lo!

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Alguns alimentos onde o sal se esconde e você nem imagina!

O custo do sal na sua dieta

Quão perigoso é o sódio, e a quantidade que você está comendo é demais? Essa é uma grande questão de saúde que ainda está sendo debatida entre os cientistas da nutrição.

Enquanto alguns dizem que uma dieta rica em sódio apresenta maiores riscos para o coração, outros afirmam que o maior perigo vem de recomendar menos sal do que o seu corpo necessita.

Então, quem está certo? É difícil dizer, já que muitas das informações nesta controvérsia em andamento ainda estão sendo determinadas. Aqui estão algumas coisas que são amplamente aceitas.

Pressão arterial

O sal extra atrai mais água para a corrente sanguínea e isso aumenta a pressão arterial, também chamada de “hipertensão”. Isso é preocupante porque a hipertensão é um importante fator de risco para doenças cardíacas, o não. 1 assassino em todo o mundo.

Um em cada três americanos adultos sofre de hipertensão. À medida que envelhecemos, essa porcentagem aumenta astronomicamente, com cerca de 90% de nós esperamos desenvolver pressão alta em algum momento de nossas vidas.

Quanto comemos?

De acordo com os novos padrões de saúde dos Estados Unidos, qualquer pessoa com mais de 2 anos não deve comer mais do que 2.400 mg de sódio por dia, como parte de uma dieta de 2.000 calorias.

No entanto, os homens com mais de 20 anos comem em média 4.100 mg, e as mulheres com mais de 20 anos comem cerca de 3.000 mg.

Os padrões dos EUA para homens e mulheres com mais de 50 anos são mais rígidos, pois essa população está mais sob risco de hipertensão. Adultos com mais de 50 anos não recebem mais do que 1.500 mg de sódio por dia.

Mas eles estão comendo muito mais – entre 2.200 mg e 4.000 mg por dia, em média, dependendo da demografia.

De onde tudo está vindo? A grande maioria de nosso sódio vem de alimentos processados, preparados e embalados, seja em casa ou em restaurantes. Na verdade, apenas 6% vem do saleiro.

Quão perigoso é o sal?

Alguns nutricionistas e pesquisadores concluíram que os perigos de uma dieta rica em sódio foram superestimados. O Institute of Medicine analisou vários estudos relacionados ao salgado das dietas americanas.

Esses pesquisadores concluíram que não havia razão para reduzir a dose diária recomendada para a população em geral ou para aqueles em risco de hipertensão. Eles concluíram ainda que a redução excessiva do sódio pode deixar uma pessoa vulnerável a outros riscos à saúde.

Para complicar ainda mais as coisas, alguns indivíduos são especialmente sensíveis ao sal. Essas pessoas veem sua pressão arterial subir e cair de forma mais dramática com base no sódio de suas dietas.

Isso seria ótimo se houvesse um teste conveniente para determinar quem é quem. Mas esse teste não está disponível no momento.

O sal é um mineral necessário para a saúde diária. Ele permite que os músculos do corpo relaxem, permite que os nervos enviem sinais e mantém os fluidos do corpo em equilíbrio.

Quando sua dieta se torna mais salgada, o excesso é eliminado pelos rins. Mas quando os rins não conseguem se livrar do excesso, ele se acumula nos fluidos corporais, exigindo mais água, o que aumenta o volume de sangue.

Isso causa uma carga mais pesada no coração que, com o tempo, pode enrijecer as artérias e aumentar o risco de hipertensão, derrame e ataque cardíaco.

Este artigo mostrará muitos dos alimentos diários onde o sódio tende a se esconder. Familiarizar-se com esses alimentos – junto com algumas dicas para evitá-los – ajudará você a cuidar melhor da saúde do seu coração e da saúde de sua família.

Evite jantares na TV

Jantares congelados são rápidos e fáceis. Mas sua conveniência tem um custo. Quando menos de 800 miligramas de sódio é considerado bom, isso é um mau sinal.

Alguns realmente empurram o envelope do salgado, e alguns explodem o envelope totalmente aberto. Considere o Banquete Salisbury Steak Meal, carregado com 2.194 miligramas. Pior ainda é o Peru Assado Hungry Man XXL do Swanson. Um pacote vem com 5.410 miligramas.

Felizmente, há opções mais saudáveis na seção de congelados. A refeição Thai Basil Chili Tofu da Saffron Road embala uns modestos 320 miligramas. Salmão selvagem e Pesto do Artisan Bistro contém 370 miligramas. Vale a pena ser exigente.

Controlar os temperos e saber escolher a sua alimentação pode lhe ajudar a ter uma saúde melhor, assim como usar produtos para emagrecer como o detox caps. Além de ajudar você a emagrecer, o detox caps ajuda a limpar seu organismo de toxinas e oxidantes desnecessários. Vale a pena conhecer!

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Onde encontrar Vitamina C? Quais são seus benefícios?

Você provavelmente conhece laranjas, toranjas, limões e limas. Mas as bagas também são excelentes – morangos, framboesas, mirtilos, cranberries. Mamão, kiwi, abacaxi, melão, ameixa e melancia são boas fontes. Até bananas, maçãs e peras têm algum.

Coma-os frescos e crus. A vitamina C decompõe-se com o tempo quando é aquecida.

Consiga alguns: vegetais

Coma verde. Os pimentões são seus grandes vencedores. Abasteça-se de verduras também – couve, acelga, couve, além de repolho e couve chinesa.

Triture em brócolis, couve-flor e couve de Bruxelas. Não se esqueça do tomate, da batata-doce e da abóbora.

Se você realmente precisa cozinhar seus vegetais, opte por cozinhá-los no vapor ou no micro-ondas. Esses métodos tendem a manter mais os benefícios da vitamina.

Duos Dinâmicos

A vitamina C pode ajudar outros nutrientes a funcionarem melhor. Coloque pimentões vermelhos na salada de espinafre. Coloque um pouco de brócolis no feijão cozido. Combine morangos com farinha de aveia.

Previna um resfriado? Não

Seu sistema imunológico precisa de vitamina C para funcionar direito. Mas o extra não o ajudará a evitar um resfriado. Pode fazer com que desapareça mais rápido ou não se sinta tão mal – se você estava tomando antes de ficar doente.

Serviço celular

A vitamina C ajuda você a se livrar de produtos químicos que causam danos dentro de seu corpo. Ajuda a compensar os efeitos da poluição, fumaça de cigarro, luz solar, radiação e até mesmo ajuda a transformar alimentos em energia.

Isso pode ajudar a manter as coisas funcionando melhor por mais tempo e protegê-lo de doenças, incluindo Alzheimer e câncer.

Formação de pele

Seu corpo precisa de vitamina C para ajudar a formar ossos, cartilagens, pele e músculos (incluindo o coração), ligamentos, tendões e vasos sanguíneos. A vitamina C é importante para a formação de pele nova e tecido cicatricial quando você se corta e para evitar rugas.

Põe seu cérebro em marcha

Você precisa de vitamina C para ajudar a transmitir os sinais do cérebro por todo o corpo. Isso afeta seu humor, memória, motivação e como você sente dor.

Aumenta sua visão

A vitamina A nas cenouras não é a única coisa boa para os olhos. A vitamina C pode retardar a degeneração macular relacionada à idade (DMRI), mas não previne a doença. C também pode reduzir o risco de catarata.

Vitamina C vs. Big C

Doses muito altas, especialmente por via intravenosa, podem retardar o crescimento e a disseminação das células cancerosas.

Em alguns casos, pode ajudar a quimioterapia e a radiação a funcionarem melhor. Pode ajudá-lo a se sentir melhor e também a ter menos efeitos colaterais. Mas tenha cuidado. Também pode tornar os tratamentos menos eficazes. Verifique com seu médico se faz sentido para você.

Em fumaça

Quando você fuma, seus níveis de vitamina C são mais baixos. Tente ganhar um pouco mais a cada dia para compensar.

Pessoas que estão perto de fumantes também são afetadas e podem usar mais vitamina C também.

Quanto?

A maioria das pessoas que comem uma variedade de vegetais e frutas diariamente obtém vitamina C mais do que suficiente de sua dieta.

Se você quiser tomar um suplemento, procure a forma barata de ácido ascórbico. Verifique com seu médico quanto é certo para você.

Além disso, a vitamina C possui efeito detox, ou seja, a mesma limpa seu organismo.

É possível alcançar o mesmo resultado usando detox caps, um potente emagrecedor com efeito detox.

Ao usá-lo, estará tirando de seu corpo gorduras localizadas indesejáveis, além de oxidantes  etoxinas desnecessárias.

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje? Já conhecia o detox caps?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Introdução às dietas vegetarianas e veganas

Comer carne, ou não comer carne… Essa é a pergunta que está na cabeça de muitas pessoas. O impacto negativo dos alimentos de origem animal na saúde, os danos associados aos alimentos de origem animal e ao meio ambiente, as crenças religiosas e o desejo de proteger e respeitar os animais são algumas das razões para o aumento do número de pessoas que consomem dietas vegetarianas.

Muitas pessoas expressam interesse em consumir uma dieta vegetariana, mas não o fazem porque não têm certeza de como fazê-lo ou não estão prontas para abandonar a carne. Felizmente, existem opções e muitos recursos excelentes disponíveis para ajudar.

O trabalho para você é entender quais nutrientes você está perdendo nos alimentos que não está consumindo e aprender como equilibrar suas refeições sem esses alimentos.

Além disso, a dieta vegetariana ou vegana pode fazer seu corpo desintoxicar assim como faz o detox caps, que também possui função emagrecedora.

Quais são os perigos potenciais de consumir os vários tipos de dietas vegetarianas e veganas?

Cortar a carne não é tudo o que é preciso para seguir uma dieta vegetariana. Você precisa se lembrar que sempre que você omite um grupo de alimentos, pode estar faltando alguns nutrientes essenciais.

Todos os tipos de dietas vegetarianas podem ser nutricionalmente balanceadas, mas isso vai exigir algum planejamento. Numerosos estudos têm mostrado que o planejamento alimentar inadequado é a causa das deficiências nutricionais em dietas vegetarianas, e não a ausência de alimentos de origem animal.

Dietas vegetarianas bem balanceadas foram aprovadas para todas as fases da vida, incluindo mulheres grávidas e lactantes, crianças, adolescentes, a população idosa e atletas competitivos.

Os nutrientes que você corre o risco de não obter o suficiente dependem dos alimentos que você omitiu de sua dieta. A seguir estão os nutrientes mais comuns que podem faltar em uma dieta vegetariana.

Ácidos gordurosos de omega-3

A American Heart Association recomenda “consumir peixes (principalmente peixes gordurosos) pelo menos duas vezes por semana”. A gordura do peixe fornece os ácidos graxos ômega-3 essenciais, ácido eicosapentaenóico (EPA) e ácido docosahexaenóico (DHA).

Os ómega-3 suplementos e alimentos fortificados com ele têm quantidade de EPA e / ou DHA variando. Foi demonstrado que os ácidos graxos ômega-3 retardam a progressão da aterosclerose, reduzem os níveis de triglicerídeos, agem como um agente antiinflamatório, possivelmente ajudam na depressão e em outros transtornos de personalidade e possivelmente tornam o sangue mais fino.

Há pesquisas em andamento para determinar se existem outros benefícios para a saúde.

Até certo ponto, seu corpo pode produzir EPA a partir do ácido alfa-linolênico (ALA), outro ácido graxo essencial. De acordo com estudos, o ALA não produz DHA, portanto, não fornece benefícios de saúde comparáveis aos ácidos graxos ômega-3 . ALA pode ser encontrada em fontes de Não-cárneo, tais como linhaça óleo, sementes de linhaça, óleo de canola, nozes, e tofu.

A pesquisa mostrou que o óleo de microalgas pode servir como fonte de ácidos graxos ômega-3 para veganos e vegetarianos. O óleo de microalgas é rico em DHA, como peixes gordurosos, e fornece uma quantidade adequada de EPA.

Outra coisa a levar em consideração ao tentar obter os benefícios para a saúde dos ácidos graxos ômega-3 é a quantidade de ácidos graxos ômega-6 que você está consumindo. Os ácidos graxos ômega-6 são a outra gordura essencial em nossa dieta. Esses ácidos graxos são encontrados em abundância em nossas dietas.

Tanto é verdade que precisamos reduzi-los. Os ácidos graxos ômega-6 são encontrados na maioria dos óleos vegetais, óleo de soja, óleo de milho , óleo de girassol e óleo de amendoim. Alguns especialistas acreditam que atualmente consumimos cerca de 14 vezes mais ômega-6 do que os ácidos graxos ômega-3.

O objetivo é aproximar esse consumo de uma ingestão igual ou, no máximo, de apenas 3 gramas de ácidos graxos ômega-6 para cada 1 grama de ácidos graxos ômega-3. O óleo de linhaça e as sementes de linhaça são a única fonte de ALA que também não fornece ácidos graxos ômega-6.

Embora não existam diretrizes oficiais sobre como obter uma quantidade adequada de ácidos graxos ômega-3 em uma dieta vegetariana, existem algumas recomendações que você pode seguir:

  • Use óleo de microalgas como substituto para o consumo de peixes gordurosos.
  • Use óleo de linhaça ou semente de linhaça (moída ou triturada) como sua fonte de ALA. Não aqueça o óleo ao usá-lo.
  • Reduza a ingestão de ácidos graxos ômega-6 substituindo os óleos vegetais por azeite de oliva ou óleo de colza.

Vitamina b12

A vitamina B12 está ligada à proteína em alimentos de origem animal. Tem havido pesquisas consideráveis para determinar se ele também é encontrado em alguns alimentos vegetais. Infelizmente, a B12 encontrada em alimentos vegetais não pode ser usada por humanos.

Foi demonstrado que os suplementos feitos com fontes vegetais contêm análogos do B12, compostos que são estruturalmente semelhantes ao B12, mas não têm a mesma função. A pesquisa mostrou que o uso de suplementos com esses análogos pode realmente competir com a vitamina B12, inibir seu metabolismo e aumentar o risco de deficiência de B12.

A deficiência de vitamina B12 causa vários sintomas e problemas, incluindo fraqueza, cansaço, prisão de ventre, perda de apetite, perda de peso, memória fraca, demência, depressão, problemas de equilíbrio e anemia megaloblástica.

Você também pode ter problemas nervosos, como dormência e formigamento nas mãos e nos pés. A deficiência de vitamina B12 pode danificar o sistema nervoso mesmo em pessoas que não têm anemia , por isso é importante tratar a deficiência o mais rápido possível.

A vitamina B12 é encontrada em frutos do mar, laticínios, ovos e carne. As dietas veganas apresentam o maior risco de deficiência. Existem muitos alimentos que são fortificados com vitamina B12, portanto, é possível que as dietas veganas contenham quantidades adequadas desse nutriente com ou sem suplemento.

As recomendações para atingir suas necessidades de vitamina B12 são:

  1. consumir alimentos enriquecidos com vitamina B12 duas a três vezes ao dia,
  2. tome um suplemento de B12 se você não conseguir consumir uma quantidade adequada em sua dieta ou se tiver uma necessidade maior (idosos, mulheres grávidas e lactantes),
  3. não tome quantidades excessivas de suplementos de folato, pois isso pode mascarar uma deficiência de B12,
  4. peça ao seu médico para verificar o seu nível de B12.

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Equipamento de basquete

Roupas

Os shorts devem ficar acima do joelho e não podem ter bolsos ou presilhas de cinto ou ser do tipo “rasgável”. Eles geralmente são largos para permitir a máxima liberdade de movimento. As camisetas das equipes são fornecidas pelos clubes da comunidade. Deve haver números impressos na frente e nas costas da camisa. As camisolas devem ser reversíveis com cores diferentes de cada lado. Se um jogador escolher usar uma camiseta por baixo da camiseta, a camiseta deve ser da mesma cor da camiseta ou branca.

Meias

Recomenda-se o uso de meias grossas com pés almofadados. Eles absorvem o suor e fornecem uma almofada adicional para as muitas aterrissagens que o jogador fará durante o jogo. Acrílico ou dois pares de meias devem ser usados ​​para evitar bolhas.

Mais tarde: Confira agora mesmo os melhores tênis para esportes, incluindo Yeezy Boost da Adidas.

Sapatos

O calçado é extremamente importante. O jogo de basquete, em qualquer idade ou nível de habilidade, envolve muitas corridas, paradas, mudanças de direção, saltos e aterrissagens. Um meio de prevenir lesões durante o jogo de basquete é um tênis adequado com sola de borracha. Os sapatos devem ser específicos para o basquete, com bastante apoio para o tornozelo e absorção de choque. O calçado deve ter uma boa sola de borracha que não marque o chão e proporcione a melhor aderência possível. Os calçados devem ser adaptáveis ​​e ajustados corretamente, ou o pé de um jogador pode estar sujeito a bolhas ou ferimentos.

O tênis de basquete pode ser de cano alto ou decotado. Um corredor de cano alto é preferível porque dá maior apoio ao tornozelo. Lesões no tornozelo são as mais comuns no basquete e muitas podem ser evitadas com um bom par de tênis de basquete. Podem ocorrer esporas de calcanhar e dores nas canelas se você não tiver o amortecimento adequado. O calçado deve ter uma sola de borracha grossa e feita de material que amortece os saltos e aterrissagens que ocorrem durante o jogo.

Existem sapatos feitos especificamente para o jogo de basquete. Este é o investimento mais importante que você fará para seu filho neste esporte. Adquira seus tênis de basquete de bons varejistas que se especializam em ajudá-lo a selecionar e ajustar seu filho e suas necessidades.

Os sapatos devem caber bem e ser substituídos antes que as solas fiquem lisas ou antes que a parte superior comece a rasgar ou se desfazer. Os calçados usados ​​atualmente por jogadores em jogos e treinos da liga não devem ser usados ​​ao ar livre. A água é o principal fator para a durabilidade de um sapato. É melhor guardar os sapatos em local quente e seco. Uma dica para secar rapidamente um par de sapatos é enchê-los com jornal.

Como com a maioria das coisas, você definitivamente obtém o que paga quando se trata de calçados esportivos. Os sapatos de melhor qualidade custarão mais inicialmente, mas com o tempo eles durarão mais e terão um desempenho melhor para o benefício de seu filho. Certifique-se de que seus filhos usem esses sapatos apenas na quadra e não fora dela. Eles são feitos para durar, mas para uso no piso da quadra, não em concreto ou asfalto. Cuide deles e eles durarão até que seu filho cresça fora deles.

Jóias

A Associação proíbe estritamente o uso de qualquer tipo de joia em jogos ou práticas da liga, como brincos e outros piercings (nariz, língua, sobrancelha, etc.), colares, relógios, pulseiras e anéis. Esses itens são restritos porque representam um sério risco à segurança do usuário e daqueles ao seu redor. Gravar o item não é uma opção. A melhor solução para isso é remover o item antes de sair para o jogo ou treino e deixá-lo em casa. Os árbitros se reservam o direito de não permitir que um jogador participe se as joias não forem removidas antes do início do jogo.

Garrafas de água e bebidas esportivas

A Associação incentiva todos os jogadores a trazerem e usarem suas próprias garrafas de água para jogos e treinos por razões sanitárias. Usando seu próprio frasco, você reduzirá as chances de espalhar resfriados, gripes e outros vírus. É aconselhável lavar bem a garrafa com frequência durante a temporada, com água quente ou na máquina de lavar louça. A melhor bebida durante uma atividade física é a água. As bebidas esportivas oferecem mais minerais, que são necessários quando estão ativas.

Eager to play soccer but don’t know how to start? Here are some tips on how to do it!

Soccer is an interesting and fun sport for both genders. It teaches discipline, teamwork, and a desire for constant improvement. And if you are a girl who is interested in giving football a try, this note is for you. Don’t be intimidated by the possible offenses of sexist boys and men; we’ve all been through it. Just believe in yourself, in your own talent and ability. Ahead!

