O que o empregador precisa saber sobre acidente de trajeto?

Um acidente de trajeto ocorre quando o colaborador de uma empresa é vítima de um acidente na ida de sua residência ao local de trabalho, ou na volta a sua moradia vindo de onde trabalha. Trata-se de uma forma de acidente de trabalho, reconhecida como tal perante a lei.

É relativamente comum que um escritório de advocacia seja acionado quando um empregador tem dúvidas se um acidente de trajeto que ocorreu com algum funcionário é, de fato, um gênero de acidente de trabalho.

Esta dúvida surge porque, no passado recente, existiu uma Medida Provisória (a MP 905) a qual descaracterizou o acidente de trajeto enquanto acidente de trabalho.

Esta MP, porém, vigorou apenas entre 12 de novembro de 2019 e 20 de abril de 2020. Depois perdeu a validade e seus efeitos sobre as relações trabalhistas no Brasil deixaram de acontecer.

Logo, o empregador deve ter em mente que um acidente de trajeto implica obrigações dele perante o funcionário, que devem ser cumpridas sob o risco de processo judicial a ser sofrido pela empresa, através de um escritório de advocacia contratado pelo funcionário acidentado.

Acidente de trajeto: uma definição

Segundo a Lei 8.213/91, o conceito de acidente de trajeto, para fins de equiparação a acidente de trabalho, abarca todo e qualquer meio de locomoção utilizado pelo empregado: transporte público, carro próprio ou da empresa etc.

Um acidente que se dá com o uso de algum destes meios de transporte no trajeto moradia-empresa ou empresa-moradia é um acidente de trajeto – e, portanto, um acidente de trabalho.

Se o colaborador de determinada empresa faz tais caminhos a pé, e se acidenta, da mesma forma temos aí um acidente de trajeto com efeitos legais de acidente de trabalho.

Importante ressaltar: sendo o acidente de trajeto e o acidente de trabalho iguais perante a legislação vigente, ambos garantem ao trabalhador os mesmos direitos.

Acidentes de trajeto e as garantias dos trabalhadores

O empregado que sofre um acidente de trajeto tem direito a vários tipos de proteção legal.

A emissão de uma CAT (Comunicação de Acidente do Trabalho) por parte do empregador é uma delas.

Também deve este trabalhador receber o auxílio doença de tipo acidentário. A pessoa fica recolhida em sua moradia, recuperando-se, e ganha seu salário normalmente.

Até os primeiros 15 dias de afastamento é a empresa que deve pagar tal salário ao trabalhador acidentado; após este período, é o Estado, via INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que faz tal pagamento.

O FGTS precisa continuar sendo recolhido pela empresa durante o tempo em que o trabalhador estiver acidentado. E ele, o funcionário, conta com estabilidade no emprego de 12 meses após sua volta ao trabalho, não podendo ser demitido neste período.

Como um escritório de advocacia pode ajudar

Muito embora a equivalência do acidente de trajeto com o acidente de trabalho seja algo já pacificado na Justiça do Trabalho brasileira, às vezes divergências acontecem entre empregadores e empregados acerca de tal tema.

Ocorre, por exemplo, de o empregador reclamar do fato de que um acidente de trajeto sofrido por um funcionário se deu por negligência deste. Ou afirmar que a pessoa se acidentou fazendo outro percurso que não o caminho entre sua casa e seu local de trabalho, ou vice-versa.

Em tais casos, é fortemente indicado que ambas as partes recorram aos serviços de um escritório de advocacia, visando esclarecer dúvidas mútuas e, talvez, evitar um conflito judicial, o qual pode vir a ser bastante desgastante para empresa e funcionário.

remoção completa de uma tatuagem

Qual o tempo médio para remoção completa de uma tatuagem?

O laser para remoção de tatuagem é uma das tecnologias mais procuradas em clínicas dermatológicas ou estéticas e pode gerar muitas dúvidas entre as pessoas que se arrependeram ou não gostam mais do desenho que carregam na pele. Uma das principais questões é referente ao tempo para a remoção completa de uma tatuagem

Infelizmente, o tratamento para remoção completa de uma tatuagem não é tão simples assim, e pode demorar um longo tempo para ser finalizado. Ao todo, o processo pode levar meses ou mais de um ano, pois são necessárias diversas sessões para eliminação do pigmento presente na pele do paciente.

Como funciona a remoção de tatuagem?

O tratamento para remoção de tatuagem é feito com laser, uma tecnologia que dispara uma luz capaz de afetar apenas os fragmentos de tinta, sem prejudicar a pele. Este laser quebra a tinta da tatuagem em pequenos pedaços, que são eliminados pelo organismo de maneira natural e gradual.

São necessárias mais de uma sessão para que o corpo elimine completamente os pigmentos da tatuagem, sendo recomendado um intervalo de um mês entre as sessões. Por isso, o tratamento para remoção completa de uma tatuagem geralmente leva vários meses para trazer resultados satisfatórios. 

Quais fatores contribuem para a remoção completa da tatuagem?

Diversos fatores contribuem para o tempo necessário para a remoção completa de uma tatuagem, e todos eles devem ser levados em conta durante o tratamento. Os principais deles são:

  • Tipo de pele: peles mais claras tendem a apresentar resultados mais rápidos;
  • Localização da tatuagem: desenhos localizados em regiões como mãos e pés levam mais tempo para serem eliminados;
  • Cores: pigmentos pretos são mais fáceis de serem removidos, enquanto os coloridos são mais difíceis;
  • Quantidade e qualidade da tinta: tatuagens profissionais, executadas com tinta de qualidade, são mais difíceis de serem removidas;
  • Presença de cicatrizes: muitas pessoas optam por fazer uma tatuagem para esconder uma cicatriz, mas a presença dessas marcas na pele pode complicar a remoção da tinta;
  • Cobertura: caso a tatuagem tenha sido feita sobre outra tatuagem mais antiga, a quantidade de tinta presente na pele certamente é maior, tornando mais demorada a remoção;
  • Tabagismo: este hábito prejudica o sistema imunológico e altera seu funcionamento, podendo influenciar na eliminação dos fragmentos de tinta. 

Qual o tempo necessário para remoção da tatuagem?

Levando em consideração todos os fatores que influenciam na eliminação dos fragmentos de pigmento, é praticamente impossível estimar um tempo padrão para a remoção completa de uma tatuagem. Em geral, são necessárias pelo menos dez sessões para um resultado satisfatório, sendo recomendado um intervalo de quatro semanas entre elas. 

Isso significa que o tempo médio para a remoção completa de uma tatuagem é de aproximadamente dez meses, embora isso possa ser bastante variável. O ideal é procurar um dermatologista para avaliar as características do paciente, do desenho e estimar a quantidade de sessões necessárias para o tratamento.

É importante considerar, entretanto, que cada organismo reage de uma maneira ao tratamento, e isso só poderá ser avaliado após as primeiras sessões. 

tratamento de reprodução humana

Como lidar com a ansiedade durante o tratamento de reprodução humana?

Casais com dificuldade para engravidar podem desenvolver ansiedade durante o tratamento de reprodução humana, acentuando seus sentimentos e expectativas. Nesse sentido, adotar algumas medidas contribui para uma experiência mais tranquila.

As emoções fazem parte de nosso dia a dia, e aprender a mantê-las sob controle é a melhor maneira de encarar as intercorrências de um tratamento de reprodução humana.

Saiba mais sobre os tratamentos de reprodução humana

Os casais tentantes, após diversas frustrações, buscam por profissionais de reprodução humana na esperança de conquistar a sonhada gestação. Cabe ao especialista acalmar os ânimos dos pacientes para que a terapia tenha mais eficiência.

A princípio, o médico esclarece como serão as etapas do tratamento de reprodução humana e, se perceber uma carga emocional muito forte por parte dos pacientes, os encaminhará para receber apoio psicológico.

Essa prática é comum e importante, afinal a ansiedade pode gerar estresse e atrapalhar o funcionamento pleno do organismo.

A importância do controle emocional

Uma rotina atribulada, pautada em má alimentação e cansaço provoca no corpo um desgaste físico e mental, diminuindo o desempenho dos órgãos, resultando em disfunções capazes de interromper a gravidez. A ansiedade e o estresse podem contribuir para situações como:

  • Abortos espontâneos;
  • Baixa produção de espermatozoides e óvulos;
  • Desequilíbrio hormonal;
  • Ciclos menstruais desregulados;
  • Falta de libido.

O estresse é o principal vilão da saúde, sendo capaz de desencadear doenças psicossomáticas e desestabilizar relacionamentos. Normalmente, ao lidar com situações inesperadas ou frustrações, as pessoas tendem a somatizar essas emoções, piorando sua autoestima e quadro clínico.

Além das interferências emocionais, a dificuldade de engravidar pode ser oriunda de uma condição física ou genética. Nesses casos, alguns protocolos serão indicados a fim de reestabelecer o equilíbrio hormonal ou metabólico do indivíduo.

Um tratamento de reprodução humana requer paciência para esperar os resultados, bem como racionalidade para enfrentar o insucesso de uma terapia. Por isso, contar o apoio de familiares e profissionais é primordial para manter a mente focada nos propósitos do casal.

Intervenções de reprodução assistida

Quando se inicia um tratamento de reprodução humana, são analisadas as condições dos pacientes para propor o protocolo mais adequado para cada caso.

Após exames clínicos, laboratoriais e de imagem, o especialista pode instruir os tentantes com relação aos estágios seguintes e quais intervenções serão necessárias.

O casal será instruído detalhadamente em relação a cada período da terapia, o que esperar dela, e quais são as chances de sucesso. É importante perceber que, se houver falhas, os parceiros devem se unir, apoiando uns aos outros e não desistir de tentar novamente.

Corrigir falhas no organismo não significa uma intervenção demorada ou muito invasiva. As terapias podem ser pautadas em uso de medicamentos ou até cirurgias via laparoscopia para a correção de um fator impeditivo de fecundação ou abortivo.

Ao se deparar com uma frustração, o nível de estresse e cobrança aumenta, prejudicando ainda mais lidar com o tratamento de reprodução humana. Por isso, investir em atividades relaxantes, uma boa noite de sono e alimentação saudável, são escolhas que ajudarão no controle emocional.

Muitas clínicas de reprodução humana contam com uma equipe multidisciplinar para dar suporte aos tentantes tanto no campo emocional como em outras áreas, como nutrição, acupuntura, endocrinologia e ginecologia. 

As diferenças entre Iphone e Smartphone

As diferenças entre Iphone e Smartphone

Essa é uma dúvida que muitas pessoas possuem, que é sobre as diferenças entre Iphone e Smartphone. Aqui vamos sanar essa dúvida, que é bem comum entre os seus usuários. No entanto, a tecnologia nos proporciona atualmente muitas inovações ou novidades, no que são referentes ao designer, aos sistemas, aplicativos e a todas as suas facilidades. 

Como eram os celulares antigamente 

Antigamente, os celulares quando foram criados eram grandes e limitados. A única coisa que era possível fazer neles era atender ou receber ligações, sem oferecer nenhuma outra funcionalidade. A partir da modernidade e de todas as transformações, houve uma exigência de muitas mudanças. Surgiram então os Smartphones.

O surgimento do Smartphone

O Smartphone surgiu como um telefone que é inteligente, oferecendo muitas funcionalidades que é padrão em um celular, mas com algumas tecnologias que são avançadas e que vão desde a um sistema que é o operacional, com muitas funcionalidades ou ferramentas que podem facilitar a vida que é de muita gente. Podemos afirmar que, o Smartphone é um computador de bolso.

A diferença entre Iphone e Smartphone

O Iphone foi lançado por Steve Jobs em 2007, sendo um sinônimo que é de qualidade ou de status, com o seu preço que é mais alto, num aparelho que é fabricado por uma marca famosa, com muita exclusividade para um único modelo que é o denominado para essa marca, com uma loja oficial que é com muitos produtos que são limitados somente para os seus clientes.

O Smartphone é denominado como uma tecnologia e que encontramos em muitas marcas. Ter atualmente um Smartphone também é um sinônimo de praticidade ou de status. Os preços deles também não são baratos, mas podem ser encontrados com preços mais em conta do que o de um Iphone e com algumas funcionalidades que não vão deixar na mão o seu usuário.

O mais interessante no lançamento de um Iphone são as expectativas com relação a um novo modelo a ser lançado. Contudo, o Iphone sempre tem novos lançamentos e que podem tornar esse produto ainda melhor ou atraente. O seu sistema operacional é com atualizações que são constantes, mas com características que são próprias e especificações técnicas que chamam a atenção. 

As imagens de um Iphone são de excelentes qualidades e com a facilidade que é a de um próprio usuário em editar, tendo acesso a muitos aplicativos e com muitas funcionalidades. Até o site de resultado do jogo do bicho, tem app para iphone. O objetivo do fabricante do Iphone é o de fidelizar os seus clientes pela qualidade desse produto e sempre com um mesmo sistema operacional.  

O sistema é rápido fluído e que pode oferecer uma boa experiência que é a de uso para os seus usuários. O que pode ser um ponto decisivo para a escolha de um Iphone para muitas pessoas e que possam permanecer com um Iphone por muitos anos, podendo ser interligados outros produtos dessa marca, de uma forma que é fácil ou prática. 

Não deixe de fazer uma visita em nosso blog.

moda feminina

Moda feminina: como combinar sapatos e vestidos?

Vestidos, nunca nos cansamos deles! Longo ou curto, estilo boêmio, chique ou gráfico, eles nos acompanham o ano todo e em qualquer ocasião. Ao usar um vestido, os sapatos têm um grande papel a desempenhar na roupa: o último toque do look, eles podem transformar seu estilo num piscar de olhos. 

Sapatos planos ou sapatos de salto… Botas, sandálias, mocassim, scarpin, tênis… A escolha dos sapatos para usar com um vestido é grande. Como combinar seus sapatos femininos com seu vestido? Vamos te ajudar com sugestões também que funcionam com suas saias favoritas!

Um vestido com botas altas

Um vestido curto com botas altas é um atemporal que nos encanta e trabalha com tudo: um vestido preto, um vestido queimado, um vestido suéter… Já faz algum tempo que a tendência do vestido longo com botas altas também floresceu, uma associação que dá muita caráter para a roupa e que amamos! 

Qual modelo de botas altas adotar? Botas de salto de couro são ideais com todos os seus vestidos. Escolha uma cor de sapatos que seja fácil de associar com suas roupas: preto, marrom… e é isso.

Botas também fazem maravilhas com nossos vestidos queridos. Se você não sabe como escolhê-los ao usar um vestido, opte por sapatos que combinem com o estilo do seu vestido. 

Botas de camurça de são muito bonitas com um vestido com flores. Você tem um estilo rock? Atreva botas com detalhes fechados ou cravejados! Você está mais no modo chique e elegante? Um vestido quadriculado será uma delícia com botas de couro envernizadas ou lisas.

Vestido com Scarpins

O sapato scarpin instantaneamente dão um efeito muito elegante

ao seu vestido. Estes são sapatos ideais para torcer um vestido

cotidiano em uma roupa chique para um jantar, ele também serve para dar aquele toque final no seu vestido de festa, mostrando a elegância enquanto anda. 

Um vestido com derbies

Você prefere sapatos baixos como sapatilhas femininas? Derbies e mocassins trazem um toque de elegância e charme aos seus vestidos com seu estilo! Esses sapatos vão perfeitamente com um vestido jeans, um vestido de camisa, um vestido queimado ou um vestido suéter.

No entanto, evite vestidos longos extras com derbies e mocassins: isso pode abafar a perna. Em vez disso, escolha vestidos curtos, comprimento do joelho ou meio-dia com este tipo de sapatos.

Um vestido com tênis de moda

Um vestido com tênis da moda? É o combo vencedor que encanta a todos! Usando um vestido preto simples? Você pode realçar sua roupa com tênis de couro com cabelo baixo. 

Você está usando um vestido esportivo chique inspirado ou um vestido suéter? Tênis com acabamento brilhante dá um toque brilhante ao seu look… e assim por diante! Tênis de moda vêm em todos os estilos e podemos mistura-los infinitamente com nossos vestidos, use a criatividade e seja você mesma!

Acesse Vitae e encontre os melhores calçados para combinar perfeitamente com seus vestidos e arrasar em qualquer lugar! 

Link building e backlinks? Sim, claro!

Link building e backlinks? Sim, claro!

Nenhum bom SEO sem backlinks: isso era verdade, e provavelmente continuará por muito tempo. Porque a internet e, portanto, também o Google ainda vive de links. No entanto, a qualidade dos links está se tornando cada vez mais importante. 

“Para culpar” não é apenas a atualização do Google Penguin de 2012, que tem sido desenvolvida continuamente ao longo dos anos. O gigante dos mecanismos de busca também está atualmente enviando esforços para punir o chamado “spam de link” com novas atualizações.

Link bom, link ruim

O fato é que o Google proíbe a compra de backlinks de acordo com as Diretrizes para webmasters. Se você violar isso, você, como operador do site, deve esperar a exclusão digital.

Ao mesmo tempo, no entanto, sites que são (frequentemente) naturalmente vinculados a páginas valiosas são recompensados. Um dilema para otimizadores de mecanismos de pesquisa?

De forma alguma, porque você apenas precisa prestar atenção aos dois termos “natural” e “valioso” para forjar um plano de construção de links legítimo que funcione como esse link “sapatenis masculino”.

Palavras-chave de dinheiro, página inicial e Cia

Claro, o algoritmo do Google não pode realmente olhar para as cartas. No entanto, com um pouco de bom senso, você pode reconhecer o que é considerado antinatural com uma probabilidade que beira a certeza e, portanto, desvalorizada ou, na pior das hipóteses, até punida.

A propósito, o Google não pune apenas os compradores de links, mas também os editores que oferecem links sem anunciar em seus portais. Conteúdo, âncora, atributo e página de destino em perfeita simbiose

Em primeiro lugar, é claro, a página na qual um link é colocado deve ser confiável para o Google e ter boas métricas correspondentes. Preste atenção a valores como o fluxo de confiança e a classificação do domínio. Dica: Uma simples olhada na impressão também pode valer a pena.

Backlinks de spiners de link ou páginas com uma reputação duvidosa devem ser eliminados, se possível. Frequentemente, trata-se de ” SEO negativo ” – esforços, por exemplo, de concorrentes, para prejudicar deliberadamente outros sites.

No entanto, as métricas da página de links estão longe de tudo o que torna um link um bom link.

1. Textos como corpos estranhos

Parte-se do fato de que alguns textos em sites parecem corpos estranhos ao invés de serem integrados à estrutura existente em termos de forma e conteúdo. Se tal artigo. Se não for marcado apropriadamente como um artigo convidado, isso levará a pelo menos uma confusão latente.

2. Vinculação “difícil”

“Palavras-chave de dinheiro”, ou seja, frases com alto volume de buscas mensais ou vinculadas com intenção de compra direta, bem como links âncora de marca (nomes de marca), são aceitáveis ​​em publicitários marcados como publicidade. Em postagens supostamente neutras, sem qualquer rotulagem, no entanto, eles levantam, com razão, muitas suspeitas.

3. Página de destino promocional

A página de destino claramente deseja vender um serviço ou produto, mas está vinculada a um artigo sem publicidade e “dofollow”. Um fenômeno comum que é mais do que obviamente não inteiramente kosher. 

Se, por outro lado, uma subpágina muito informativa fosse vinculada, o link poderia facilmente passar por “justificado” e, portanto, “natural”.

4. Link sem valor agregado

Links externos podem ser um fator de classificação para editores e aprimorar seu próprio conteúdo de forma sustentável e completa no espírito do Google. No entanto, isso só se aplica no caso de o link externo complementar o conteúdo de forma significativa – ou seja, oferecer valor agregado para o leitor. Se houver uma mera cópia do post vinculado na página vinculada, o link é de fato inútil – para ambos os lados.

5. Atributo de link impróprio

O Google enfatiza repetidamente que a publicidade (por exemplo, na forma de links afiliados ou outros links patrocinados) não é um problema para os editores nem para os clientes. Mas a publicidade também deve ser reconhecida como tal. 

As pessoas por trás do algoritmos do Google aconselham o uso de atributos no follow e patrocinados. Se eles não forem definidos, embora um ou mais fatores indiquem que um link foi comprado, os compradores e vendedores de links podem ter problemas a longo prazo.

Então o que fazer

Se você não quer arriscar penalidades ou apenas quer jogar dinheiro fora da janela por links caros porque eles não são avaliados, é melhor não comprar nenhum link. Parece duro, mas é assim. No entanto, existem maneiras e meios de construir um perfil de link que tem uma influência positiva em seus próprios rankings.

Por exemplo, se você se concentrar em bons publicitários, posts de visitantes e amplo marketing de mídia social , sua página se tornará naturalmente “visível”. Se você também tem seu próprio blog, ao qual pode ter um link (porque é informativo), você maximiza a chance de backlinks reais que farão bem ao seu site a longo prazo.

 

Infográficos

Infográficos: tudo o que você precisa saber antes de criar um

Os textos permitem compartilhar uma grande variedade de informações, mas o que fica na memória depois de lê-los? Como um autor pode destacar informações essenciais? A melhor maneira de fazer isso é usar infográficos. Conteúdo visualmente atraente pode ser processado muito melhor.

Por esse e alguns outros motivos, os infográficos são onipresentes atualmente. Seja nas redes sociais, nos jornais, nas reportagens da televisão ou geralmente em qualquer lugar onde o conteúdo seja veiculado.

Os infográficos podem servir como uma ferramenta útil no setor de mídia . Diferentes objetivos podem ser alcançados usando diferentes tipos de infográficos.

O que é um infográfico?

Os infográficos são ilustrações gráficas para a apresentação de estatísticas, condições e relações.

O conteúdo está relacionado a fatos previamente pesquisados ​​de fontes confiáveis ​​e deve resistir a uma verificação de conteúdo. Normalmente, eles são caracterizados por uma combinação de elementos gráficos e textuais.

Tipos de infográficos

Os seguintes tipos de infográficos podem ser usados ​​para atingir os objetivos descritos acima. Não é incomum que infográficos sejam atribuídos a várias categorias.

1. infográficos informativos

Todo infográfico transmite informações de alguma forma, então parece um pouco estranho distingui-lo de outros tipos de infográficos à primeira vista. No entanto, existem características individuais que permitem uma distinção.

Os infográficos informativos são de preferência particularmente breve, de modo que o foco esteja em algumas mensagens principais. Uma ordem cronológica ou hierárquica não deve ser levada em consideração.

Uma combinação bem-sucedida de cores, símbolos e fontes também deve aumentar a clareza de um gráfico informativo de informações. Conheça aqui alguns infográfico exemplos.

2. Hierarquias

As graduações podem ser visualizadas por meio de infográficos hierárquicos . Dependências, cadeias de comando e muitas outras hierarquias podem ser representadas por meio de pirâmide ou fluxogramas, por exemplo.

3. Infográficos cartográficos

O uso de mapas é geralmente recomendado para a representação de relações espaciais . Para garantir uma certa compreensibilidade, a seção do mapa deve ser simplificada ao máximo.

Se, por exemplo, as diferenças entre a antiga RDA e a antiga RFA devem ser mostradas, os estados federais individuais não são mencionados. A representação de outras nações que não estão tematicamente envolvidas também seria irrelevante. O foco deve estar na mensagem central do cartão.

4. Estatísticas

Com a ajuda de infográficos estatísticos, os resultados de conjuntos de dados quantitativos (por exemplo, resultados de pesquisas ou avaliações científicas) podem ser claramente apresentados. Esta categoria inclui vários diagramas e também as cartas já descritas.

5. Descrições de processos

Os gráficos de informação também podem ser usados ​​para mostrar diferentes processos ou instruções da forma mais simples possível. As etapas individuais são organizadas de acordo com a sequência e reproduzidas de forma simplificada.

6. Linhas do tempo

Uma linha do tempo ou uma linha do tempo permite a exibição cronológica de eventos passados. Os dados centrais também podem ser destacados visualmente.

7. Infográficos comparativos

Por exemplo, para convencer clientes em potencial de sua própria oferta, infográficos comparativos podem ser usados. A comparação pode ser feita de forma factual e neutra ou especificamente para sua própria venda.

Ilustrações distintas podem ser usadas para enfatizar características individuais que representam positivamente seu próprio produto e as desvantagens de seus próprios bens nem precisam ser mencionadas.

8. Infográficos interativos

O uso de infográficos interativos é adequado para exibir conteúdo particularmente complexo.

O processo de criação geralmente é mais complexo, portanto, mais caro, mas o conteúdo de informação que pode ser obtido é significativamente maior do que com as categorias usuais. Por exemplo, eles são frequentemente usados ​​em museus para apresentar grandes quantidades de dados.

4 dicas para um infográfico ideal

Existem alguns itens a serem considerados ao criar um infográfico. Aqui você descobrirá até que ponto os objetivos influenciam o resultado, qual software você pode usar e quão importantes podem ser as cores, fontes e quantidade de palavras.

1. Um objetivo claro

Antes de iniciar o infográfico, uma meta a ser perseguida deve ser estabelecida. O objetivo determina o processo de design posterior. Qual conteúdo deve ser transmitido? Qual grupo-alvo deve ser alcançado? Por quais canais o conteúdo deve ser transmitido?

Essas perguntas devem ser respondidas com antecedência. Você decide o tipo de infográfico, os programas a serem usados ​​e o design. Um infográfico para fins publicitários, por exemplo, deve ser mais colorido do que o gráfico puramente informativo para conteúdo científico.

2. Destaque suas mensagens principais

Não importa se por meio de fontes especiais ou acentos coloridos. Suas mensagens principais devem ser particularmente marcantes e se destacar visualmente do resto do conteúdo.

3. Use uma linguagem simples

Os infográficos devem substituir os textos longos tão claramente quanto possível. Isso só pode ter sucesso se as frases ou pontos-chave usados ​​forem mantidos tão curtos e simples quanto possível.

4. Preste atenção a uma distribuição de cores apropriada

Se nenhuma cor for usada, a tela ficará muito imperceptível. Se muitas cores forem usadas, o visualizador ficará confuso. O uso correto das cores é fundamental para um infográfico de sucesso.

Para publicidade e conteúdo corporativo, geralmente são recomendadas as cores do logotipo ou do site. Dessa forma, uma conexão entre o infográfico e a empresa pode ser criada para o visualizador.

Provocando carinho: sexo sem relação sexual

Provocando carinho: sexo sem relação sexual

Carinho não é apenas para adolescentes em crescimento. Mesmo com adultos, o sexo sem relação sexual pode apimentar a vida amorosa e trazer clímax maravilhosamente intensos.

Mesmo com adultos, sexo sem sexo está se tornando cada vez mais atraente. Não se trata do ato rápido, mas da intensa experiência de sensualidade e excitação de dois corpos. 

Este estágio erótico preliminar oferece suas vantagens especialmente para as mulheres, uma vez que muitas mulheres têm dificuldade em atingir o orgasmo puramente através da penetração.

Macio, Médio ou Pesado?

Carinho nem sempre é carinho. Os pesquisadores do sexo diferenciam entre três níveis de intensidade com mais ou menos roupas em jogo: durante os chamados carinhos macios, os envolvidos ainda estão totalmente ou pelo menos em grande parte vestidos ao beijar e tocar as zonas erógenas.

Com carinho médio fica mais revelador. Algumas roupas já faltam aqui, mas a cueca continua no corpo de qualquer maneira. Com carícias pesadas, todas as cobertas finalmente caíram e o orgasmo (sem penetração) está em primeiro plano. Se quiser, você também pode dar o próximo passo para a relação sexual aqui.

Dicas para acariciar: o pacote completo de preliminares

O carinho é particularmente adequado para casais que estão apenas começando a se conhecer sexualmente. Explore o corpo do seu parceiro em todos os seus detalhes – com suas mãos, boca, língua. 

Onde estão suas zonas erógenas, que os toques o esquentam? Preste atenção à linguagem corporal de seu parceiro para reconhecer os dois: se ele se aproximar de você, é um bom sinal de que você está fazendo tudo certo. Mas se você não tiver certeza do que seu parceiro gosta em particular, não tenha medo de perguntar.

Música e luz de velas dão ao prelúdio uma atmosfera especial. Também através de uma massagem erótica, na qual você primeiro massageia seu corpo em geral e depois sua área íntima em particular com óleo de bebê, lubrificante de sexshop online, ou através de um banho quente juntos, você pode moldar e expandir o jogo do amor.

Você e seu parceiro determinam o ritmo e até onde você vai. O simples fato de a relação sexual não ser obrigatória no momento do carinho oferece a possibilidade de brincar de forma sedutora com a excitação do parceiro e aumentar ainda mais o prazer. Porque o que você não consegue, você quer mais, como se sabe.

Doenças e gravidez: perigos de acariciar?

O cuidado também deve ser exercido quando acariciar não envolve relação sexual direta. Por um lado, existe a possibilidade de contrair doenças sexualmente transmissíveis por meio do sexo oral. 

Por outro lado, a gravidez também é possível sem o contato direto com os órgãos genitais. Porque seu parceiro pode liberar fluido seminal com a chamada gota de prazer antes mesmo do orgasmo, que pode entrar na vagina por meio de suas mãos. 

Tal como acontece com a relação sexual, você pode se proteger contra doenças sexualmente transmissíveis ou gravidez indesejada ao acariciar com um preservativo.

 

Gengibre como remédio natural: 5 dicas para sua saúde

Gengibre como remédio natural: 5 dicas para sua saúde

O gengibre não é apenas um tempero exótico – a raiz alivia náuseas, cólicas menstruais, infecções respiratórias e muitas outras doenças. 

Gengibre: usos e propriedades medicinais

O gengibre é uma erva tropical cujas raízes são utilizadas como medicamento há milhares de anos. A raiz de gengibre fresco ou seco é usada como um medicamento fitoterápico, chá ou infusão, através de um difusor de aromas. As substâncias contidas no rizoma agem:

  • Digestivo;
  • Analgésico;
  • Expectorante;
  • Antibacteriano;
  • Anti-inflamatório;
  • Diminuindo a pressão arterial;
  • Fortalece o coração e o estômago.

Como o gengibre é usado?

Você pode usar a raiz ralada em alimentos (sopas, pratos asiáticos), como xarope, cápsula, comprimido, óleo ou em forma de rodelas em água. O chá de gengibre também é popular contra a náusea. É melhor cortar a pele áspera antes da preparação.

