Empréstimo pessoal com nome sujo

Empréstimo pessoal com nome sujo: Entenda

Atualmente para solicitar um empréstimo no mercado, é necessário fazer a consulta do CPF, isso por que para liberar o crédito os bancos e financeiras precisam saber se você irá honrar o acordo e pagar as parcelar. Se caso você tem o nome sujo em alguma empresa de proteção ao crédito, as chances de conseguir aprovação de empréstimo são baixas.

O aconselhável é antes de solicitar empréstimo pessoal com nome sujo, é entrar em contato com a empresa que está devendo e negociar um acordo para resolver as pendências. Porém, se é um caso de urgência, nós vamos te dar algumas dicas nesse post.

1.      Empréstimo com nome sujo: limite reduzido

Os limites para quem solicita empréstimo com nome sujo costumam ser bem reduzidos, isso por que a pessoa já tem um histórico de não pagamento das parcelas. Dependendo do tamanho da sua dívida, o valor liberado para crédito é bem baixo, mas pode aumentar caso pague as parcelas em dia.

2.      Empréstimo com nome sujo: melhor opção

Se no seu caso você precisa de dinheiro rápido, uma ótima opção de empréstimo com nome sujo é o penhor. Nesse tipo de empréstimo não é necessário comprovação de renda ou consulta de CPF, você deixa um objeto de valor como garantia e o empréstimo é liberado.

Outra opção que tem menos burocracia na liberação, é o empréstimo consignado. A taxa de juros são uma das menores no mercado, isso por que as parcelas do empréstimo são descontadas diretamente da aposentadoria ou do benefício do INSS, portando o banco ou financeira tem a certeza que irá receber o pagamento das parcelas.

Se você trabalha em empresa privada, também é possível solicitar o empréstimo consignado, para isso pergunte ao RH, se a empresa possui convênio com algum banco.

férias e trabalho

7 DICAS PARA REATIVAR SUA PRODUTIVIDADE DE TRABALHO APÓS AS FÉRIAS

Ter umas férias é necessário, mas certamente perturba fluxos e hábitos.

Você trabalhou duro, tirou o tempo que merecia e saiu do modo de trabalho. Agora você está voltando para a empresa e precisa realinhar sua perspectiva.

É difícil agir como se nada tivesse mudado, e isso poderia colocá-lo para o fracasso. Com segurança e estrategicamente aumentando sua produtividade para restaurar-se ao modo de empregado é definitivamente um processo.

A abordagem correta ajudará você a maximizar sua produtividade no trabalho até as próximas férias.

Como recuperar sua produtividade no trabalho

1. Aproveite ao máximo o seu tempo

Você realmente precisa aproveitar o seu tempo livre. Dar a si mesmo uma pausa e tempo para relaxar é crucial para o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal .

Tire tudo do seu sistema. Descontraia-se ao máximo. Não deixe que o estresse de planejar um feriado chegue até você e impeça que você aproveite seu descanso.

Você precisa usar esse tempo em toda a extensão. Recupere uma tonelada de sono perdido.

Faça todas as coisas que você realmente queria fazer, mas não foi capaz de dar a volta.

Suas férias podem ser produtivas, mesmo que você não esteja atingindo nenhuma meta de produtividade no trabalho.

Seja produtivo com seus objetivos pessoais enquanto você tem tempo e liberdade para fazê-lo. Eles não estarão pendurados na sua cabeça quando você voltar ao trabalho.

2. Volte para a sua rotina de auto-atendimento

Pode parecer contra-intuitivo começar a se concentrar em você mesmo depois de ter passado tanto tempo solto, mas é muito importante.

Você provavelmente caiu em maus hábitos, como dormir muito pouco ou comer muita porcaria. Para ter a energia que você precisa para ser produtivo, você precisará voltar à sua rotina de autocuidado.

Defina uma hora de dormir e faça um plano de refeição que incorpore algum equilíbrio.