See also: looking for the best sporstwear and equipment? Chech out SportsMen right away.

 

  1. It’s time to learn!

If you have a friend who plays, ask them for advice and guidance to see what is the best position (forward, midfielder, defense, goalkeeper) for you. Ah! And don’t forget to read the rules of the game before hitting the pitch. Watching games and playing videos can be good guides to help you decide as well and improve your performance.

  1. Consider that playing soccer is an investment

Transportation for practices, traveling to a tournament, getting the equipment. Playing it requires that you have the basics, shin guards, sweaters or booties, appropriate clothing to play, a water bottle and a ball. And keep in mind that some clubs may require a practice uniform or other equipment.

  1. Playing soccer does not mean neglecting your appearance

If you are the type of girl who likes to take care of her appearance, you still can. But don’t wear too much makeup during a game / practice. You can be like Ali Krieger, a well-known American national team player who calls her makeup “war paint.” She has even commented that if she shares a room with a teammate, they play music and start putting on makeup before an important game. Preparing to go on the court is no different than preparing to go out on a Saturday night.

You can also have your ankle boots in different colors to have more variety. Just remember that you should not wear earrings or any other type of jewelry in the field. You could hurt yourself and / or a partner.

  1. Stay healthy!

To do this, you must drink a good amount of water , rehydrating drinks also serve and have a correct diet of food. And you should avoid foods such as sweets, fried foods and drinking soda

  1. Remember that it is a process that takes time

Don’t expect to be the best from day one. You should always work harder to improve your performance. Soccer is a sport that demands a lot of physical effort, always asking you to do your best and improve yourself every day. But it is also quite a rewarding sport. If you fail to start, that’s fine.

  1. If they tell you you can’t, show them wrong!

If you’ve been told that soccer is only for men, it’s time to prove that you don’t need to be a boy to know how to kick a ball well. It is unfortunate, but there are people who have been stuck in the past. Find supportive people, women and men alike. You will see that there are as many as people who do not agree with women’s football. And we recommend that you watch the movie Bend it like Beckham (I want to be like Beckham). She is very good at demonstrating the relationship between soccer and girls.

Como escrever um romance: o que é um romance?

A definição mais ampla de um romance é simplesmente … um romance focado em uma história de amor central. Mas o termo romance é normalmente usado para tipos específicos de ficção comercial.

Veja também: Em busca de um bom Curso para escritores? Confira agora mesmo.

Um romance literário é aquele que foi escrito como uma obra de arte. Um romance comercial é aquele que foi escrito para vender. Um romance comercial, portanto, segue certas regras determinadas pelo mercado – pelo que as pessoas querem comprar. Isso não significa que não possa ser um bom romance! Na verdade, os elementos fundamentais de um romance de sucesso são os mesmos de outros tipos de ficção:

  • personagens com os quais o leitor se preocupa
  • um conflito que move a história de A para B
  • bom diálogo e escrita vívida que “mostra” em vez de “conta”.

Mas em romances, esses elementos de ficção normalmente assumem uma certa forma. Aqui estão algumas diretrizes básicas para como escrever romance, olhando para cada um dos elementos que mencionei antes:

  • Personagens – Na ficção romântica, o foco geralmente é em dois personagens, aqueles que se apaixonam. Tradicionalmente, estes são um homem e uma mulher. A história geralmente é contada do ponto de vista da mulher . Por quê? Porque a grande maioria dos leitores de romance são mulheres, e elas estão mais interessadas em ler sobre a perspectiva da mulher do que sobre a do homem.

Romances escritos para séries de romance são geralmente curtos (menos de 200 páginas), então os escritores de romances tendem a manter um forte foco no herói e na heroína, em vez de dar muito tempo de palco para personagens secundários.

  • Conflito – Se o casal se apaixonar imediatamente e tudo correr perfeitamente, isso é muito bom para eles, mas não é exatamente uma história. Então, deixe “Felizes para sempre” para o final (leia aqui sobre o motivo) . Você precisa de um conflito para criar algum suspense e expectativa para manter o leitor virando as páginas. Em um romance, esse conflito normalmente é algo que mantém os personagens separados. Seu herói e sua heroína foram feitos um para o outro, mas há um problema, algo no caminho. A história é sobre como o casal supera esse obstáculo ou problema para chegar ao final. No romance comercial, esse final é sempre feliz.

Um enredo típico de romance:

  1. herói e heroína inicialmente não gostam um do outro (embora haja uma atração poderosa por baixo);
  2. acontece algo que os força a ficarem juntos (por exemplo, ele é designado para ser seu guarda-costas);
  3. eles começam a se apaixonar, mas há um obstáculo no caminho do romance (por exemplo, ela está noiva de outro homem);
  4. no clímax da história , eles superam esse obstáculo e chegam ao final feliz.
  • Bom diálogo, escrita vívida – isso sempre melhora a experiência do leitor. No romance, o principal interesse do leitor é a relação entre o herói e a heroína, então você deve usar essas técnicas para fazer o leitor sentir a química entre eles.

Embora detalhes específicos façam parte de uma escrita vívida, se você estiver escrevendo cenas de sexo para uma série de ficção romântica, tenha em mente que diferentes séries aceitam diferentes níveis de explicitação sexual. Isso depende das preferências de seus leitores, muitos dos quais preferem um foco suave.

Litoral Paulista: Ótimas Praias e Imóveis

O Brasil é conhecido por suas lindas praias. Ao menos uma vez por ano, durante o carnaval, você verá fotos panorâmicas das praias de Copacabana e Ipanema, emolduradas por aqueles icônicos cones de granito, chamados morros.

Veja a seguir: Confira essa imobiliaria em riviera de são lourenço se planeja se mudar para as praias de Bertioga.

Mas com mais de 4.500 milhas de costa, o Brasil tem muito mais a oferecer. Ao sul do Rio de Janeiro, no vizinho estado de São Paulo, você encontrará 370 quilômetros de litoral. Se você é um vagabundo da praia, vale a pena dar uma olhada nesta área por vários motivos:

  • É de fácil acesso a partir da capital paulista.
  • A infraestrutura e os serviços são bons, já que São Paulo é o estado mais próspero do Brasil.
  • A beleza natural é simplesmente deslumbrante.
  • Existe uma grande variedade, desde praias extensas e turísticas até recantos acessíveis apenas de barco.
  • Grandes negócios podem ser encontrados, enquanto o Brasil luta para sair da crise financeira.

Os habitantes locais normalmente dividem o litoral de São Paulo em Litoral Norte (North Shore) e Litoral Sul (South Shore). Neste artigo, exploraremos três áreas do North Shore, com uma olhada em mais algumas no artigo da próxima semana.

Orientação e planejamento

Esta região é melhor explorada de carro. Primeiro, você pode relaxar enquanto as pessoas aqui dirigem do lado direito da estrada, o mesmo que na América do Norte. As rodovias nesta região são geralmente boas, embora tenha cuidado e bom senso ao explorar fora das estradas principais.

Muitas locadoras estão disponíveis, como a conceituada rede nacional Localiza. Você só precisa apresentar um passaporte, carteira de motorista válida de volta para casa e um cartão de crédito para obter um carro. Você não precisa ter uma licença internacional ou interamericana.

Você pode alugar um carro em São Paulo, mas sugiro que você evite o incômodo de dirigir na cidade grande pegando um ônibus para Santos ou Guarujá, no litoral (onde começaremos nossas explorações) e depois alugue lá. Durante o trajeto, você poderá desfrutar de belas vistas da Mata Atlântica a partir da rodovia elevada.

Santos e Guarujá, junto com os vizinhos São Vicente e Praia Grande, formam o que se denomina Região Metropolitana da Baixada Santista, ou a região metropolitana que divide o Litoral Norte com o Sul.

Seguindo para o norte (embora seja mais a Leste neste trecho do litoral) na rodovia BR-101, você encontrará os seguintes municípios: Bertioga, São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba. De Santos a Ubatuba é um pouco menos de 175 milhas.

Bertioga (pop 57.000), ao norte do Guarujá, é a cidade do Litoral Norte mais próxima de São Paulo. Encontra-se espremida entre o Atlântico Sul e o Parque Estadual da Restinga de Bertioga. Bertioga talvez não seja tão popular entre os habitantes locais quanto as cidades vizinhas. No entanto, a Praia de São Lourenço e a vizinha Riviera de São Lourenço são populares, embora um pouco caras.

Continuando em direção ao norte, a grande São Sebastião (83.000 habitantes) reivindica algumas das praias mais populares do Litoral Norte. Juqueí (às vezes chamado de Juquehy) costumava ser a principal praia da praia e ainda é popular entre os mais velhos. É ladeada pela menor Barra do Una ao sul, onde fica um iate clube, e pela Barra do Sahy ao norte, que é frequentada tanto por surfistas quanto por famílias. Mais ao norte, mais perto da própria cidade de São Sebastião, fica a badalada Maresias, casa do surfista brasileiro Gabriel Medina.

Qual a importância dos stakeholders para uma empresa?

Qual a importância dos stakeholders para uma empresa?

Qual a importância dos stakeholders para uma empresa? Uma vez que o plano de negócios tenha sido feito, é importante lembrar que as diferentes partes interessadas na organização têm opiniões diferentes sobre o projeto. Essas opiniões podem ser de apoio ou de oposição direta.

Agora é o momento de transmitir estas opiniões, através de discussões, e este pode ser um momento em que as coisas terão que ser ditas.

O que são stakeholders e qual a sua importância na organização?

Se as partes interessadas envolvidas são partes interessadas, elas são importantes, e é essencial que elas estejam envolvidas nas discussões. Se as partes interessadas não estiverem envolvidas, então as decisões não terão que ser tomadas, e o projeto ou será concluído sem problemas significativos ou se desmoronará.

Mas não são apenas as partes interessadas que são importantes. É também a equipe. Muitas pessoas tomarão partido e tomarão as decisões que acharem que são melhores para o projeto.

Se não forem tomadas com base nas necessidades das partes interessadas, podem sair do campo da esquerda, causando discórdia ou confusão, ou podem se tornar um ponto de atrito que não se resolve.