Agora você pode comprar gengibre em quase todos os supermercados. Os produtos de gengibre estão disponíveis em farmácias e online.

Dica: Você não precisa comprar a raiz, você mesmo pode cultivar gengibre. 

Contra o que o gengibre ajuda?

Mais de 160 ingredientes ativos no gengibre tornam a raiz um remédio natural para doenças como:

  • Tosse;
  • Enjôo;
  • Inchaço;
  • Resfriado;
  • Bronquite;
  • Obesidade;
  • Enxaqueca;
  • Reumatismo;
  • Perda de apetite;
  • Dor de garganta;
  • Enjoo em viagens;
  • Cólicas menstruais;
  • Náusea durante a gravidez.

 

O gengibre contém ferro, vitaminas, óleos essenciais, vitaminas, cálcio, potássio, magnésio, sódio e fósforo, entre outras coisas. Os gingeróis contidos são responsáveis ​​pelo sabor forte do gengibre. Eles aliviam a dor e têm efeitos anti-inflamatórios – semelhantes aos analgésicos, mas sem efeitos colaterais. 

Gengibre: 5 dicas para sua saúde

1. Reduz o açúcar no sangue

O tubérculo contém substâncias valiosas, os gingeróis. Pesquisadores australianos têm boas notícias para os diabéticos: os gengibres promovem a absorção do açúcar do sangue para os músculos. O açúcar no sangue cai.

Uma boa receita é o chá de gengibre: descasque 1 pedaço do tamanho de um polegar, corte em rodelas, ferva em 1 litro de água, tampe e deixe repousar por 10 minutos. Despeje o chá em uma garrafa térmica e beba durante o dia.

2. Aquece o corpo

O chá também ajuda bem com resfriados e calafrios. Os óleos essenciais da raiz tropical estimulam a circulação sanguínea. Isso o aquece por dentro e fortalece o sistema imunológico. Porque quando a temperatura corporal está um pouco mais alta, o sistema imunológico funciona com mais eficácia do que o normal.

3. Alivia o enjoo

Os ingredientes do gengibre agem diretamente no estômago e nas paredes intestinais, interrompendo os estímulos para o cérebro, causando náuseas e vômitos.

Isso funciona tão bem com gengibre quanto com um químico para enjoo. Seja no carro, avião, trem ou navio: mastigue um pedaço de gengibre ou beba o comprovado chá.

4. Alivia a dor

Os gingeróis feitos de gengibre estão relacionados ao analgésico ácido acetilsalicílico (ASA). Dois gramas de gengibre na comida diariamente aliviam os músculos doloridos após o exercício. Os médicos também usam extratos da planta medicinal para dores musculares severas e reumatismo.

5. Ajuda você a perder peso

Uma mistura de chá um pouco mais forte realmente acelera o metabolismo, promove a queima de gordura e desidrata. Isso ajuda na perda de peso. Receita: Ferva cerca de 5 cm de gengibre em 1,5 litros de água e cozinhe até que cerca da metade evapore. Beba frio ou morno ao longo do dia.

Quanto de gengibre é permitido por dia?

Você pode consumir com segurança até 50 gramas de gengibre fresco ou cinco gramas de gengibre em pó. Se você comer muito gengibre, pode ter gases, azia e diarreia. 

Qualquer pessoa que tome medicamentos para diluir o sangue deve conversar com seu médico sobre a quantidade do tubérculo que é saudável antes de tomar o gengibre – porque o gengibre tem um efeito redutor do sangue.

Botânica da planta do gengibre

O gengibre é uma planta perene de cerca de um metro de altura com um rizoma amplamente ramificado no subsolo. Acima do solo, a planta tem folhas estreitas, verdes claras e alongadas que lembram juncos ou bambu.

Uma haste falsa de 20 cm de comprimento cresce a partir do rizoma, no final da qual uma inflorescência em forma de cone é formada. O gengibre raramente floresce e, após a floração, desenvolve frutos em cápsulas que contêm a semente. No entanto, o gengibre é propagado vegetativamente pela divisão do tubérculo.

Distribuição

O gengibre é uma planta tropical conhecida como tempero e remédio na China há séculos. O gengibre é cultivado na Índia, Indonésia, Japão, América do Sul e Austrália, entre outros.

Fatos interessantes sobre gengibre

  • O gengibre tem sido usado na medicina tradicional indiana e chinesa desde os tempos antigos;
  • O gengibre é uma planta cultivada há séculos, cuja origem não foi comprovada;
  • O nome genérico Zingiber surgiu do zindschabil árabe (a raiz). 
  • Muitos marinheiros juram pelos efeitos do gengibre no enjôo. Isso também foi comprovado em vários estudos. Ginger funcionou ainda melhor do que um conhecido medicamento anti-náusea.
agencia-digital

O que esperar de uma Agência de Marketing

Estima-se que 1 trilhão de dólares seja canalizado por meio de agência de marketing e publicidade, o que, por sua vez, estimula uma grande parte de nossa economia global. *

Agora, mais do que nunca, as empresas estão fazendo parceria com agências que podem ajudá-las a entender toda a comoção que vem de um mundo complexo e movido a dados, consumidores sobrecarregados e pressão por desempenho.