Volte para o diário, meditando ou fazendo o que você faz para ajudá-lo a desestressar de maneira saudável.

Revise os grandes hábitos em que esteve negligente e certifique-se de que está cuidando de si mesmo para aumentar a produtividade do trabalho.

Você precisa ser a melhor versão de si mesmo para trazer de volta a melhor versão de si mesmo para trabalhar com você.

3. Reorganize-se

Preparar-se para a máxima produtividade do trabalho começa com a maneira como você organiza.

Se a sua casa é organizada e você tem um plano e uma rotina para passar a semana com facilidade, você pode ter uma noite de sono decente e deixar o estresse da casa para trás. Não vai aparecer em você como uma nuvem de chuva quando você voltar ao trabalho.

Quando voltar ao trabalho, priorize a organização da sua mesa.

Faça uma lista de todas as coisas mais importantes que você deve obter imediatamente ao retornar, como responder a e-mails. Você terá um pequeno guia para fazer, tornando menos provável que você se sinta sobrecarregado ou assustado.

4. Comprometa algum tempo extra

Se você ficou fora por um tempo, talvez seja necessário se familiarizar com seu ambiente.

Pequenas mudanças podem ter ocorrido gradualmente ao longo de algumas semanas e isso pode afetar sua produtividade no trabalho. Mas se você não estivesse lá para se adaptar como as coisas aconteceram, você entrou em um ambiente com algumas diferenças abruptas e distintas.

Tente dedicar um pouco mais de tempo para descobrir o que você perdeu e se familiarizar.

Se você chegar um pouco mais cedo do que a maioria de seus colegas de trabalho, você pode ter uma vantagem sobre o processo.

Leia todos aqueles memorandos que foram lançados enquanto você estava fora. Olhe para os avisos na placa no breakroom. Cuide de todas as pequenas tarefas para facilitar sua vida profissional.

Você também pode usar esse tempo para conhecer os detalhes dos projetos atuais em que estará entrando enquanto estiver em andamento.

Você não atrasará o resto da sua equipe se você dedicar um tempo extra para pesquisar e ler tudo em torno do projeto e criar uma lista de perguntas.

Eles podem lhe dar as respostas que você precisa e você pode começar a trabalhar em um projeto atual quase que imediatamente.

5. Volte Lentamente ao Balanço das Coisas

Não tente pular de volta com os dois pés. Mesmo as pessoas mais produtivas precisam se reagrupar e se aclimatar lentamente a um cronograma cada vez mais cheio a cada segundo que passa.

Não faz sentido voltar diretamente ao coração do seu trabalho quando você realmente não sabe o que está acontecendo.

Não concorde em ir a nenhuma reunião ou fazer qualquer trabalho fora das atividades rotineiras que você já fez centenas de vezes até que tenha uma oportunidade ampla.

As coisas que você adquiriu ao dedicar um pouco mais de tempo irão prepará-lo para o que está por vir e ajudá-lo a reacender sua produtividade no trabalho.

6. Dê a si mesmo tempo de inatividade suficiente

Faça suas pausas.

A vida é toda sobre pequenas pausas. É nos momentos em que nos afastamos e limpamos nossas mentes para nos prepararmos para voltarmos melhor e mais fortes.

Embora pareça que você perdeu muito enquanto estava ausente e pode sentir alguma pressão para se recuperar, faça pequenas pausas curtas para limpar a mente e processar o que está aprendendo.

Você reterá melhor as informações se olhar uma coisa de cada vez e isso estimulará a produtividade do trabalho.

Tome algumas notas. Tome uma xícara de café e volte e repita o processo com cada nova coisa que você está tentando aprender.

Você não perderá as nuances do caos.

7. Mantenha as coisas gerenciáveis

Quando chega a hora de realmente fazer o trabalho, evite correr em direção ao quadro maior.

Veja tudo como uma série de pequenos detalhes, se quiser aumentar a produtividade do trabalho. Isso torna mais fácil trabalhar em um projeto da maneira certa na primeira vez sem se sentir sobrecarregado.