É por isso que é tão importante ser aberto e claro para os stakeholders, e envolver a equipe. Ao envolver todos os membros da equipe, o projeto chega ao cerne do que o projeto precisa para ter sucesso. Aqui estão seis maneiras pelas quais eles podem ajudar.

Qual a importância dos stakeholders para uma empresa?

1. Eles estão confiantes no processo de tomada de decisão

Eles estão confiantes no processo de tomada de decisão
Eles estão confiantes no processo de tomada de decisão

As partes interessadas querem clareza sobre o que está acontecendo. Eles querem sentir que têm uma palavra a dizer sobre o que está acontecendo, e que suas opiniões são importantes.

As partes interessadas procuram ver o raciocínio por trás das decisões, e querem saber por que as coisas estão acontecendo.

Há algumas diretrizes que são úteis aqui. É importante que as partes interessadas tenham tido contribuições e é fundamental que as partes interessadas possam falar abertamente sobre o que elas sentem.

E como gerente de projeto, você é a primeira linha de defesa para ajudar a resolver as questões.

A maneira mais fácil de fazer isso é ver se o processo de tomada de decisão é simples e inclusivo. Se as pessoas puderem expressar suas opiniões, então todos sentirão que têm sua contribuição e que o projeto está progredindo.

2. Eles podem contribuir de forma significativa

Eles podem contribuir de forma significativa
Eles podem contribuir de forma significativa

As partes interessadas procurarão causar um impacto. O impacto será na forma de resolver um problema ou criar uma solução.

Para poder causar um impacto significativo, as partes interessadas precisarão ser capazes de explicar qual é o problema, ou qual será a solução para o problema.

Eles também precisarão mostrar que compreendem o projeto, e serão capazes de ajudá-lo a tomar decisões.

Um líder de projeto deve ser capaz de dar a eles uma oportunidade de contribuir. A melhor maneira de fazer isso é simplesmente estar disponível.

Se o membro da equipe estiver fora de um projeto, então permita que eles entrem e participem de reuniões de grupo, e os tenha presentes e participem de qualquer papel.

Se o membro da equipe estiver no escritório, e você estiver tomando decisões, então esteja preparado para pedir feedback. A melhor maneira de conseguir isso é ser acessível e ser claro sobre o que está em jogo e o resultado que eles estão procurando.

3. Eles estão confortáveis com a ambiguidade

Eles estão confortáveis com a ambiguidade
Eles estão confortáveis com a ambiguidade

Se você já decidiu qual será a solução, então você tem um problema. Como gerente de projeto, você é quem tem autoridade para dizer sim, e para dizer não. Se você decidir que algo não é possível, então a equipe não será capaz de implementá-lo.

Eles não serão capazes de avançar com o projeto, ou ele poderá causar uma grande quantidade de danos ao resto do projeto.

A solução pode ser simplesmente estar disposto a aceitar a situação. Deixe as partes interessadas saberem que o gerente do projeto está analisando o escopo do projeto e as opções disponíveis, e que as partes interessadas terão uma voz no que o projeto parece.

Deixe-os saber que o projeto é uma prioridade e que a equipe do projeto está fazendo uma chamada final.

Você quer que as partes interessadas sintam que são ouvidas e compreendidas, e se elas tiverem uma preocupação com o futuro do projeto, então você pode tomar uma decisão com base em quais são as necessidades do projeto.

As partes interessadas entenderão que existem opções e poderão contribuir de forma significativa.

4. Eles são objetivas e racionais

Eles são objetivas e racionais
Eles são objetivas e racionais

As partes interessadas não são gerentes de projetos, nem estão qualificadas para liderar outras partes interessadas. É importante que eles não tenham preconceitos sobre o projeto, ou sobre a equipe, nem podem lhe dizer como fazer seu trabalho.

Você precisa usar os dados para tomar decisões, e a melhor maneira de fazer isso é fazer com que sua equipe responsabilize as partes interessadas pelas métricas que você tenha decidido.

Se você estiver trabalhando em um prazo, você precisará estar aberto a uma resposta que não se encaixe em seu plano. Se for a parte interessada que não for capaz de oferecer uma solução precisa, você precisará escolher a melhor decisão para seguir em frente.

A maneira de fazer isso é ser objetivo. Como líder, é seu trabalho determinar o melhor curso de ação, não ser influenciado por pessoas que você pode conhecer, mas não conhece bem.

5. Eles respeitam o tempo das partes interessadas

Eles respeitam o tempo das partes interessadas
Eles respeitam o tempo das partes interessadas

Os riscos são altos. Você está fazendo um grande projeto e precisa ter certeza de que a parte interessada compreenda a importância do projeto.

Para que eles sintam que estão contribuindo de forma significativa, certifique-se de que eles entendam o quanto é importante para você.

Se eles sentirem que estão sendo ignorados, então isso será interpretado como desrespeito.

Em vez disso, certifique-se de que eles saibam como contribuir de maneira apropriada e mantenha suas expectativas alinhadas.

A parte interessada está lá para oferecer uma opinião, não para ser seu gerente de projeto. Mantenha-os envolvidos, e você verá que isso será muito mais suave.

Post Relacionado: O mercado de consorcio se tornou uma nova oportunidade de negócio para investidores

6. Eles escutam e empatizam

Eles escutam e empatizam
Eles escutam e empatizam

A melhor maneira de manter a parte interessada do lado de fora é certificar-se de ouvir suas ideias.

Eles não estão trazendo uma proposta, mas sim um desejo de contribuir e ter uma palavra a dizer no projeto.

Não se limitem a saltar na sugestão deles. Eles não estão qualificados para ter todas as respostas. Ao invés disso, você precisa ter empatia com eles.

Lembre-os de que você está tentando criar uma solução e explique a maneira como você criou a solução.

Então, esteja aberto a qualquer feedback que eles possam fornecer.

Sobre investimentos: Como posso investir o dinheiro do FGTS e do PIS

Conclusão

A maneira de obter o melhor de suas partes interessadas é garantir que você as aprecie. Eles estão entusiasmados com o projeto e estão dispostos a trazer suas ideias para a mesa.

Como líder, seu trabalho é certificar-se de que as partes interessadas compreendam seu papel no projeto e seu lugar no panorama geral.

Embora haja muitas coisas que você pode fazer para ter certeza de que está mantendo suas partes interessadas do lado de fora, a chave é ouvir.

Seu trabalho é manter as partes interessadas do lado de fora e assegurar que elas sejam incluídas no processo de tomada de decisão.

O que faz um compressor?

Um compressor reduz a faixa dinâmica. Mais especificamente, ele reduz a diferença entre as partes mais altas e mais suaves de sua mixagem, resultando em uma faixa com menos dinâmica e movimento. A compensação aqui é que, com uma faixa dinâmica mais baixa e picos controlados, você pode aumentar o volume da mixagem do que se estivesse descompactada.

Procurando um bom Curso de mixagem e masterização? Confira agora mesmo.

Isso é importante na masterização. A compressão pode fazer muitas coisas como adicionar vigor, aumentar detalhes e tornar as coisas mais cheias, mas na masterização, um compressor é usado principalmente para aumentar o volume.

Embora os engenheiros de masterização usem limitadores para tornar as mixagens mais altas, contar apenas com um limitador para fazer todo o trabalho braçal produzirá efeitos indesejados, como bombeamento e distorção. Dividir o trabalho entre um compressor e limitador produz um resultado mais natural.

A mixagem precisa de compressão?

Cerca de 80% das mixagens de hoje chegam tão quentes e batidas que não é necessário um compressor. Use seus ouvidos quando receber uma mixagem – se você achar que a mixagem em si já está bem comprimida, adicionar compressão no estágio de masterização provavelmente não ajudará muito.

Quanta compressão é suficiente?

Na verdade, os engenheiros de masterização dificilmente usam compressão. Mesmo que o façam, é em proporções baixas e limiares altos. Aqui estão algumas diretrizes gerais se você deseja usar compactação durante a masterização:

Comece sua proporção em 1,25: 1 ou 1,5: 1 . Ultrapassar uma proporção de mais de 2: 1 não é recomendado.

Defina seu limite bem alto para obter no máximo 2 dB de redução de ganho.

Use seus ouvidos; se você aplica compressão e não gosta de como isso afeta seu mestre, não hesite em retirá-lo.

Continue se perguntando a cada movimento: “Estou fazendo a música soar melhor?”

Compressão multibanda

Os compressores de bandas múltiplas, comumente encontrados em cadeias de masterização, dividem o espectro de frequência em várias bandas e oferecem configurações de compressão individualizadas para cada uma. Abaixo, vamos identificar os prós e contras da compressão multibanda.

Os prós:

A flexibilidade para tratar áreas isoladas do espectro de frequência

Diferentes áreas do espectro de frequência podem atender a diferentes necessidades. Por exemplo, as frequências graves são mais longas em comprimento de onda e ter uma banda separada para processar a extremidade inferior sem afetar o resto das frequências pode ser ideal em alguns cenários.

A capacidade de usar configurações diferentes em bandas diferentes

Com um compressor multibanda, você pode definir diferentes configurações de ataque, liberação e limite para os graves, médios baixos, médios altos e altos.

Os contras:

Perda de fidelidade

Para um compressor multibanda funcionar, ele precisa usar filtros de crossover para separar o áudio em bandas diferentes. Sempre que você executa o áudio por meio de um filtro, você perde um pouco da fidelidade. Isso inevitavelmente adiciona um pouco de toque, ruído e distorção.

Os perigos do processamento excessivo

Com a masterização, a regra número um é evitar o excesso de processamento. O superprocessamento com um compressor multibanda pode facilmente distorcer as relações de frequência e fase de seu mestre. Você só deve usar um compressor multibanda se tiver um propósito específico e souber o que está fazendo.

Resumindo

Em resumo, a compressão pode ser uma ferramenta útil se seus ouvidos disserem que a mixagem precisa dela. Dito isso, você deve usar a compactação com moderação; tente não processar em excesso e mantenha a redução de ganho em não mais que 2 dB.