 

Espere um Parceiro Estratégico

Há algum tempo aqui na Webtrends, sentimos que a mentalidade do cliente estava mudando; descobrimos que o próprio termo agência de marketing é confuso e que os clientes não precisam necessariamente de uma agência em si. Afinal, não faltam pessoas talentosas e criativas no mundo!

Em vez disso, os clientes precisam de parceiros estratégicos e é nossa responsabilidade dar às pessoas o que elas precisam, nem sempre o que desejam.

Às vezes, nos encontramos em posições difíceis em que inegavelmente “falamos sobre o trabalho”. Isso acontece tanto durante a prospecção, quanto com os clientes existentes. Este é um verdadeiro custo de fazer negócios para a agência de marketing moderna.

 

Espere mais do que bens / serviços criativos

Não podemos e não iremos nos ver apenas como fornecedores ou vendedores. Para entregar o valor ideal aos nossos clientes, podemos ter que negar pedidos e resistir ao impulso de ser o “eco agradável” na sala. Sabemos onde está nosso assento na mesa: de frente para o cliente, com um ouvido na discussão interna e outro na rua para melhor defender o trabalho que maximizará os recursos em campanhas mais eficazes e mensuráveis.

Os clientes da Webtrends imaginam “o que pode ser” e merecem resultados positivos e econômicos. Como empresa, temos o compromisso de ajudar nossos clientes a realizar e manter altos níveis de desempenho individual e organizacional. Ao fazer isso, cada um de nós em nossa agência de marketing tem o compromisso de fornecer mais do que apenas serviços e produtos de alta qualidade.

Há alguns anos atrás, desenvolvemos pela primeira vez nosso Modelo de Responsabilidade do Cliente (mostrado abaixo) para ilustrar como nossa agência apoia os clientes:

 

Direção estratégica

Os clientes da Webtrends encontrarão o máximo valor em nossos serviços quando fornecermos consultoria contínua e agirmos como uma autoridade confiável. Compartilharemos nossas opiniões e experiências profissionais não apenas para formular relacionamentos mutuamente benéficos, mas também para sustentá-los.

 

Perspectiva Fresca

A experiência vem em todos os tipos de formas e tamanhos. Ao compartilhar nosso portfólio eclético, experiências pessoais e recursos, oferecemos aos clientes uma nova perspectiva. Isso dissipa o paradoxo “muito perto de casa” e permite um diálogo multilíngue que se traduz em engajamento e ação.

 

Criatividade

Einstein um disse: “Criatividade é ver o que todo mundo viu e pensar o que ninguém mais pensou”. Como uma agência de marketing, a Webtrends fornecerá ideias novas e originais (não apenas citações extravagantes) para diferenciar os clientes e estimular os consumidores em uma era de competição e mídia incessantes.

 

Implementação

Uma fazenda sem fazendeiro é um pedaço de terra a caminho de se tornar uma floresta bem densa. A questão é: ideias criativas são inúteis a menos que sejam usadas. É nossa responsabilidade, como agência de marketing, garantir que nossas ideias sejam concretizadas no prazo e dentro do orçamento.

 

Resultados Medidos

Fornecemos relatórios provisórios para que os clientes possam ver onde os recursos foram investidos e avaliar nosso desempenho geral. Tudo é contabilizado, incluindo nosso tempo, despesas de desenvolvimento e muito mais para mostrar a você um verdadeiro custo por lead (CPL) e retorno do investimento (ROI).

 

Espere responsabilidade / prestação de contas

Muitas luas atrás, quando éramos uma fração de quem somos hoje, nossa pequena equipe executiva teve um debate acalorado. Foi por causa de um cliente importante para o qual tínhamos feito muitos “projetos”. Estávamos agora no meio do gerenciamento de uma campanha de marketing online completa. As coisas estavam indo, mas não conforme o planejado, principalmente porque não havia um plano real.

Daquele dia em diante, fizemos uma promessa importante: todo projeto precisa de um plano detalhado. E cada atividade definida no plano do projeto precisa declarar claramente o que estamos fazendo, por que estamos fazendo, quem é o responsável, quando a atividade será concluída e o que esperamos obter com ela.

A cultura baseada na responsabilidade / prestação de contas é um grande diferencial para as agências. No entanto, nem todas as agências fazem as duas coisas bem, nem entendem as principais diferenças:

Como cliente, você deve esperar que sua agência de marketing forneça quem é responsável por quê e tenha mecanismos para responsabilizar os responsáveis. Caso contrário, como você realmente sabe para onde seu dinheiro está indo?

Fornecer responsabilidade / prestação de contas não precisa ser superestimado. Um plano de projeto simples pode consolidar pontos de interrogação, colocar todos na mesma página e manter o cliente informado.

Você não precisa simplesmente contratar uma agência para projetar um bom carro e um roteiro detalhado. Você contrata uma agência para avaliar todas as estradas possíveis, projeta e dirige o carro mais eficiente (com sua espingarda) e, ao chegar ao seu destino, mostra o hodômetro, verifica o combustível, faz a rotação dos pneus e ajuda a planejar a próxima jornada. Você contrata uma agência de marketing ou uma consultoria em marketing para chegar ao seu destino com mais rapidez e menos obstáculos. Você deve esperar que eles nunca ponham as coisas no “controle de cruzeiro”.