Se tudo é pequeno, você não precisa se preocupar em morder mais do que pode mastigar.

Outra vantagem de dividir as peças em partes menores é que cada detalhe terá sua maior atenção. Isso significa que seu trabalho terá menos probabilidade de exigir revisões, aproveitando ao máximo seu tempo.

Vai demorar um pouco para você aquecer o seu motor novamente, e está tudo bem. Quanto mais tempo você se foi, mais perdeu.

É mais sensato começar devagar e fazer as coisas direito do que começar abruptamente e ficar confuso e oprimido.

Faça um ritmo e você se tornará uma máquina de produtividade no trabalho.

empréstimos negativados

Empréstimos negativados: entenda como funciona empréstimos para negativados

Apesar de muitas vezes parecer um caminho sem saída, estar com o nome sujo não significa que o mercado deixará você sem alternativas. Hoje, é possível pedir empréstimos negativados, e é mais simples do que pode parecer.

Uma das formas mais rápida e fácil de conseguir a liberação de crédito é apresentando penhores como garantia. Quem oferece esse tipo de serviço, na maioria das vezes, são instituições financeiras e ainda apresentam um processo menos burocrático do que qualquer outra opção. Mas apesar de todas as vantagens, o valor de crédito liberado tende a ser baixo e as parcelas devem ser quitadas em um prazo menor.

Outra opção apresentada pelo mercado é o empréstimo consignado, que apesar de ser restrita a um publico específico, ainda é uma opção amplamente conhecida no mercado. Confiam em grupos que apresentam rendam mensal fixa e comprovada e apresentam juros mais baixos.

Também é possível conseguir um empréstimo apresentando um bem como garantia. Existem algumas condições sobre o bem usado como garantia que devem ser levadas em consideração, como, por exemplo, eles estarem pagos. Por ter usado um bem valioso, como imóvel ou carro, a chance do crédito ser liberado é muito alta, já que o risco para a instituição é baixo.

E para aqueles que são empresários ou microempreendedores, o microcrédito é uma opção que chama a atenção. O empréstimo negativado nesse caso é liberado sem serem necessárias garantias prévias. O valor liberado tende a ser baixo e pode ser disponibilizado tanto para empresários formais quanto para informais.

Agora que você já sabe que existem empréstimos negativados, basta pesquisar sobre as empresas disponíveis no mercado que prestam esse serviço. Depois é só escolher as que mais se adaptam ao seu perfil, comparar as instituições financeiras que os oferecem e seguir em frente.

Contratar seguro automóvel: Como não errar na hora da contratação

Um seguro automóvel pode te ajudar em várias situações, como as de roubo de veículo ou de um acidente. Confira como não errar na hora de contratar seguro auto.

Como não errar na hora de contratar seguro automóvel

Quando se pretende contratar um seguro automóvel, a primeira coisa a se fazer é procurar pelo seguro mais adequado a você e as suas necessidades. Os diferentes seguros de automóvel que existem têm as suas características e serviços próprios. Caso você viaje muito, ter um seguro que atenda em várias regiões pode ser uma boa escolha.

Para encontrar o seguro de automóvel que melhor atenda suas necessidades, é importante fazer cotação em várias seguradoras diferentes. Você pode fazer isso online ou ligando para a seguradora. Ao fazer isso, você saberá quais são os seguros oferecidos, os serviços e os preços, o que vai te ajudar a escolher o melhor para você. Ao fazer uma cotação, serão solicitados dados, como a marca do seu veículo, o ano de fabricação e o modelo. O valor do seguro pode variar de acordo com o veículo. Existem sites que tem em seus bancos de dados informações sobre várias seguradoras diferentes, e, com as informações, podem procurar pelo melhor seguro automóvel para você.

Não deixe de contratar cobertura para roubo, incêndio, colisão. Essas são as coberturas essenciais. Muitas pessoas tentam diminuir o preço do seguro automóvel tirando serviços, mas alguns deles são fundamentais.

É importante pensar nos serviços adicionais, pois a maior parte dos seguros automóvel vem com eles. Esses serviços podem ser suporte para panes no carro, guincho, entre outros. Cheque se os serviços são úteis para você. Caso você use carro diariamente, possuir um seguro com carro reserva pode ser uma boa opção, por exemplo. Verifique quais são os serviços adicionais disponíveis.

 

 

Como curar diabetes tipo 2 com dieta

3 Maneiras de acelerar seu metabolismo

Um metabolismo rápido é algo que grande parte das pessoas deseja, não é mesmo? Afinal de contas, um metabolismo funcionando corretamente faz com que a perda de peso aconteça de forma mais rápida. Mas, ao contrário do que muitos pensam, é sim possível tornar um metabolismo, até então lento, mais rápido. Em alguns casos, é claro, isso acaba não dando certo, entretanto na maioria das vezes os resultados são eficazes. 

De forma geral, o que acontece é que alguns hábitos acabam desacelerando o metabolismo. Ou seja, uma determinada pessoa até possui um metabolismo mais rápido, no entanto algumas coisas que ela faz ou deixa de fazer estão tornando ele mais lento. Dessa forma, esse problema é algo que tem sim solução. 

Fique por dentro: Como curar diabetes tipo 2 com dieta e mudanças de estilo de vida

Tendo tudo isso em vista, veja a seguir 3 formas eficazes de acelerar o seu metabolismo. Preste bastante atenção para já colocá-las em prática o quanto antes. 

Como curar diabetes tipo 2 com dieta
Como curar diabetes tipo 2 com dieta

1. Não fazer apenas cardio 

Se você é uma pessoa que pratica exercícios físicos regularmente, as chances do seu metabolismo ser mais acelerado são grandes. Contudo, para isso ser realmente eficaz é necessário investir em treinos musculares também, e não apenas em cardio. É claro que correr, andar de bicicleta ou fazer alguma aula aeróbica é muito importante para o metabolismo. Mas, é preciso também fazer exercícios musculares. 

Tenha sempre em mente que quanto mais músculos você tiver, mais fácil será de queimar gordura. Para comprovar esse fato, um estudo foi capaz de descobrir que o treinamento muscular ajudou a aumentar a taxa metabólica de repouso dos participantes em 7%. 

A boa notícia é que não é necessário fazer horas de repetições para já colher os benefícios metabólicos. Os pesquisadores descobriram que apenas 11 minutos de treinamento muscular, três dias por semana, estavam ligados a uma taxa metabólica mais rápida e ao aumento de queima de gordura e calorias. 

Saiba mais: Como reverter diabetes tipo 2

2. Tomar café da manhã

Outra forma de acelerar o seu metabolismo é não pular o café da manhã. Na verdade, começar o seu dia com um café preto – sem açúcar – é algo muito benéfico para a sua saúde. A cafeína pode ser um ótimo estimulante para o seu metabolismo, além de ajudar a queimar calorias durante o treino também. 

Se você não gosta muito de café, o chá verde também pode fazer o mesmo efeito. 

3. Ter uma boa noite de sono

O sono também é um fator importantíssimo que ajuda na perda de peso. Mas, para isso é necessário que ele seja de qualidade e de oito horas por noite. Ou seja, a qualidade é tão importante quanto a quantidade. Não dormir o suficiente ou não ter um sono bom, é algo que pode contribuir com o desaceleramento do metabolismo, assim como aumentar o risco de obesidade e diabetes. 

Portanto, essas são as principais formas de acelerar o seu metabolismo. Observe atentamente o seu dia a dia a fim de perceber se você está fazendo algo de errado que pode prejudicar a sua queima de calorias e mude isso o mais breve possível. 

dicas de estudo

5 dicas de estudo para tornar os assuntos difíceis mais fáceis de aprender

Aqui estão cinco dicas de estudo da Oakley que achamos que você vai querer dar uma chance. Embora focados em estudar um capítulo de texto, eles se aplicam prontamente a qualquer tarefa – desde resolver problemas de matemática até escrever um trabalho de pesquisa.

Digitalize os títulos, subtítulos e ilustrações do primeiro capítulo.

Agora, reserve um momento para visualizar o capítulo e refletir sobre o amplo propósito da lição a seguir. Ao fazer isso, você está colocando seu cérebro em um modo de aprendizado receptivo e dando-lhe uma estrutura para “pendurar” novos conceitos.
Em termos neurocientíficos, você está começando a estabelecer caminhos neurais em seu cérebro.

Em seguida, concentre sua atenção em criar “pedaços” conceituais de informações.

Digamos que seu capítulo de matemática inclua vários problemas de amostra com soluções mostradas. Nesta etapa, você se concentra nesses problemas para entender por que cada solução funciona da maneira como funciona e que procedimento (s) os problemas têm em comum. No processo, você está criando blocos de conhecimento que você pode recuperar e desenvolver posteriormente para resolver outros tipos de problemas.
Como Oakley explica, “você está fazendo novos padrões neurais e conectando-os com padrões preexistentes que estão espalhados por muitas áreas do cérebro”.

Pausa, lembre-se e reflita. 

Depois de ler uma página ou resolver um problema, feche o livro e faça uma pausa para recuperar as principais ideias subjacentes. Não se apresse para o próximo problema antes de dar os conceitos que acabou de aprender, e não confunda a releitura com a lembrança. Oakley diz que reler passivamente sem entender as idéias é simplesmente uma perda de tempo.

Esse processo de recordar e refletir, com efeito, grava esses novos padrões neurais mais profundamente em seu cérebro. É um processo físico real!

Use analogias simples ou comparações para tornar os conceitos memoráveis.

Quando você enquadra um conceito que você aprendeu como uma simples analogia, você está realmente dando um jeito de se conectar com outras áreas do cérebro, outras idéias. Dê o passo extra de escrever essa comparação à mão e ela se torna ainda mais profundamente codificada no cérebro. De fato, escrever à mão converte o que você está aprendendo na “estrutura da memória neural”. Em outras palavras, você está fazendo mudanças físicas reais em seu cérebro.

Espaço para seus estudos e sua prática. 

Seu cérebro é como um músculo que precisa de períodos alternados de exercício e recuperação para sintetizar novas informações e idéias. Com assuntos difíceis, em especial, você precisa divulgar seus estudos – estudando alguns todos os dias em vez de estudar durante algumas maratonas de estudo. Quando você empinar, o conhecimento pode demorar o suficiente para passar no teste de hoje, mas é muito menos provável que esteja lá quando você precisar dele para enfrentar o próximo tópico difícil de amanhã.

João Gilberto tocando violão

João Gilberto – O Gênio do Violão e da Bossa Nova

Uma notícia triste para a música brasileira nos últimos dias, o grande violonista e cantor João Gilberto nos deixou aos 88 anos.

João Gilberto lançou nos anos de 1959 até 1961 três álbuns que apresentaram a bossa nova ao mundo: “Chega de saudade” (1959), “O amor, o sorriso e a flor” (1960) e “João Gilberto” de 1961.

Junto com Tom Jobim e Vinicius de Moraes algumas músicas entraram para a história da música brasileira e fizeram sucesso em todo o mundo.

Com sua forma única, João Gilberto mudou completamente o jeito de cantar e de tocar violão e criou um estilo novo e totalmente brasileiro que conquistou o mundo todo.

Cantando sua voz era contida, quase sussurrada. Enquanto suas mãos tocavam acordes diferentes e a mão direita marcava o ritmo como se o violão fosse um tamborim.

Ninguém tocava assim até aquele momento.

Por isso, para todos que gostam de estudar e aprender violão esse cara é um ícone e um exemplo para todos.

Tocava tão bem que às vezes parecia que ele fazia sucesso e fama sem fazer esforço. Mas na verdade o caminho dele até a chegada ao sucesso foi cheia de idas e voltas.

Como tocar as músicas de João Gilberto no Violão

Sua marca ficou no mundo da música e muitas pessoas estão com interesse em aprender a tocar as músicas de João Gilberto.

Porém, não é uma coisa que se aprende de um dia para a noite. Toda a simplicidade que ele mostrava ao tocar escodem uma grande complexidade em seu conjunto de acordes e técnicas no instrumento.

É preciso estudar assuntos mais avançados no violão como Harmonia e saber fazer acordes muitos difíceis que demoram algum treino para conseguir executar.

Existem alguns sites que podem te ajudar nesse aprendizado, um dos que mais tem escrito sobre violão de uma forma descontraída e facilitando o entendimento dos alunos é o site Dicas de Violão.

Apesar de ser um site novo, o conteúdo postado nele já chama a atenção porque consegue tratar de coisas complexas fazendo o entendimento parecerem bem simples.

Outra opção para aprender a tocar as músicas é buscar sites com as de cifras de João Gilberto.

Existem muitas músicas feitas por ele que podem ser tocadas acompanhando as cifras sem necessidade se aprofundar tanto em assuntos teóricos.

Apesar de ser recomendado o estudo aprofundado se você gosta de levar o instrumento a sério.

Conclusão

A música brasileira perdeu um ícone que deixou sua marca. Mas não perdeu o seu legado e tudo aquilo que ele deixou de forma incrível para todos nós ouvirmos.

Por isso, se você quer prestar uma homenagem a esse músico, passe alguns dias da próxima semana ouvindo algumas de suas obras.

Com certeza você irá se encantar com tanta qualidade musical tanto vocal e na sua afinação incrível, quanto na sua habilidade no violão que marcou época e mudou uma geração inteira.

Se você tem alguma música especial de João Gilberto que gostaria de indicar para ouvirmos na próxima semana, deixe nos comentários e compartilhe esse artigo nas redes sociais.

Vida longa à bossa nova, vida longa à música boa.

Veja também: Air Travel: A importância da reserva seu vôo

Veja tudo sobre o seguro viagem Itália

O seguro viagem Itália é um assunto que gera muitas dúvidas.

Em uma viagem internacional, são vários pontos para se prestar atenção antes do embarque. São bagagens, as passagens, documentação, visto.

E uma das dúvidas que surgem nos viajantes é sobre o seguro viagem Itália.

Neste texto você vai entender mais sobre o assunto. Não perca!

Seguro viagem Itália: o que é?

O seguro viagem Itália é um serviço que garante ao turista em solo italiano acesso a diversos serviços emergenciais, como:

  • Despesas hospitalares;
  • Despesas médicas;
  • Despesas jurídicas;
  • Despesas com farmácia;
  • Seguro de vida.

Além disso, incluso no seguro também está a proteção das bagagens. Em caso de extravio ou dano, há a possibilidade de reembolso total dos valores das malas e seus conteúdos.

Seguro viagem Itália: é recomendado?

O seguro viagem Itália além de ser recomendado, é obrigatório para todo viajante. Isso porque, a Itália faz parte de um bloco de países que exigem um seguro de pelo menos trinta mil euros, para despesas emergenciais.

Isso porque, o país não oferece um serviço público de saúde e qualquer emergência teria que ser paga diretamente do bolso do viajante.

Com esse seguro, além de estar de forma legal no país, o viajante também fica seguro para qualquer emergência.

O seguro viagem Itália inclusive é solicitado no momento da entrada do viajante no país, ainda no aeroporto.

Seguro viagem Itália: vale a pena?

O seguro viagem Itália é obrigatório e além disso vale muito a pena. Planejar o seu custo no orçamento da viagem garante tranquilidade.

Apenas com uma parcela um pouco mais alta nos custos da viagem, o indivíduo está protegido financeiramente e tem todo o apoio da agência de seguros contratada em uma eventual emergência.

Você sabia sobre esses detalhes do seguro viagem Itália?

Empréstimos negativados: Entenda como funciona empréstimos para negativados

O endividamento obriga os consumidores a buscarem alternativas para ficar em dia com os gastos. Um dessas alternativas é o empréstimo negativados, uma modalidade oferecida no mercado para aquelas pessoas que além de possuírem dívidas também estão negativadas no Serviço de Proteção ao Crédito ou SERASA. Entenda como funcionam os empréstimos para negativados e solucione o seu problema financeiro.

A categoria de empréstimos para negativados se subdivide em empréstimos para pensionistas, aposentado do INSS e empréstimos para servidores públicos, essas duas especificidades são as mais comuns entre bancos e financeiras, principalmente pela certeza do desconto que pode ocorrer de forma consignada na folha de pagamento.

Ainda é possível fazer um empréstimo para negativados, se você for funcionário da iniciativa privada, mas, neste caso, as taxas cobradas ao longo da contratualidade serão mais altas do que as cobradas para aposentados, pensionistas e servidores públicos. Isto ocorre porque o risco de inadimplência aumenta quando não há a certeza da liquidez.

Para solicitar um empréstimo para negativados você precisa comprovar uma série de requisitos, entre esses, a documentação exigida, que consiste em: comprovante de renda, CPPF e RG, comprovante de residência e a data em que entra o seu salário na folha de pagamento. Após reunir a documentação, a financeira fará uma detalhada análise de crédito para ver se é possível conceder o seu pedido.

Se o seu pedido for concedido, o crédito que você necessita poderá estar disponível em até 24 horas. Essa é um dos benefícios de aquisição do crédito para negativados. Ainda que os juros sejam mais altos e que o valor do contrato final indique uma quantia superior ao que você efetivamente solicitou, fazer empréstimo para negativados é uma alternativa inteligente para substituir suas atuais parcelas por parcelas de menor valor escalonadas em maior tempo de pagamento. O número de mensalidades aumenta, mas você fica seguro de sua possibilidade de quitação de dívidas.

 

Rastreador Automotivo: Conheça as vantagens de ter um rastreador automotivo

Você é uma das pessoas que não acredita na importância de um rastreador automotivo? Então, se prepare, pois, você irá mudar de opinião após ler esse artigo.

Um rastreador automotivo pode rastrear a localização de seu veículo, independente de onde ele estiver. Você consegue fazer o monitoramento online e saber onde seu veículo está em tempo real. Assim, você consegue acionar a central de atendimento imediatamente após o acontecimento de uma ocorrência.

Quer conhecer todas as vantagens de um rastreador automotivo? Então continue por aqui, pois, tenho certeza que você não se arrependerá de saber da importância de um rastreador automotivo. Confira.

Vantagens do rastreador automotivo

Você pode bloquear o veículo

O rastreador automotivo pode bloquear o seu veículo, caso ele seja roubado.

Ao ocorrer o roubo ou o furto, você precisa entrar em contato com a central de atendimento e confirmar os seus dados. Após isso, você solicita o bloqueio do veículo, e quando for acionado, o combustível parará de ser liberado e o carro simplesmente irá parar. Com isso, os bandidos terão que abandonar o veículo e você poderá recuperá-lo rapidamente.

Suporte 24 horas

Geralmente, quando você contratar um rastreador automotivo, você ganha o suporte 24 horas, com ele você tem o apoio para panes do seu veículo.

Redução no valor do seguro auto

Os carros que possuem rastreador automotivo instalado, conseguem grandes descontos na contratação de um seguro auto. Isso se deve ao fato de que, se seu carro for furtado ou roubado, a seguradora tem a certeza que a recuperação será rápida e fácil, dessa forma, não terá que desembolsar dinheiro para indenização do veículo.

Monitoramento de frotas

O rastreador automotivo não se limita apenas a carros de passeios. A maioria das empresas possuem o rastreador automotivo para o monitoramento das suas frotas, assim evita grandes prejuízos.