Casa propria

7 Dicas para conquistar a casa própria

Inegavelmente podemos dizer que muito enxergam como sinal de independência e de progresso na, a conquista da casa própria. Essa é uma das principais sonhos de consumo dos brasileiros.

Outro ponto que muitos identificam como barreira para se alcançar a realização deste sonho, são os altos valores praticados no mercado, deixando o sonho da casa própria apenas no campo da imaginação.

É do conhecimento de todos que hoje existem diversos bancos e financeiras trabalhando com programas voltados ao custeio de imóveis. Veja a seguir neste artigo 7 dicas que te ajudarão no processo de obtenção de crédito para concretização do sonho de conquistar a casa própria. 

Levantamento das finanças

Se você deseja ter um financiamento aprovado, uma das primeiras coisas que vai precisar realizar é saber de fato e com muita precisão o total da sua renda familiar. Ter certeza do quanto exatamente é este valor pode ser crucial, pois é a partir dele que será possível estabelecer a faixa de preço da casa ou apartamento que você poderá se dispor a comprar. 

O total dos recursos financeiros da sua família pode ser o somatório dos ganhos de um só membro ou abranger os rendimentos de dois ou mais componentes do grupo familiar. 

Não importa a quantidade de pessoas, o que vale é realizar a comprovação do recebimento dessas quantia, pois ela será utilizada como base de cálculo para a instituição financeira analisar a sua capacidade de honrar com os pagamentos das parcelas na hora de avaliar sua solicitação de financiamento.

Eliminação de excessos 

Outro ponto importante que deve ser levado em consideração quando se planeja solicitar um financiamento imobiliário é a eliminação de excesso de compromissos financeiros. Procure comprometer o mínimo possível da receita mensal, essa ação ajuda no processo de abrir espaço no seu orçamento, podendo ajudar na hora de adquirir as prestações da casa própria.

Para que isso venha a acontecer, é necessário que você procure realizar a quitação de contas em andamento, tais como parcelamentos de dívidas no cartão de crédito e prestações de compras.

O processo de fazer esses pagamento possibilita que você concentre maiores esforços e não contrair mais dívidas mensais.

Uma ótima dica para que você consiga fazer isso é realizar uma programação para as compras que possuem valores maiores, fazendo com que não ocorra um desequilíbrio nas finanças familiares. 

Antes de abrir a carteira, reflita se você realmente precisa. Faça o exercício das três perguntas do consumo consciente: eu posso?, eu quero? e eu preciso ? Se a resposta for não para uma delas não realiza a compra, existem grandes chance de vocês estar fazendo uma compra por impulso.

Faça uma simulação

Uma dica valiosa para quem está pensando em solicitar um financiamento para conseguir a casa própria é fazer uma simulação.

Por meio da simulação de financiamento você pode compreender de forma prática o valor da prestação que cabe de fato no seu orçamento. Por isso a importância de criar um planejamento financeiro familiar e fazer o levantamento das receitas mensais.

Você pode encontrar simulação de crédito no site de diversos bancos, como também no site de algumas construtoras sem compromisso algum. 

Escolha seu perfil de financiamento 

Se você já pesquisou sobre financiamento imobiliário deve ter percebido a gama de linhas de crédito imobiliário disponíveis no Brasil, o que de certa forma pode facilitar no processo de conseguir realizar o sonho da casa própria para muita gente.

design-de-interiores

Dessa forma, você precisa analisar bem antes de escolher, para saber qual delas se encaixa melhor e de forma mais confortável no seu planejamento. 

Um dos mais conhecidos é o programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal. Através dele, pessoas com pouca renda conseguem obter o financiamento imobiliário. Além disso, existe a possibilidade do governo pagar parte do imóvel, o que torna a negociação ainda mais fácil.

Outra possibilidade, seria recorrer ao financiamento direto com as construtoras, que oferecem financiamento com muitas facilitações, principalmente se o imóvel ainda estiver na planta.  Além dessas, você pode analisar linhas de crédito como as operados pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e pelo Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).

A maior divergência entre esses financiamentos sem sombra de dúvidas são as taxas de juros e os índices adotados para a correção das parcelas. Outra coisa que as diferenciam entre si é quanto aos recursos que cada uma possibilita você usar para realizar a quitação ou a amortização da dívida.

Usar o FGTS

Caso você tenha contribuído a pelo menos há anos com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), você pode a vir utilizar o saldo da sua conta vinculada no aquisição do imóvel. Isso pode ocorrer caso ela esteja ativa, e que cumpra alguns critérios. 

Dentre os requisitos exigidos estão o imóvel se localizar na mesma cidade onde você reside ou trabalha e não existir  nenhum outro  financiamento pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH) em seu nome.

Após realizar a devida comprovação das condições favoráveis à utilização dos valores depositados, você pode fazer uso dos recursos para pagar pela aquisição imobiliária. Geralmente a liberação do FGTS ocorre de forma rápida ( em torno de 5 dias), porém existem alguns trâmites que envolvem o processo de financiamento que podem fazer demorar um pouco mais, em torno de 60 a 90 dias.

Reúna recursos para o valor da entrada

Quando se tem o desejo de comprar a casa própria através de um financiamento imobiliário, é fundamental analisar a possibilidade de dar um valor de entrada.

O não pagamento de um valor de entrada pode impedir o sonho de conseguir a realizar o seu sonho da casa própria, uma vez que vai ser necessário pagar uma porcentagem do valor total da propriedade ao contratar o crédito imobiliário.

Esse valor pode variar, porém costuma ser necessário ter cerca de 10% do valor do imóvel para colocar como entrada. Em algumas situações esse valor pode ser muito alto, vai a depender das particularidades do negociação. 

Reúna os documentos para solicitar o crédito

Para dar entrada no processo de financiamento do imóvel é necessário apresentar uma série de documentos e comprovações.

Esses documentos são necessários para atestar a identidade e o estado civil da pessoa que está solicitando a linha de crédito, bem como analisar a regularidade do comprador perante a receita federal. 

Essa costuma ser uma das fases que mais demanda paciência, então se antecipe e fazer o recolhimento dos documento de forma antecipada, evitando que esqueça de algo na hora de dar entrada no financiamento do seu imóvel. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *