Como escolher um tênis de corrida

Se procura o calçado perfeito para qualquer corredor, temos uma má notícia para si: ele não existe. Mas não se desespere, que o que existe é um calçado perfeito para cada corredor em particular. Portanto, a escolha do calçado é um ponto fundamental para poder desfrutar da corrida, evitar lesões e, por sua vez, obter um bom rendimento desportivo.

Veja também – Os Melhores Calçados para você só encontra na Sports Men

Agora, a questão é: como você escolhe seu próximo tênis de corrida? A seguir, listaremos uma série de itens que você deve levar em consideração ao visitar sua loja de esportes.

Tipo de banda de rodagem:

Se ainda não está muito claro, é muito provável que já tenha ouvido as palavras “supinador”, “pronador” e “neutro”. Esses são os três grupos principais em que os corredores são divididos de acordo com o movimento do pé em cada passo.

Aqueles que dão um passo para dentro, como se tivessem o arco do pé baixo, aproximando os joelhos, são os pronadores. Os supinadores são os que pisam mais com a parte externa dos pés e os neutros os que o fazem de forma intermediária. Hoje todas as marcas de calçados esportivos possuem modelos para cada tipo de corredor, que ajudam a corrigir qualquer tipo de “vício” do pé.

Seu peso:

É claro que um corredor de 55 quilos não é o mesmo que um corredor de 75 quilos e um corredor de 95, portanto, também há calçados em particular para cada um. As principais diferenças estarão no amortecimento do calçado, que fica localizado na entressola.

Existem tecnologias que são feitas para trabalhar com um determinado peso, então se o peso do corredor for menor, você não conseguirá movimentar o amortecimento e se sentirá muito duro. Por outro lado, se o peso do corredor estiver acima do peso ideal para aquele calçado, ele vai acabar batendo no amortecimento e não vai adiantar.

Em ambos os casos, o peso do corpo, multiplicado ao pisar, será absorvido por nossas articulações e, muito possivelmente, com o tempo, isso levará a lesões. É o mesmo que com os amortecedores de um carro pequeno e de um caminhão grande: cada um com o seu, do contrário, não funcionaria. Uma chave nesse sentido, embora não a única, é ver a altura das entressolas: as muito finas são apenas para corredores leves, e as mais altas geralmente são para corredores mais pesados.

Tipo de superfície:

Esse é outro grande diferencial do calçado. Não é a mesma coisa correr na rua ou em superfícies compactas mas planas do que correr nas montanhas. Para a rua você vai precisar de uma tração especial, com pequenos desenhos nas solas.

Para a montanha, entretanto, você precisará de solas com “tachas”. Também em casos de montanha, reforços especiais são necessários, pois o calçado sofrerá impactos de pedras, galhos e raízes. Por fim, se for utilizá-lo em terrenos off-road, evite grandes buracos ou ferraduras no calcanhar, pois haverá acúmulo de lama e outros objetos que incomodarão muito na corrida.

Quilometragem:

Existem sapatos concebidos para durar mais e outros menos. A principal diferença está nos materiais e nas tecnologias utilizadas para fabricá-los. Os corredores procuram calçados leves nas corridas. Para isso, é necessário usar menos materiais e, na maioria dos casos, tendem a ter menos vida útil.

Por outro lado, para os treinos utilizamos calçado mais robusto, com mais reforços, amortecimento e elementos que, embora durem muito mais tempo, proporcionam também alguns gramas extra. Claro, neste caso, o peso não importará tanto. Por isso, o ideal, se o bolso permitir, é ter sempre dois pares de calçados: um para treinar com mais amortecimento e outro mais leve, guardado apenas para competições.

Conforto:

Para este ponto final reservamos algo muito pessoal, já não existe teoria sobre isso. O conforto que você pode sentir, ou não, com cada sapato vai depender exclusivamente de cada corredor. Neste item, não incluímos apenas os aspectos anatômicos, mas também a estética, que para muitos corredores é muito importante.

Você deve experimentar seus sapatos, ajustá-los bem, caminhar e até mesmo dar alguns passos de corrida. Não ficar muito apertado (causa dor ao correr), nem muito solto (o pé desliza a cada passo, causando bolhas e feridas).

E também, você deve gostar de seus tênis. Você tem que sentir prazer cada vez que os calça, e isso será uma motivação extra para sair para uma corrida.

Já encontrou o seu calçado ideal?

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *